web analytics

Mistério MH370: Destroços encontrados por satélite desapareciam quando barcos e aviões iam investigar

O desaparecimento do voo MH370 da Malaysia Airlines é provavelmente o maior mistério da aviação na atualidade. Até agora, embora existam alegações de que alguns poucos pedaços dos destroços daquele voo foram encontrados, nada foi confirmado categoricamente, e o mistério continua.

Abaixo você pode ver um fato recém publicado sobre aquele terrível desaparecimento que ocorreu há mais de 4 anos.

Veja:

Mistério MH370

Destroços que acreditava-se ser de um avião desaparecido da Malaysia Airlines foi avistado por satélites no Oceano Índico dias após o seu desaparecimento, mas no momento em que os barcos e aviões foram investigar, eles haviam desaparecido.

O voo MH370 desapareceu em 8 de março de 2014 a caminho de Kuala Lumpur para Pequim, com 239 pessoas a bordo. Os investigadores acreditam que o avião pode ter caído no meio do Oceano Índico, que é muito remoto e de difícil acesso. Levaria os navios dias para chegar ao seu destino e as aeronaves com base no solo tiveram que voar por várias horas a partir do continente australiano apenas para começar a busca.

No entanto, o tempo era essencial para que os satélites de vigilância começassem a procurar imediatamente.

Uma imagem de satélite revelou o que parecia ser uma dispersão de detritos na área sendo investigada.

O primeiro-ministro australiano, Tony Abbott, disse em frente ao parlamento em 19 de março do mesmo ano que aquilo representava informações ‘novas e confiáveis’ sobre o destino do MH370.

No entanto, quando os navios e aviões seguiram essa pista, não conseguiam encontrar nenhum fragmento.

Jeff Wise, autor do livro “The Plane That Wasn’t There” (O Avião Que Não Estava Lá – título em tradução livre) explicou como isso aconteceu repetidamente.

Ele disse:

Dia a dia, novos relatórios de destroços eram filtrados. Nenhum deles deu certo. Isto foi muito estranho.

Aviões haviam sumido no meio do oceano antes, mas eles sempre deixaram para trás destroços flutuando que eram reveladores.

A essa altura, mais de uma semana já havia se passado desde que o avião desapareceu.

Se o avião tivesse caído no oceano, as correntes estariam dispersando os destroços cada vez mais longe, tornando mais difícil a localização.

Quanto mais os destroços se afastassem, mais difícil seria descobrir onde o avião caiu no mar.

Isso era crucial, porque diretamente sob esse ponto ficavam as partes mais pesadas do avião, incluindo a caixa preta que poderia desvendar o mistério.

Destroços que acreditava-se serem do MH370 foram encontrados em vários locais ao redor do Oceano Índico, principalmente na costa leste da África.

(Fonte)


Dentre todas as teorias sobre o desaparecimento deste voo, a minha favorita – embora a menos provável – é a de que aquela aeronave foi abduzida por alienígenas.

Enquanto nada for confirmado sobre este mistério, é bom sonhar que todos os passageiros ainda estejam vivos, gozando a vida junto a alguma civilização mais avançada do que a nossa.

Improvável, mas sonhar é de graça…

Loading...

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh