Pilotos dos EUA relataram encontros com OVNIs nas últimas semanas

Tempo de leitura: 2 min.

Pilotos e tripulações de mais de 15 aviões comerciais dizem ter encontrado OVNIs no espaço aéreo dos EUA nas últimas semanas.

Pilotos dos EUA relataram encontros com OVNIs nas últimas semanas
Crédito: Micah Hanks/Chrissy Newton.

Conforme relatado pelo site The Debrief, os avistamentos foram relatados pela primeira vez pelo investigador e personalidade da televisão Ben Hansen nas redes sociais e em seu canal no YouTube, onde ele postou vários vídeos detalhando a série de incidentes (veja abaixo).

Os pilotos detalharam que os avistamentos ocorreram durante um período de sete semanas e envolveram objetos aéreos luminosos no espaço aéreo do centro-oeste dos Estados Unidos ao oeste do Pacífico. E porque esses OVNIs realizavam manobras aéreas não convencionais em círculos apertados – assim como carros de Fórmula 1 em uma pista de corrida – eles ganharam o apelido de “OVNIs de pista de corrida”.

Apesar de vários dos incidentes tenham sido relatados aos controladores de tráfego aéreo, nenhuma investigação oficial é conhecida, embora os eventos tenham sido relatados a pelo menos uma unidade da Federal Aviation Administration (FAA), responsável por responder a possíveis ameaças ao espaço aéreo dos Estados Unidos.

Avistamento múltiplo

Um dos primeiros incidentes conhecidos na recente série de avistamentos ocorreu em 18 de agosto de 2022 e envolveu um jato particular Gulfstream 650 comandado pelo ex-piloto de F-18 da Marinha Mark Hulsey, juntamente com um segundo piloto que foi identificado apenas pelo primeiro nome, ‘Keith’, enquanto viajava entre a Flórida e o Havaí. Passando sobre Los Angeles, os pilotos observaram entre 4 e 7 objetos luminosos a uma altura estimada de 5.000 a 10.000 pés (1.500 a 3.000 metros) acima deles realizando estranhas manobras circulares. De acordo com o piloto Mark Hulsey, havia pelo menos quatro objetos circulando mais alto que seu avião. Eles entraram em contato com o Centro de Controle de Tráfego da Rota Aérea de Los Angeles (ARTCC) para determinar se os objetos representavam tráfego potencialmente conflitante, mas foram notificados pelos controladores de radar de que não conseguiram detectar nenhum alvo primário operando perto de sua aeronave naquele momento.

[Para instruções de como ativar a legenda em português do(s) vídeo(s) abaixo, embora esta não seja precisa, clique aqui.]

Perto dali, um voo da American Airlines que passava pela área também relatou ter visto os objetos pelo rádio. Os pilotos da Gulfstream souberam mais tarde que pelo menos duas outras companhias aéreas que viram os objetos fizeram ligações para o ARTCC de Los Angeles.

Com base em suas estranhas manobras circulares e na velocidade que exibiam, nenhuma das principais testemunhas acreditava que os objetos observados fossem qualquer tipo de aeronave convencional.

No dia seguinte ao incidente de 18 de agosto, os pilotos da Gulfstream disseram a Hansen que uma reunião a portas fechadas foi realizada no centro de Los Angeles, onde os dados sobre o incidente foram revisados ​​e enviados ao Comando Conjunto de Operações de Tráfego Aéreo (JATOC) — a unidade de resposta da FAA para eventos que representam uma ameaça potencial ou podem afetar o Sistema de Espaço Aéreo Nacional (NAS) ou a segurança nacional.

De sua parte, o pesquisador Dave Beaty, que acompanha a história desde que Hansen publicou seu relatório inicial, disse ao The Debrief que soube que após a reunião no Los Angeles Center, os dados sobre o incidente também teriam sido enviados ao National Events Network (DEN), tendo em vista que se tratava de uma situação envolvendo aeronaves “não autorizadas ou suspeitas” – algo que já indica que os relatos dos pilotos foram levados a sério.

Nas semanas que se seguiram, vários relatórios semelhantes de OVNIs de pilotos comerciais começaram a chamar a atenção de investigadores civis por meio de canais de rede social. Isso gerou muitas opiniões e comentários de internautas para tentar explicar alguns deles, desde frotas de naves ou sondas alienígenas até algo mais mundano como reflexos especulares de satélites Starlink.

(Fonte)


E não esqueça: nossa página principal é atualizada diariamente, com novos artigos podendo ser publicados ao longo do dia. Clique aqui.

Atenção: Qualquer artigo aqui publicado serve somente para cumprir a missão deste site. Assim, o OVNI Hoje não avaliza sua veracidade totalmente ou parcialmente.

Participe dos comentários mais abaixo… e (importante) se puder, colabore na manutenção do OVNI Hoje utilizando o QR code do PIX abaixo, ou use a chave PIX “OVNIHoje” (sem as aspas):

Agradecimentos aos colaboradores dos últimos meses: Edward de Lima, José de Castro, Teogenis de Oliveira, Egídia dos Santos, Silas Raposo, Reinaldo Galhardo, Luiz Buria, Silas Raposo, Maria Dorotea Soares..

Muito obrigado!


ÁREA DE COMENTÁRIOS

ATENÇÃO:

  • Os comentários são de responsabilidade única e exclusiva de cada pessoa que comenta. O OVNI Hoje não se responsabiliza por transtornos, rixas ou quaisquer outras indisposições causadas pelos comentários.
  • Comente educadamente e com ética, sempre tratando seu colega de comentários como você mesmo/a queira ser tratado/a.
  • Qualquer comentário com “pregação” política ou religiosa, obsceno ou inapropriado será prontamente apagado pelos moderadores.
  • A PRIMEIRA TENTATIVA DE BURLAR AS REGRAS INCORRERÁ EM BANIMENTO DA ÁREA DE COMENTÁRIOS!

hit counter code
Ads Blocker Image Powered by Code Help Pro

BLOQUEADOR DE ANÚNCIOS DETECTADO!!!

Caro leitor, a existência do OVNI Hoje depende exclusivamente dos anúncios apresentados aqui. Por favor, apoie o OVNI Hoje e desabilite seu bloqueador de anúncios para este site. Obrigado!