Cientistas apontam dois telescópios para onde o Sinal Wow! se originou

Tempo de leitura: 2 min.

Cientistas apontaram dois telescópios de última geração para a localização aproximada na constelação de Sagitário, onde o famoso Sinal Wow! se originou.

Cientistas apontam dois telescópios para onde o Sinal Wow! se originou
Teria o Sinal Wow! sido uma transmissão alienígena?

Nos últimos anos, a humanidade interceptou centenas de “sinais” do espaço profundo. Chamamos alguns dos sinais vistos de Rajadas Rápidas de Rádio ou FRBs em sua sigla na língua inglesa. Não sabemos exatamente o que são, de onde vêm e o que os causa. Mas temos várias teorias. Uma delas é que vem de alienígenas, mas isso é um tiro no escuro.

Embora os sinais FRBs sejam extremamente interessantes e representem um verdadeiro mistério cósmico, um dos sinais mais misteriosos que já vimos foi em 1977. Foi o famoso Sinal Wow!.

Como a tecnologia é melhor agora do que décadas atrás, é uma boa ideia pesquisar o céu com equipamentos modernos. E foi exatamente isso que os cientistas fizeram. Eles usaram dois telescópios de última geração e os apontaram para o local aproximado onde o Sinal Wow! se originou.

Combinando o poder de dois telescópios

Na tentativa de descobrir a origem do famoso sinal cósmico Wow!, os pesquisadores combinaram dois telescópios.

O sinal enigmático ganhou as manchetes globais cerca de 45 anos atrás porque era algo que nunca tínhamos visto antes. De fato, na época, alguns astrônomos diziam que as características do sinal eram algo que possivelmente poderia estar ligado a uma origem inteligente. Embora a investigação do Sinal Wow! tenha se mostrado inconclusiva naquela vez, a equipe de pesquisa expressou otimismo sobre os esforços futuros para encontrar vida alienígena inteligente. O colaborador do projeto, Wael Farah, disse ao Space.com que os dados do Gaia serão usados ​​até para encontrar mais estrelas parecidas com o Sol perto do sinal.

Mais sóis que valem a pena estudar

A região de incerteza do Sinal Wow! não é a única área afetada por isso. Em um e-mail para Space.com, Farah escreveu que se estende a áreas com altas densidades estelares, como o centro galáctico e o disco da galáxia. Em pesquisa publicada em maio, uma estrela parecida com o Sol a 1.800 anos-luz de distância foi identificada como uma possível zona de sinal na constelação de Sagitário. Você pode ler mais sobre isso em um artigo que cobri anteriormente. Em um comunicado de 29 de setembro sobre a pesquisa, Karen Perez, estudante de pós-graduação da Universidade de Columbia, disse que esta é a primeira busca direcionada para o Sinal Wow!. O Instituto de Procura por Inteligência Extraterrestre (de sigla em inglês, SETI) o conduziu como parte de seu programa Breakthrough Listen.

O Sinal Wow!

Um intenso sinal de rádio foi enviado do espaço em 15 de agosto de 1977. Ele acabou sendo apelidado de Sinal Wow! Nenhum sinal repetido foi detectado desde aquela noite agitada há 45 anos, apesar de seu padrão regular durante um breve período de tempo. (Wow! [Uau!] é a palavra que um pesquisador rabiscou na impressão mostrando o sinal.) O Green Bank Telescope e o Allen Telescope Array foram os dois primeiros telescópios financiados pelo SETI a trabalharem juntos na busca de vida extraterrestre. O Green Bank fez duas observações de 30 minutos em 21 de maio e o ATA fez seis observações de cinco minutos no mesmo dia. O SETI disse em um comunicado que suas observações se sobrepuseram por quase 10 minutos.

De acordo com Farah, pesquisador de pós-doutorado da ATA, o amplo campo de visão do telescópio e outras capacidades permitirão que “muito mais fontes sejam identificadas e estudadas simultaneamente com o instrumento”. Portanto, futuras pesquisas de regiões podem revelar mais estrelas candidatas onde o sinal se originou.

Um artigo baseado nesta pesquisa foi publicado em Research Notes of the American Astronomical Society.

(Fonte)


E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

Participe dos comentários mais abaixo… e (importante) se puder, colabore na manutenção do OVNI Hoje utilizando o QR code do PIX abaixo, ou use a chave PIX “OVNIHoje” (sem as aspas):

Agradecimentos aos colaboradores dos últimos meses: Edward de Lima, José de Castro, Teogenis de Oliveira, Egídia dos Santos, Silas Raposo, Reinaldo Galhardo, Luiz Buria, Silas Raposo, Maria Dorotea Soares..

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

hit counter code
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!!!

Caro leitor, a existência do OVNI Hoje depende exclusivamente dos anúncios apresentados aqui. Por favor, apoie o OVNI Hoje e desabilite seu bloqueador de anúncios para este site. Obrigado!