Seriam os ETs de Varginha formas de vida de silício e amônia?

Tempo de leitura: 3 min.

O recente documentário do cineasta James Fox, “Momento do Contato” sobre o fenômeno OVNI de Varginha, se tornou uma sensação desde que foi lançado. Fox fez recentemente um anúncio importante. Ele está certo sobre as informações que vai divulgar em um futuro próximo sobre as supostas imagens de vídeo da criatura vistas por três pessoas.

Seria os ETs de Varginha formas de vida de silício e amônia?
Representação artística de um dos ETs de Varginha.

Além disso, o Fox compartilhou uma das possibilidades sobre o que poderia ser a química biológica dessas criaturas de Varginha. De acordo com seu tuíte, essas criaturas podem ser feitas de química diferente de outras formas de vida na Terra. Hipoteticamente, poderia haver formas de vida baseadas em amônia e silício em vez de água e carbono.

A possibilidade de formas de vida serem baseadas em bioquímicas “alternativas” é o tema de uma discussão científica em curso, informada pelo que se sabe sobre ambientes extraterrestres e sobre o comportamento químico de vários elementos e compostos. É de interesse em biologia sintética e também é um assunto comum na ficção científica.

O elemento silício tem sido muito discutido como uma alternativa hipotética ao carbono. O silício está no mesmo grupo que o carbono na tabela periódica e, como o carbono, é tetravalente. Alternativas hipotéticas à água incluem amônia, que, como a água, é uma molécula polar e cosmicamente abundante; e solventes de hidrocarbonetos não polares, como metano e etano, que são conhecidos por existirem na forma líquida na superfície de Titã (uma das luas de Saturno).

No “Momento do Contato”, havia um conjunto específico de características consistentemente relatadas sobre o local do acidente e criaturas que poderiam esclarecer a química biológica de criaturas alienígenas. Esses são alguns pontos que corroboram a teoria acima, segundo a qual as criaturas de Varginha poderiam estar “oxidando formas de vida baseadas em amônia”.

Um local do acidente que cheirava fortemente a algo como amônia e tinha o que parecia ser um incêndio químico envolvendo os destroços. Duas criaturas deixaram um forte cheiro de amônia que não desapareceu com a limpeza e permaneceu por muitos dias. As criaturas tinham olhos vermelhos bulbosos e seu sangue “não era muito vermelho”, de acordo com uma das testemunhas. Eles tinham pele escura, quase preta e extremamente “oleosa”. Muitas das testemunhas relataram as criaturas como “muito assustadas” e encolhidas. O corpo de bombeiros informou que a criatura que eles capturaram estava “chorando como um bebê”.

Dois oficiais (descritos nos relatórios como “agentes à paisana”) localizaram e capturaram uma das criaturas. Desequipados com os dispositivos e ferramentas das equipes de busca, os dois agentes forçaram a criatura na parte de trás do veículo. De acordo com investigações de pesquisadores locais, os agentes levaram a criatura a uma pequena clínica local. No entanto, o médico recusou-lhes o acesso às instalações e recusou o tratamento. Em vez disso, ele pediu que eles o levassem ao hospital da cidade.

Um dos agentes, aparentemente identificado como Marco Chereze, “manipulou a criatura com as próprias mãos” durante sua apreensão. Em poucos dias, ele ficou extremamente doente e foi hospitalizado com a perda do uso de todos os seus membros. Ele se deteriorou rapidamente, não apresentando resposta a nenhum tratamento.

Vários indivíduos próximos a ele assistiram a essa “erupção” tomar conta de seu corpo, aparentemente reduzir seu sistema imunológico e, finalmente, levar à sua morte no hospital local em 15 de fevereiro de 1996. Seu parceiro nunca recebeu os documentos finais sobre a misteriosa doença, e os registros médicos provavelmente foram confiscados. E se essa “infecção” fosse mais um envenenamento tóxico do que algum vírus ou bactéria alienígena?

O cheiro intenso e persistente de amônia foi um tema consistentemente relatado em torno deste caso. Ele esteve presente intensamente tanto no local do acidente, quanto acompanhando cada criatura. O cheiro era bastante fétido e parecia cobrir uma grande área. Poderia haver alguma ligação com o odor, a nave e o fogo químico ao redor?

O testemunho anônimo de “Militar-x” viu as pernas da criatura em um encontro em primeira mão. Ele até respondeu em uma lembrança passada a algo perguntando a ele que parecia um “corpo humano queimado”. Todas as testemunhas mencionaram “pele oleosa” ou que parecia estar “suando” e angustiada. O bombeiro que morreu também aparentemente estava em contato com essa substância, e ela se espalhou em sua pele. A pele oleosa poderia ser algum tipo de substância tóxica?

O usuário do Reddit u/asimpleabstraction forneceu uma explicação incrível sobre formas alternativas de bioquímica no caso Varginha, e o próprio James Fox compartilhou no Twitter.

De acordo com o usuário do Reddit:

“Se o indivíduo foi introduzido transdermicamente a uma alta dose de derivado tóxico de amônia, pode-se inferir que seus sintomas observáveis ​​​​incluem erupções cutâneas, bem como uma série de problemas internos como reflexo da desintoxicação.”

O usuário sugeriu dois derivados de amônia: Anilina e Amina. Ambos são tóxicos e mortais para os seres humanos. A anilina à temperatura ambiente assemelha-se a um líquido oleoso e o vapor é altamente combustível e cai no chão por ser pesado.

Outro usuário sugeriu:

“O gás de amônia em si é incolor, mas misturado com o ar faz uma nuvem de ‘fumaça’ branca como mostrado neste vídeo (presumivelmente subproduto de vapor de H2O quando NH4 se mistura com O2) semelhante ao que as testemunhas descreveram como vazando da nave danificada antes de cair.

Dada essa informação, minha teoria atual é que uma nave potencialmente cheia de atmosfera de amônia reativa ao oxigênio caiu e causou um incêndio químico imediato. As criaturas sobreviventes fugiram, mas por causa de nossas diferenças na composição do ar, prontamente começaram a sufocar e oxidar. Na minha opinião, acho que pele negra e olhos vermelhos são na verdade sintomas de oxidação de aminas aromáticas. É possível que eles não pareçam assim, mas a exposição ao Sol e a exposição à [nossa] atmosfera tóxica causaram uma rápida descoloração.

Se isso for verdade, significa que essas criaturas provavelmente estavam sofrendo por horas a fio, sufocando de medo, e provavelmente sabiam que sua morte estava garantida.

O policial que morreu provavelmente recebeu uma grande dose letal de substância de amônia que passou por sua pele, causou lesões e erupções cutâneas e, em poucas semanas, causou sua morte por miocardite, anemia hemolítica ou infecção secundária”.

(Fonte)


As especulações são muitas, mas a verdade pode ser ainda mais incrível do que se imagina.

n3m3

E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

Participe dos comentários mais abaixo… e (importante) se puder, colabore na manutenção do OVNI Hoje utilizando o QR code do PIX abaixo, ou use a chave PIX “OVNIHoje” (sem as aspas):

Agradecimentos aos colaboradores dos últimos meses: Edward de Lima, José de Castro, Teogenis de Oliveira, Egídia dos Santos, Silas Raposo, Reinaldo Galhardo, Luiz Buria, Silas Raposo, Maria Dorotea Soares.

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!
hit counter code
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!!!

Caro leitor, a existência do OVNI Hoje depende exclusivamente dos anúncios apresentados aqui. Por favor, apoie o OVNI Hoje e desabilite seu bloqueador de anúncios para este site. Obrigado!