web analytics

Estados Unidos e Rússia devem procurar vida em Vênus


Espera-se que uma missão espacial conjunta entre os Estados Unidos e a Rússia, planejada para 2026, procure por vida nas nuvens daquele planeta.

* Conteúdo da matéria com veracidade comprovada, de fontes originais fidedignas. (Em se tratando de tese ou opinião científica, só pode ser garantida a veracidade da declaração da pessoa envolvida, e não o fato por ela declarado.) (Missão do OVNI Hoje)

Estados Unidos e Rússia devem procurar vida em Vênus
Uma imagem de Vênus tirada em 5 de fevereiro de 1974, pela missão Mariner 10 da NASA. © AFP FOTO / NASA / DIVULGAÇÃO

Vênus é o planeta mais quente do sistema solar, já que as temperaturas em sua superfície podem atingir impressionantes 465 graus Celsius. No entanto, formas simples de vida ainda podem ter sobrevivido na atmosfera, de acordo com Ludmila Zasova, co-presidente do projeto conjunto EUA-Rússia “Venera-D (‘Vênus-D’).

As nuvens em Vênus são feitas principalmente de ácido sulfúrico, mas também contém 15-20% de água, disse a cientista, acrescentando que a temperatura e a pressão atmosférica na camada inferior da cobertura de nuvens são semelhantes às da Terra.

Nem um único robô conseguiu pousar em Vênus por mais de 30 anos, quando a espaçonave soviética ‘Vega 2’ aterrissou em sua superfície em julho de 1985. O programa ‘Venera-D’ se atreve a preencher essa lacuna. O projeto foi liderado pela Rússia por quase duas décadas. Em 2015, a NASA se envolveu e uma equipe de pesquisa conjunta foi estabelecida.

Not a single robot has managed to land on Venus for more than 30 years, when the Soviet spacecraft ‘Vega 2’ touched down on its surface in July 1985. The ‘Venera-D’ program dares to fill that gap. The project has been led by Russia for almost two decades. In 2015, NASA got involved and a joint research team was established.

Apart from the lander, the mission is also expected to be equipped with an orbiter, a long-life station, and an aerial platform. The latter, according to Zasova, would also include a special microscope to look for traces of bacterial life in the planet’s atmosphere.

Technical details of the actual program are, however, yet to be defined. “We’re not at that nuts-and-bolts stage,” said Tracy Gregg, co-chair of the US-Russian committee for Venera-D. She added that “the earliest possible launch date we’d be looking at is 2026, and who knows if we could meet that.”

(Fonte)


Dado o fato de que a missão Venera-D da Rússia captou em fotos na superfície de Vênus estranhos “objetos” que aparentavam ter vida, pois se deslocavam pelo terreno, (ver artigo abaixo) por que não pousar em Vênus novamente para confirmar esse achado? Afinal, Vênus está muito mais perto de nós do que Marte e as missões seriam bem mais baratas.

Sim, eu sei: eles vão dizer que a temperatura na superfície de Vênus é alta demais para abrigar a vida. Mas será mesmo que isso é verdade em todas as regiões daquele planeta? E mesmo se for, quem desses cientistas pode afirmar categoricamente o que a vida fora da Terra pode ou não suportar?

Aqui mesmo em nosso planeta, no fundo dos oceanos, ao lado das chaminés vulcânicas (fontes hidrotermais) onde a temperatura da água pode chegar a 476 graus Celsius, há uma enorme variedade de vida prosperando.

Vida prosperando ao lado de uma fonte hidrotermal no fundo do oceano.

Por que seria diferente em Vênus? 

n3m3

…E se você ainda não acessou nossa página principal, está perdendo um universo de informações.

Visite também nosso site associado, otimundo.com, para mais artigos interessantes, clicando aqui!

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh