web analytics

O que aconteceria se o tempo parasse?


Já que tocamos em assuntos relacionados à viagem no tempo, onde os ETs poderiam ser nós do futuro, para relaxar um pouco agora, por que não investigar a questão do tempo por outro ângulo, mesmo não tendo relação direta com o nosso tema? Veja:

Embora não seja um tropo tão popular quanto viajar de volta no tempo ou se mover em alta velocidade, para o tempo é um tema bem usado na ficção científica.

*Artigo sem classificação de veracidade da matéria, por se tratar de opinião pessoal, matéria vinda de leitor, ou embasamentos científicos. (Missão do OVNI Hoje)

O que aconteceria se o tempo parasse?

O super-herói da Marvel, Dr. Strange, consegue fazer isso, Flash Man, do Mega Man 2, e Hiro Nakamura, do programa de TV ‘Heroes’, no começo dos anos 2000, podem fazê-lo. Mas o que aconteceria se você parasse o tempo na vida real? Acontece que os efeitos do mundo real não seriam tão práticos – mas com certeza são uma maneira divertida de aprender sobre física.


Quadro congelado

Primeiramente, temos que definir o que queremos dizer quando dizemos ‘parar o tempo’. Se você tivesse o poder de parar o tempo, obviamente não obteria nada muito útil, porque estaria congelado no lugar. Então vamos supor que queremos dizer ‘parar o tempo para tudo, menos você’. Isso é precisamente o que acontece no romance de 1995 de Nicholson Baker “The Fermata“, onde o protagonista, Arno Strine, tem a capacidade de parar o tempo e se mover pelo mundo pausado (embora seja para fazer coisas que nos fazem desaconselhar o compartilhamento deste livro com crianças).

Mesmo assim, precisamos fazer algumas concessões. Como o físico Sean Carroll escreve em “From Eternity to Here” (“Da Eternidade Até Aqui“), você teria que levar em consideração todas as moléculas de fluido e ar dentro e fora do corpo de Arno Strine. Se ele puder se movimentar livremente, então podemos presumir que as moléculas dentro dele também podem.

Caroll escreveu:

Mas se o ar no resto da sala realmente parou de experimentar o tempo, cada molécula deve permanecer suspensa precisamente em sua localização; consequentemente, Arno seria incapaz de se mover, preso em uma prisão de moléculas de ar rigidamente estacionárias.

Isso definitivamente não funciona. Então vamos imaginar que o tempo continua fluindo normalmente para as moléculas dentro de uma certa distância do corpo de Arno Strine. Além desse espaço, o tempo pára. Nesse ponto, ele poderia fazer o que ele quisesse nessa cena congelada no tempo? Infelizmente, a resposta ainda é não.


Faça a (micro) onda

Nossos generosos permissões para os superpoderes de Arno Strine ainda não foram responsáveis ​​por todas as partículas em jogo. Enquanto você lê isso, partículas de luz chamadas fótons estão viajando na velocidade da luz (para indicar o óbvio) da sua tela para os globos oculares. Da mesma forma, os sons que você ouve viajam na velocidade do som através do ar como ondas de pressão que chegam até seus ouvidos para vibrar seus tímpanos. Se você parasse o tempo, toda a luz e o som parariam também. Em algumas interpretações, isso deixaria Strine instantaneamente surdo e cego em sua cena congelada.

Em um vídeo do canal Play Noggin sobre o video game de parada de tempo Superhot, Julian Huguet chega a uma conclusão semelhante, embora ele pense que levaria um pouco mais de tempo.

Ele diz:

Fótons viajando na velocidade da luz obtêm suas próprias regras especiais. Eles não experimentam nenhum tempo ou distância, tanto quanto sabem, apenas são emitidos e absorvidos.

Na interpretação de Huguet, isso significa que quaisquer fótons que já tenham sido emitidos por uma lâmpada, a tela de um dispositivo ou o Sol continuariam viajando enquanto o mundo ao seu redor parasse. Dependendo da fonte de luz (e se você estivesse dentro ou fora), você poderia obter um período de carência de uma fração de segundo a um total de oito minutos, onde você ainda poderia ver. Você ainda ouviria silêncio, mas geralmente é assim que essas sequências de parada de tempo acontecem.

Mas nós queremos tempo ilimitado, então vamos fazer mais um ajuste nesse cenário congelado. E se, em vez de parar o tempo, você apenas diminuísse sua velocidade, fazendo ele “engatinhar”?

Isso também não funcionaria. Quando você diminui as ondas eletromagnéticas (luz) e as ondas de pressão (som), você recebe ondas de baixa frequência. Todos sabemos o que acontece com uma frequência mais baixa: o tom cai, neste caso, para uma frequência que provavelmente está abaixo do alcance da audição humana. Luz em baixa frequência muda para vermelha – isto é, ela se move para o final de comprimento de onda maior do espectro eletromagnético, para o infravermelho, microondas e reino de ondas de rádio. Então, enquanto a luz teria a chance de alcançá-lo, provavelmente seria invisível aos seus olhos.

Carroll tem uma solução engenhosa para isso, porém: basta acender a luz de um comprimento de onda mais rápido no material que você deseja ver.

Ele escreve:

Talvez os raios X mudariam para vermelho, para comprimentos de onda visíveis, mas as lanternas de raios-X são difíceis de encontrar.

Disparar raios-X e raios gama em todo o lugar também não é tão saudável para as pessoas ao redor.

No final, talvez a capacidade de parar o tempo seja um desses superpoderes na categoria ‘cuidado com o que você deseja’, assim como ler pensamentos e transformar tudo que você toca em ouro. Se acontecer de você possuir tal dom, temos apenas um conselho: consiga uma lanterna de raios-X e um bom advogado.

(Fonte)


Uma pena, não? Sonhei muitas vezes sobre o que poderia fazer se conseguisse parar o tempo, especialmente se estivesse prestes a ocorrer um acidente, ou ainda presenciasse um pouso de OVNI, onde seus tripulantes estivessem fora da nave.

A física, até onde sabemos, nos diz que isto é impossível. Mas será que sabemos mesmo tudo sobre a física?

n3m3

…E se você ainda não acessou nossa página principal, está perdendo um universo de informações.

Visite também nosso site associado, otimundo.com, para mais artigos interessantes, clicando aqui!

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh