web analytics

Galáxia sem matéria escura está deixando os astrônomos espantados

galáxia sem matéria escura

“Passei uma hora apenas olhando para esta imagem”, disse o pesquisador-chefe Pieter van Dokkum, da Universidade de Yale, ao lembrar que viu pela primeira vez a imagem do Hubble, da NGC 1052-DF2. “Esta coisa é uma bolha gigantesca tão esparsa que você vê as galáxias atrás dela. É literalmente uma galáxia que dá para ver através dela, que você vê as galáxias atrás dela. É literalmente uma galáxia transparente.”

Uma equipe internacional de pesquisadores usando o Telescópio Espacial Hubble da NASA / ESA e vários outros observatórios descobriram, pela primeira vez, uma galáxia em nossa vizinhança cósmica que está faltando a maior parte – se não toda – de sua matéria escura. Esta descoberta da galáxia NGC 1052-DF2 desafia as teorias atualmente aceitas e a formação de galáxias, e fornece novos visões sobre a natureza da matéria escura.

Astrônomos usando o Hubble e vários observatórios terrestres encontraram um objeto astronômico único: uma galáxia que aparentemente não contém quase nenhuma matéria escura. O Hubble ajudou a confirmar com precisão a distância da NGC 1052-DF2, a 65 milhões de anos-luz, e determinou seu tamanho e brilho. A NGC 1052-DF2 é maior que a Via Láctea, mas contém cerca de 250 vezes menos estrelas, levando-a a ser classificada como uma galáxia ultra-difusa.

Medições adicionais das propriedades dinâmicas de dez aglomerados globulares orbitando a galáxia permitiram à equipe inferir um valor independente da massa da galáxia. Essa massa é comparável à massa das estrelas na galáxia, levando à conclusão de que a NGC 1052-DF2 contém pelo menos 400 vezes menos matéria escura do que os astrônomos preveem para uma galáxia de sua massa, e possivelmente nenhuma. Esta descoberta não é prevista pelas teorias atuais sobre a distribuição da matéria escura e sua influência na formação de galáxias.

“Acredita-se que a matéria escura seja parte integrante de todas as galáxias – a cola que as une e os andaimes subjacentes sobre os quais elas são construídas”, explica o coautor Allison Merritt, da Universidade de Yale e do Instituto Max Planck de Astronomia na Alemanha. E van Dokkum acrescenta:

Esta substância invisível e misteriosa é de longe o aspecto mais dominante de qualquer galáxia. Encontrar uma galáxia sem nenhuma é completamente inesperado; ela desafia as idéias padrão de como as galáxias funcionam.

Merritt observa:

Não há uma teoria que preveja esses tipos de galáxias – como você realmente forma uma destas coisas é completamente desconhecido.

Embora contraintuitivo, a existência de uma galáxia sem matéria escura nega teorias que tentam explicar o Universo sem que a matéria escura seja parte dele: a descoberta da NGC 1052-DF2 demonstra que a matéria escura é de alguma forma separável das galáxias. Isso só é esperado se a matéria escura estiver ligada à matéria comum por meio da gravidade.

Enquanto isso, os pesquisadores já têm algumas idéias sobre como explicar a falta de matéria escura na NGC 1052-DF2. Será que um evento cataclísmico, como o nascimento de uma multidão de estrelas massivas, varreu todo o gás e a matéria escura? Ou o crescimento da enorme galáxia elíptica NGC 1052, bilhões de anos atrás, desempenhou um papel na deficiência de matéria escura da NGC 1052-DF2?

Essas idéias, no entanto, ainda não explicam como essa galáxia se formou. Para encontrar uma explicação, a equipe já está à procura de mais galáxias deficientes em matéria escura ao analisarem as imagens do Hubble de 23 galáxias ultra-difusas – três das quais parecem ser similares à NGC 1052-DF2.

(Fonte)

Colaboração: Rafael Collett


Como sempre, quando achamos que já deciframos algo no cosmos, ele vem e nos apresenta uma surpresa que desmonta tudo que achávamos que sabíamos.

n3m3

Termos recém pesquisados por leitores:

"

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh