web analytics

Atividade estranha continua ocorrendo nos céus dos Estados Unidos

Ontem (14) foi reportado aqui no OH uma notícia a respeito de uma anomalia que foi captura por radar, bem como atividade por parte da Força Aérea dos EUA.

Pelo que se pode ver com essas novas informações, estas atividades continuam, só que agora não estão em uma área isolada daquele país.

Veja:

Atividade estranha continua ocorrendo nos céus dos Estados Unidos

Dois dias depois de uma imensa nuvem de chaff (material metálico liberado na atmosfera por aeronaves para desviar sinais de radar) ter sido aparecido nas telas de radares pelos estados de Illinois, Indiana e Kentucky, mais nuvens deste material surgiram sobre os estados de Maine e Flórida. Ainda não temos nenhuma confirmação oficial, mas as formações parecem muito similares em composição àquelas que se desenvolveram no Centro-Oeste.

Os primeiros relatos das aparentes nuvens no estado de Maine começaram a aparecer nas redes sociais por volta das 17h30, no dia 12 de dezembro de 2018. No início, quatro nuvens distintas eram visíveis, mas estas se misturaram em uma bolha maior com um pico de comprimento de mais de 160 quilômetros por volta das 19h45. A enorme nuvem se movia para o sudoeste e parecia que poderia facilmente chegar a New Hampshire e além.

Não está claro exatamente quando, em 12 de dezembro de 2018, ocorreu o incidente na Flórida. A nuvem se desenvolveu sobre as Florida Keys e pareceu mover-se para o norte.

Até agora, não há outros detalhes disponíveis para nenhum desses novos incidentes. O relato oficial do Twitter para a estação do Serviço Nacional de Meteorologia entre Gray e Portland, Maine, emitiu uma avaliação de que as formações naquela área no radar eram muito prováveis, mas não houve relatos sobre o tipo de aeronave envolvido.

A Guarda Aérea Nacional do Maine tem apenas uma unidade voadora, a 101ª Ala de Reabastecimento Aéreo, que voa com o KC-135R Stratotankers e está localizada na Base Nacional da Guarda Bangor Air, na cidade de mesmo nome, situada a nordeste de onde as nuvens se desenvolveram. No entanto, os KC-135Rs não estão equipados para dispensar chaff.

Como tal, outro tipo de aeronave da Guarda Aérea Nacional de outro estado, ou uma unidade militar ativa dos EUA, liberou o chaff sobre o Maine. Este foi o caso com a nuvem de chaff que apareceu pela primeira vez sobre Illinois em 10 de dezembro de 2018, e mais tarde mergulhou em Indiana e Kentucky. Como se viu, uma aeronave de transporte aéreo da West Virginia Air National C-130H Hercules voando pela área foi responsável. 

Nesse caso, a liberação inicial foi sobre uma Área de Operações Militares (MOA), uma peça de espaço aéreo que aeronaves militares dos EUA podem reservar para fins de treinamento. Este parece ter sido o caso novamente no estado de Maine, com o chaff parecendo se desenvolver primeiro sobre os MOAs Condor 1 e 2.

O sul da Flórida e as Florida Keys estão repletas de várias unidades de componentes ativos e de reserva que realizam exercícios regulares de treinamento na área, de modo que as nuvens de chaff nessa região não são particularmente incomuns. O Golfo do México é também um enorme playground para aeronaves de combate militar que realizam eventos de treinamento aéreo e possui alguns dos maiores MOAs em todo o país. Outro conjunto de nuvens foi recentemente visível na mesma área geral em 28 de novembro de 2018, como visto abaixo.

Ainda assim, parece incomum que tantas grandes nuvens de chaff  estão aparecendo em muitos lugares por todo o país, em um curto período de tempo. Todas elas tem geralmente sido extraordinariamente persistentes, também, tipicamente com duração de várias horas antes de finalmente desaparecerem das telas de radar. 

Já contatamos a Guarda Nacional, mas no momento da escrita, não recebemos qualquer informação adicional sobre este novo incidente sobre Maine. Estamos chegando a comandos adicionais sobre a nuvem na Flórida também.

 Nós estaremos certos de atualizar esta história se e quando novos detalhes estiverem disponíveis.

(Fonte)


Estariam os Estados Unidos se preparando para um grande conflito militar, testando dispositivos de distração e camuflagem nunca antes testados, já que este tipo de atividade só vem sendo reportado agora naquele país?

O tempo dirá, mas vale lembrar que o conflito entre a Ucrânia e a Rússia parece estar aumentando, e também o fato da Rússia ter enviado aeronaves de guerra para a Venezuela também não ajuda muito a apaziguar a situação.

n3m3

Loading...

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh