web analytics

Mais 24 vídeos de OVNIs serão liberados pelo Pentágono, disse homem por detrás das liberações, em resposta aos céticos

Como já publicado aqui no OH, com o pavor da possibilidade de que extraterrestres ou outras inteligências além da humana estejam visitando a Terra, céticos do instituto que justamente deveria estar procurando por vida alienígena tentaram desbancar dois vídeos de OVNIs recentemente publicados na Internet pela To The Stars Academy, mostrando OVNIs (1 e 2) que foram filmados pelas câmeras infravermelhas de aeronaves de combate da Marinha dos EUA.

Agora, Luis Elizondo, que trabalhou para o Pentágono no projeto para investigação de OVNIs e que conseguiu a liberação desses dois vídeos para publicação, dá a resposta aos céticos:

Mais 24 vídeos de OVNIs serão liberados pelo Pentágono

Luis Elizondo

O homem que liderou uma pesquisa secreta tipo Arquivos-X da vida real do Pentágono, sobre OVNIs, diz que há imagens de vídeo mais interessantes por vir.

Luis Elizondo liderou o Programa de Identificação de Ameaças Aéreas Avançadas (sigal AATIP, em inglês) do Departamento de Defesa dos EUA, que decorreu entre 2007 e 2012, com um custo de US$ 22 milhões.

Em outubro, depois de se demitir do departamento para se juntar a um grupo de pesquisa de OVNIs, ele esteve por detrás do lançamento de dois vídeos capturados nas câmeras de radar de pilotos da Marinha dos EUA.

Ele apontou que a ‘nave inexplicável’ se moveu de maneiras que desafiam a física.

Um dos vídeos de radar militar foi filmado na costa de San Diego em novembro de 2004 por pilotos da Marinha dos EUA que descreveram ter visto OVNIs brancos, enquanto em formato de doces Tic-Tacs.

O caso tornou-se conhecido como o incidente de NIMitz UFO.

No entanto, céticos tem falado que os objetos no vídeo foram erroneamente identificados – levando ao Sr. Elizondo revelar que há mais por vir, inclusive gravações de vídeo de encontros com “tecnologia desconhecida que é muito mais avançada do que qualquer coisa nas forças armadas dos EUA”

Falando sobre seu trabalho anterior, ele disse: “Foi nessa posição que eu aprendi que o fenômeno é realmente real”.

Falando para o Las Vegas Now, o Sr. Elizondo disse que as primeiras liberações foram oficiais.

Ele disse:

O Departamento de Defesa (DoD) tomou a decisão de liberá-los.

Ele rebateu aqueles que alegaram que os vídeo mostravam aviões.

Ele acrescentou:

Quando ele (o piloto) diz que viu algo indo de pairando sobre a água, ou indo a 450 nós e, de repente, decolando até o horizonte em dois segundos, é melhor você acreditar que ele está te falando sobre algo que ele realmente viu.

E, a propósito, isso é apoiado por três outros indivíduos que também estavam no mesmo vôo e foram apoiados por três outros indivíduos que estavam no mesmo vôo em outras duas aeronaves e depois apoiado por operadores de radar.

Isso me frustra quando alguém diz, “oh, isso é um reflexo de IR (infravermelho) ou, você sabe, são condições atmosféricas”.

Desculpe, mas você não pode travar o radar em algo atmosférico ou reflexo de IR.

Os investigadores disseram ter entrevistado 18 testemunhas do caso Tic-Tac, e todos declararam os objetos como ‘desconhecidos’.

O Sr. Elizondo acrescentou:

Eu acho ainda mais convincente, se este fosse um Tic-Tac que vimos em 2004, isso teria sido tecnologia e capacidades extremamente avançadas para 2004.

 

Penso que todos concordam que é considerada uma tecnologia extremamente exótica hoje, e quem dirá em 2004, mas essas observações coincidem com as observações anteriores bem antes disso.

O Nimitz é um exemplo de um caso, um dos muitos que olhamos.

Quando continua a acontecer como um padrão, é quando chegamos ao ponto em que nos preocupamos cada vez mais, porque não é uma anomalia, agora é uma tendência.

Ele disse que outros 24 vídeos do OVNIs estão sendo desclassificados para serem divulgados ao público nos próximos meses.

(Fonte)

Colaboração: Marcelino Melo


Interessante, não é mesmo? Sem sequer investigarem de forma aprofundada, mas somente opinando como se fossem donos absolutos da verdade, membros da instituição que justamente alega estar procurando por vida alienígena, o Instituto SETI, tentaram desesperadamente desbancar os vídeos que mostram objetos desconhecidos possuidores de tecnologia que vão muito além da que conhecemos hoje.  E um dos representante do SETI, o astrônomo e piloto aposentado James McGaha, o fez falando uma asneira atrás da outra, e insultando a capacidade cognitiva dos pilotos altamente treinados da Marinha dos EUA e a tecnologia embarcada naquelas aeronaves.  Seria até melhor que ele tivesse utilizado as clássicas desculpas do “gás do pântano” ou do “planeta Vênus”. 

Do que é mesmo que este tipo de cientista têm medo? 

Para quem não sabe, os cientistas do Instituto SETI acham que vão encontrar vida alienígena escutando por ondas de rádios que possam vir de sistemas solares distantes, trazendo mensagens de outros seres.  Fazem isso há décadas e até agora todas as transmissões recebidas que poderiam ser significativas foram descartadas quase que imediatamente como sendo interferência de algum tipo. 

Se tivessem usado todo o dinheiro que já gastaram em equipamentos de radio astronomia com o intuito de escutarem por mensagens de ETs para, ao invés disso, estudarem do fenômeno OVNI aqui na Terra, talvez já teríamos algum tipo de pista. 

Tomara que os próximos vídeos de Elizondo sejam espetaculares, para vermos o que estes céticos irão falar.

n3m3

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh