web analytics

Astrônomos avistam objeto estranho orbitando a Terra

Astrônomos avistam objeto estranho orbitando a Terra

Os astrônomos estão perplexos com a observação de um misterioso pedaço de detrito espacial que orbita nosso planeta, chegando a passar cerca de 600 km da superfície em seu perigeu. Acredita-se que este entulho espacial não seja mais que o lixo de algum lançamento, no entanto, os cientistas não sabem especificamente o que poderia tê-lo gerado.

O objeto luminoso orbita com um padrão imprevisível, como se fosse um ‘saco de lixo vazio’ impulsionado por rajadas de vento. É por isso que esse tipo de objeto é conhecido como ETBO (sigla em inglês para Empty Trash Bag Object). Os cientistas acreditam que este satélite artificial da Terra nada mais é do que um pedaço de material leve, como uma folha de alumínio deixada para trás pelo lançamento de um foguete.

No entanto, apesar de seu peso, estima-se que o objeto tenha vários metros de comprimento. O avistamento incomum ocorreu na sexta-feira passada (25), quando o telescópio ATLAS, em Haleakala, no Havaí, registrou-o em órbita.

Mais tarde, os astrônomos dos Observatórios Northolt Branch, em Londres, analisaram-no e identificaram-no como um ETBO, e também deram a ele um nome: A10bMLz.

O Observatório Northolt Branch informou em sua página do Facebook:

O A10bMLz é um satélite da Terra, observado pela primeira vez por ATLAS-HKO, em Haleakala, em 25 de janeiro. Ele tem uma órbita retrógrada e incomum em torno do nosso planeta (i = 121 °), a uma distância média de 262.000 km (0,68 distâncias lunares). A órbita é altamente elíptica, com um perigeu (ponto mais próximo) de apenas 600 km acima da superfície da Terra e um apogeu 1,4 vezes mais distante que a Lua. No momento da observação, o A10bMLz estava a 293.000 km.

Esses ‘sacos de lixo’ foram avistados pelos astrônomos muitas vezes antes, mas o A10bMLz os surpreendeu por causa da grande distância que ele orbita. Dada a leveza do objeto, é possível que seja empurrado ao redor da Terra pela pressão vinda da radiação solar. Ele carrega sua “órbita caótica em escalas de tempo que vão de dias a semanas”, tornando impossível prever em qual direção ele se moverá no futuro. No entanto, o Observatório Northolt Branch acredita que o objeto acabará queimando na atmosfera da Terra em semanas ou meses.

(Fonte)


Objeto espacial que acelera e desacelera sem um sistema de propulsão. Onde é mesmo que eu já vi isso antes?

n3m3

…E se você ainda não acessou nossa página principal, está perdendo um universo de informações.

Visite também nosso site associado, otimundo.com, para mais artigos interessantes, clicando aqui!

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh