web analytics

Guerra entre a Rússia e os EUA seria desastrosa para a humanidade, diz Ministro russo

É improvável que alguém vá deliberadamente em direção a uma guerra nuclear entre a Rússia e os EUA, já que tal conflito não pode ser vencido, disse o ministro das Relações Exteriores da Rússia, acrescentando que qualquer erro em meio às tensões pode se tornar ‘fatal’.

Sergey Lavrov disse à Rossiya Segodnya em uma entrevista publicada na segunda-feira (24):

Acredito que todo mundo percebe que um conflito armado entre as duas potências nucleares principais, a Rússia e os Estados Unidos, teria consequências desastrosas para a humanidade.

Não há dúvida de que ninguém pode vencer uma guerra nuclear, e que tal guerra nunca deve ser desencadeada. 

Washington e seus aliados, no entanto, estão muito “fixados em suas próprias ambições geopolíticas”, explicou o ministro, e eles não estão prontos para “se adaptar” à situação cambiante no cenário global. O desejo de manter o domínio os leva a buscar – e semear – mais e mais conflitos.

Isso explica seu empenho em dificultar esses processos, não importa o que aconteça, e sua crescente agressão nos assuntos externos. O confronto está sendo incitado e os canais de diálogo estão sendo congelados.

Tal busca de conflito pode facilmente levar a um desastre global, que pode se desdobrar, se não de propósito, meramente por acidente.

Ele alertou:

Uma situação pode surgir quando o preço de um erro ou mal entendido pode ser fatal.

Apesar de suas diferentes posições, a Rússia e os Estados ocidentais, juntos, têm uma tremenda responsabilidade pelo futuro de toda a raça humana e por encontrar respostas efetivas para os inúmeros desafios e ameaças do nosso tempo. A 

A Rússia, por sua vez, adere a um comportamento estritamente defensivo e deve continuar reforçando suas capacidades defensivas. 

Claro, estamos tomando as medidas necessárias para proteger os interesses nacionais e fortalecer as capacidades de defesa do país.

Mas as tensões em curso apenas ‘desaparecerão’ se o Ocidente se ater à lei internacional da Carta da ONU, Lavrov estressou.

(Fonte)

Como dizia minha saudosa avó:

É o roto falando do rasgado.

Qualquer um desses dois países, quando aponta o dedo para o outro, não pode esquecer que tem três de seus próprios dedos apontados para si mesmo. E a Rússia certamente não pode falar a respeito de se ater à lei internacional, quando invadiu a Crimeia, e agora ameaça entrar na Ucrânia.

Trata-se de uma disputa entre muitos demônios e poucos anjos em ambos os lados.

Mas, se eventualmente uma guerra nuclear ocorrer, poderemos finalmente confirmar de uma vez por todas a presença alienígena na Terra, pois estes visitantes parecem não aprovar o uso de armamentos nucleares por aqui.

Mas esperemos que o desacobertamento total não ocorra através de uma desgraça.

n3m3

Loading...

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh