web analytics

Cientistas lutam para descobrir se os seres humanos realmente já foram peludos

Se você for ler os livros de antropologia publicados pela ciência predominante, verá que todos dizem que descendemos de um hominídeo muito primitivo – quase macaco. Porém, há ainda a questão do elo perdido, onde os cientistas não conseguem encontrar a ligação entre nós e este ser primordial.

Claro, como era de se esperar, este fato abre margem para muitas discussões, com muitos estudiosos afirmando que a história da nossa origem está toda errada, e que na verdade somos seres manipulados geneticamente por uma inteligência superior, seja ela divina ou alienígena.

Onde reside a verdade é algo quase impossível de ser definido, a não ser, é claro, que quem nos gerou venha aqui em “pessoa” e nos conte. Enquanto isso, os cientistas lutam para descobrir porque não somos peludos como todos os outros macacos:

descobrir se os seres humanos realmente já foram peludos

Um diorama mostrando o Homo erectus, a primeira espécie humana. Crédito: Wikipedia 

 Você consegue imaginar humanos cobertos de pelo? Os cientistas estão tentando desvendar um grande mistério – por que os humanos são tão sem pelos? 

Pesquisadores disseram anteriormente que nossos ancestrais tinham uma cauda e a perderam duas vezes. Como a MessageToEagle relatou, “o que nós, humanos modernos, temos hoje é apenas uma cauda vestigial, uma sobra evolutiva. É visível em embriões, mas no momento em que nascemos, temos apenas alguns pequenos ossos que não podem ser vistos de fora. 

O osso da cauda é vestigial, um órgão ou traço em humanos que perderam sua função original através da evolução. O osso da cauda é, na verdade, parte de um grupo maior de recursos que ficaram sem uso. 

O porquê de termos perdido a cauda tem sido um mistério científico, mas uma nova pesquisa realizada por paleontólogos da Universidade da Pensilvânia lança alguma luz sobre este enigma da evolução.

Um estudo recente conduzido por pesquisadores da Faculdade de Medicina Perelman da Universidade de Pensilvânia tenta esclarecer porque os humanos se tornaram quase inteiramente macacos sem pelos. Os diferentes padrões de cabelo que aparecem em todos os corpos humanos é muito difícil de explicar. 

Sarah Millar, co-autora sênior do novo estudo e professora de dermatologia da Escola de Medicina Perelman da Universidade da Pensilvânia, disse: 

Temos cabelos muito compridos em nossos escalpos e pelos curtos em outras regiões, e somos sem pelos nas palmas das mãos e na parte de baixo dos pulsos e solas dos pés.

Ninguém entende realmente como essas diferenças surgem,

A Teoria do Macaco Aquático e outras explicações 

A razão pela qual os seres humanos são mais ou menos sem pelos tem sido debatida há séculos. Muitos pesquisadores acreditam que a teoria do macaco aquático pode explicar o que aconteceu com a nossos pelos. De acordo com a Teoria do Macaco Aquático, os ancestrais dos humanos modernos eram mais aquáticos e, como tal, eram cainhadores habituais, nadadores e mergulhadores. 

A teoria foi proposta pelo biólogo marinho Alister Hardy em 1960. Hardy argumentou que um ramo de macacos foi forçado pela competição por habitats terrestres a caçar alimentos como moluscos para se adaptarem, e isso levou ao desenvolvimento de outras características. Essas novas criaturas, ancestrais dos humanos modernos, tornaram-se sem pelos e bípedes. 

A Teoria do Macaco Aquático tem sido criticada e tem poucos adeptos entre os cientistas. O cientista evolucionista Mark Pagel, da Universidade de Reading, propõe que a perda de pelo é uma forma de controlar os piolhos e outros parasitas. 

Outros pesquisadores como, por exemplo, Mark Changizi, um neurobiólogo evolucionário e diretor de cognição humana da empresa de pesquisa 2AI, acha que perdemos cabelo em nossos rostos porque queríamos melhorar a comunicação emocional. 

Muitos animais têm dois receptores em seus olhos que podem detectar cores, mas os humanos têm três. Nosso terceiro cone é incomum porque nos dá um pouco de poder extra para detectar matizes bem no meio do espectro, permitindo que os humanos escolham uma vasta gama de tons que parecem desnecessários para caça ou rastreamento. 

Changizi acha que o terceiro cone nos permite comunicar de forma não verbal, observando as mudanças de cor no rosto.

Ele disse:

Ter esses dois cones detectando comprimentos de onda lado a lado é o que você quer, se quiser ser sensível à oxigenação da hemoglobina sob a pele, para entender a saúde ou as mudanças emocionais.

Por exemplo, um bebê cuja pele parece um pouco verde ou azul pode indicar doença, um rubor rosa pode indicar atração sexual, e um rosto vermelho pode indicar raiva, mesmo em pessoas com tons de pele mais escuros. Mas a única maneira de ver todos esses estados emocionais é se os humanos perdem o pelo, especialmente em seus rostos. 

Se os humanos realmente tiveram pelo e perderam é algo desconhecido. Vai demorar um pouco antes de descobrirmos.

(Fonte)


Se me perguntar, mesmo dentro da minha imensa ignorância sobre antropologia, eu diria que a evolução não existe, e o que existe é a adaptação de cada espécie ao seu meio-ambiente. Assim, para mim, já fomos gerados da forma que somos hoje, e isso significa manipulação genética.

Mas é claro, posso estar redondamente equivocado e não somos nada mais do que macacos evoluídos… Mas, se este for mesmo o caso, não sei porque os outros macacos pararam de evoluir, já que eles tem o mesmo tempo de planeta do que nós.

n3m3

Loading...

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh