web analytics

Estrela com megaestrutura alienígena acaba de se tornar mais real

Ela fica “logo ali”, a 1.200 anos-luz de nós.

Tudo ficou calmo recentemente, com a estrela sendo observada pela NASA e alguns dos maiores cientistas e astrônomos do mundo, isto é, até que ela estabeleceu um novo recorde, ficando REALMENTE escura; na verdade mais escura do que já havia ficado antes! Poderia ser verdade que esta estrela é realmente uma prova de tecnologia alienígena avançada? Afinal de contas, essa estrela chamada Estrela de Tabby já é apelidada de Estrela da “Megaestrutura Alienígena”!

O brilho de uma estrela obviamente muda naturalmente ao longo de seu ciclo de vida, mas esse evento leva um tempo MUITO MUITO longo e, nós humanos, somos apenas um ponto minúsculo na linha do tempo cósmica. Quando vemos a mudança de brilho de uma estrela, é uma indicação de que algo de significância cosmológica está acontecendo.

Os astrônomos tiveram dificuldade em descobrir o que, exatamente, está acontecendo com a estrela KIC 8462852. Você pode conhecê-la como a Estrela de Tabby ou a “Estrela da Megaestrutura Alienígena”. Ela entrou em outro ciclo de escurecimento de causa desconhecida, que bateu um recorde.

Astrônoma armênia-americana, Dra. Tabetha Boyajian (professora assistente de astrofísica na Louisiana State University), em cuja honra a estrela foi nomeada.

Muitos astrônomos estão muito interessados ​​em observar quedas no brilho de estrelas distantes, porque aprendemos que essa é uma excelente maneira de detectar exoplanetas, ou planetas que orbitam estrelas que não sejam o nosso próprio Sol. O observatório espacial Kepler descobriu milhares de exoplanetas dessa maneira. A Estrela de Tabby ganhou fama pela primeira vez graças às observações do Kepler que mostraram uma grande queda no seu brilho, que era tão grande que não poderia ter sido um planeta. Seu brilho geral caiu enormemente e permaneceu assim por vários dias. Os eventos de escurecimento continuaram acontecendo, e os intervalos são aparentemente aleatórios e não acontecem em uma rotina ou maneira definida.

Nos primeiros estágios desta descoberta fantástica, muitos cientistas fizeram a séria sugestão de que a Estrela de Tabby poderia estar exibindo comportamentos estranhos, pois alienígenas estariam construindo gigantescas plataformas espaciais ao redor, potencialmente para fins energéticos. Por isso, tornou-se a “Estrela da Megaestrutura Alienígena”.

Os cientistas continuaram monitorando a estrela, que é 50% maior que o sol e está a cerca de 1.200 anos-luz de distância, na esperança de descobrir o que está causando as diminuições em seu brilho. Alguns também procuraram refutar a hipótese alienígena. A própria Boyajian publicou um estudo no início deste ano que dizia que a melhor explicação para a KIC 8462852 não é alienígena, mas uma gigantesca nuvem de poeira. Mas, como a maioria de nós sabe, os cientistas sempre tentarão dar uma explicação natural para um evento, antes de olharem para as possibilidades de que isso seja obra de alienígenas.

Mesmo que a teoria dos ‘alienígenas’ pareça estar fora (de acordo com a grande mídia!) a estrela KIC 8462852 ainda é um objeto incrivelmente fascinante, que deixou os principais cientistas do mundo coçando suas cabeças. Apenas na última semana, ela entrou em outro ciclo de escurecimento muito mais extremo, e é um grande problema. De acordo com Boyajian, essa é a maior queda desde que a estrela apareceu pela primeira vez nos dados do Kepler em 2013 (com observações de 2011). Mas o que poderia estar causando esse evento bizarro?

Com início em 16 de março de 2018, o brilho da estrela caiu muito abaixo do normal. Então, no dia 22 de março, voltou ao normal. A partir de 26 de março, o brilho diminuiu novamente de uma maneira muito grande. É pelo menos 5% e até 10%. A equipe continua suas observações para ver o quão baixo Estrela Tabby pode chegar. Os dados originais do Kepler mostraram uma queda de 22%, então ainda temos um caminho a percorrer.

(Fonte)


Embora os astrônomos tenham “declarado” que a causadora da diminuição do brilho dessa estrela seja poeira cósmica, ninguém pode afirmar categoricamente que isso seja verdade, pois a estrela está muito, muito longe mesmo de nós.

Sabemos muito bem que nenhum cientistas iria afirmar o contrário, pois seria alvo de ridicularização por seus colegas e possivelmente teria seus recursos financeiros cortados.

A única verdade que pode ser dita categoricamente a respeito desse fenômeno é que ninguém sabe do que se trata. Mesmo não se tratando de uma estrutura alienígena ao redor da estrela, isto pode ser algum outro tipo de fenômeno que a nossa ciência ainda desconhece, já que o Universo sempre está nos surpreendendo e detonando teorias dos astrônomos consideradas corretas por décadas. Como base para tal afirmação, podemos mostrar o caso da galáxia descoberta recentemente, a qual parece estar desprovida de matéria escura. Este fato, por si só, poderá desmontar muitas das teses as quais os cientistas acreditavam ser parte do embasamento da formação das galáxias.

Quanto a Estrela de Tabby, embora a própria descobridora do fenômeno disse que a diminuição de seu brilho deve ser devido a poeira cósmica, vale lembrar que não se vê poeira cósmica diminuindo o brilho de outras estrelas, e que, entre muitas opções, a da estrutura alienígena ainda vive. Afinal, se for mesmo uma estrutura construída por uma inteligência alienígena, quem pode dizer se ela não foi construída para que sua leitura à distância parecesse como poeira espacial? 

Se você duvida que esta possibilidade ainda pode ser a correta, leia o artigo abaixo:

Cientistas podem estar errados ao descartarem estrutura alienígena

n3m3

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh