web analytics

Se a Terceira Guerra Mundial ocorrer, estes são os 10 países mais seguros para se estar

Com a situação entre a Ucrânia e a Rússia se deteriorando, é inevitável que em caso de um conflito naquela região outros países irão tomar partido, o que pode desencadear a Terceira Guerra Mundial.

Caso isto ocorra, a salvação, de acordo com um escritor de nome Amani Hughes , é se estar num desses 10 países relacionados abaixo.

Veja:

Se a Terceira Guerra Mundial ocorrer, estes são os 10 países mais seguros para se estar

Se a 3ª Guerra Mundial começar, você ficará satisfeito em saber que existem alguns países no mundo em que você poderia buscar refúgio longe do conflito.

Alguns dos países são nações insulares com neutralidade política, o que significa que a chance de serem invadidos é baixa. Outros são altamente listados no Índice de Paz Mundial, enquanto outros países são tão pequenos, com uma população minúscula, que os combatentes podem não encontrar nenhum motivo para invadir. Aqui estão os 10 melhores países mais seguros se a 3ª Guerra Mundial estourar.

 

A Suíça

A Suíça tem uma tradição de neutralidade, que é um dos principais princípios da política externa do país.

Isto significa que o país não estará envolvido em conflitos armados entre outros estados, por isso garante a segurança externa e promove a paz dentro de seus limites.

Embora esteja cercada por países que poderiam ser atingidos se a 3ª Guerra Mundial estourasse, incluindo a Alemanha, a França e a Itália, o país é protegido por montanhas que cercam suas fronteiras.

 

Tuvalu

Tuvalu é um país muito remoto e neutro nas profundezas do Oceano Pacífico.

 

Nova Zelândia

O país isolado, mas desenvolvido, não está envolvido em nenhum conflito armado no mundo e seu terreno montanhoso ajudará a proteger o país de quaisquer guerras que surjam.

A Nova Zelândia também tem suprimentos alimentares suficientes, água limpa e solo fértil para se sustentar a curto prazo.

Sua política externa pacífica significa que ela reivindica o segundo lugar no Índice de Paz Global de 2018.

 

Butão

Desde que o Butão se juntou à ONU, o país concordou em não se envolver em conflitos.

E como não tem relação diplomática com os EUA, não há razão para arrastar o país para qualquer tipo de conflito.

Rodeado por montanhas, é um dos países mais isolados do mundo, portanto é protegido se a guerra começar.

 

Chile

O Chile é o país mais próspero e estável da América do Sul e está mais alto que todos os outros países latino-americanos no desenvolvimento humano.

O país é altamente protegido pela Cordilheira dos Andes, a oeste de suas fronteiras.

 

Islândia

A Islândia continua a ser o país mais pacífico do mundo, de acordo com o Global Peace Index, uma posição que ocupa desde 2008.

O país está longe do resto do mundo, por isso pode ficar de fora de qualquer conflito, e mesmo se estiver envolvido, tem um terreno montanhoso para se abrigar.

 

Groenlândia

Assim como a Islândia, a Groenlândia é remota, montanhosa e politicamente não-alinhada, então o país será um refúgio seguro para quem busca refúgio da guerra.

 

Malta

A pequena nação insular no Mediterrâneo, e é uma pequena ilha fortaleza, o que significa que tem sido protegida, apesar de muitas tentativas de capturar o país ao longo dos anos.

Seu pequeno tamanho também significa que os combatentes da 3ª Guerra Mundial podem não querer desperdiçar uma arma nuclear inteira nela.

 

Irlanda

O país não tem fortes laços com os potenciais combatentes da 3ª Guerra Mundial.

Desde os anos 1930, o país tem sido neutro nas relações internacionais e nunca ingressou na OTAN.

Segundo a lei irlandesa, se a Irlanda entrar em conflitos militares externos, o seu envolvimento deve ser aprovado pela ONU, pelo governo da Irlanda e pela legislatura irlandesa. É improvável que se envolver na Terceira Guerra Mundial, então pode ser um bom lugar para ir.

 

Fiji

Fiji está dentro da vasta extensão do Oceano Pacífico, o que significa que é isolado de qualquer potencial invasor.

A pequena nação insular tem uma população pequena, é neutra em assuntos estrangeiros e não tem recursos dentro de suas fronteiras para justificar uma invasão das ilhas.

(Fonte)


O que o autor do artigo esqueceu, é que a radiação atômica não reconhece fronteiras, nem distâncias. E, na verdade, a única coisa que poderá nos salvar é uma intervenção alienígena, pois os malucos humanos não pararão desta vez.

n3m3

Loading...

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh