web analytics

Estranho “elo perdido” é encontrado próximo de Plutão

Um possível ‘elo perdido’ foi descoberto em órbita ao redor do Sol, perto de Plutão. Enquanto seria muito mais legal se esse fosse o elo perdido do tipo “meio-macaco, meio-homem” flutuando no espaço e provando que a especulação astronautas do passado era verdadeira, esse objeto curioso é mais do tipo ‘meio-planetoide, meio-asteroide que pode provar que as teorias de formação planetária são o verdadeiro tipo de elo perdido. Os astrônomos japoneses que descobriram este misterioso objeto espacial acreditam que ele poderia ajudar a explicar como os planetas do nosso Sistema Solar se formaram e, no processo, lançar luz sobre as origens da Terra como a conhecemos.

O objeto foi descoberto por astrônomos do Observatório Astronômico Nacional do Japão (NAOJ), que passou 60 horas com pequenos telescópios de 11 polegadas, observando 2.000 estrelas diferentes à procura de objetos que pudessem passar na frente deles. Aquela pesquisa espacial da velha escola valeu a pena, porque os astrônomos encontraram evidências de um corpo minúsculo, conhecido como planetesimal, orbitando o Sol perto de Plutão. Planetesimais são protoplanetas, pequenos objetos semelhantes a planetas com cerca de 1 quilômetro de diâmetro. Ao longo do tempo, a gravidade desses objetos pode atrair matéria suficiente para se tornarem planetas de pleno direito. O estudo completo deste novo planetesimal foi publicado na Nature Astronomy.

O astrônomo Ko Arimatsu disse em um comunicado de imprensa do NAOJ:

Esta é uma verdadeira vitória para pequenos projetos. Nossa equipe tinha menos de 0,3% do orçamento de grandes projetos internacionais. Nem sequer temos dinheiro suficiente para construir uma segunda cúpula para proteger nosso segundo telescópio! No entanto, ainda conseguimos fazer uma descoberta que é impossível para os grandes projetos

Nossa! Alguém financie esses caras!

O objeto é estimado em cerca de 2,6 quilômetros de diâmetro e orbita o Sol no Cinturão de Kuiper. O Cinturão de Kuiper está se tornando uma das áreas mais estudadas do nosso Sistema Solar. Acredita-se que este cinturão de asteroides e objetos como este novo planetesimal contenha respostas para alguns dos mistérios ainda não resolvidos de nossa vizinhança cósmica. Como poderia esse minúsculo planetesimal estar relacionado ao Planeta 9 há muito suspeitado, se é que existe tal planeta?

Quer essa descoberta seja ou não uma notícia astronômica que abala a Terra, ela mostra que um bando de caras com telescópios no nível de varejo no telhado ainda podem descobrir novos objetos dentro do nosso Sistema Solar. Quão legal é isso?

(Fonte)


É realmente impressionante o fato desses astrônomos terem descoberto um objeto tão pequenino com telescópios que qualquer cidadão com cacife suficiente possa comprar. Certamente, seria muito mais fácil para os astrônomos que usam os grandes e poderosos telescópios terem encontrado tal objeto.

Isso mostra que, mesmo com equipamentos super potentes, ainda muito passa desapercebido lá fora.

Quem sabe não será um astrônomo solitário, usando seu pequeno telescópio pessoal, que finalmente irá descobrir o elusivo Planeta 9, que antigamente era chamado de Planeta X.

n3m3

…E se você ainda não acessou nossa página principal, está perdendo um universo de informações.

Visite também nosso site associado, otimundo.com, para mais artigos interessantes, clicando aqui!

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh