web analytics

Administrador da NASA anuncia presença permanente do homem na Lua

Administrador da NASA anuncia presença permanente do homem na Lua

Jim Bridenstine, administrador da NASA, diz que os EUA estão a 10 anos de presença contínua na Lua, o que abrirá as bases para a expansão da exploração espacial para Marte.

Bridenstine disse a Jamal Simmons da Hill.TV e Buck Sexton em “Rising”:

No momento, estamos construindo uma estação espacial, a qual chamamos de ‘Gateway’, que estará em órbita ao redor da Lua – pense nela como um módulo de comando reutilizável onde podemos ter a presença humana em órbita ao redor da Lua. De lá, queremos aterrissadores reutilizáveis ​​que vão e voltam à superfície da Lua.

Achamos que podemos conseguir isso em cerca de 10 anos, a ideia sendo provar a capacidade, retirar o risco, provar a fisiologia humana e depois ir para Marte.

Bridenstine se juntou à “Rising” para detalhar os planos da NASA de se associar a nove empresas americanas para viajar à Lua, um componente chave do plano da NASA de ampliar a exploração espacial humana.

O administrador disse que espera impulsionar a inovação criando um mercado comercial chamado de Programa de Serviços de Carga Lunar Comercial (de sigla em inglês, CLIPS).

Através do programa CLIPS, a Bridenstine espera desenvolver tecnologia que acabarão por estabelecer uma presença contínua na Lua.

Ele disse:

No final das contas, o que estamos fazendo é comprar serviços onde teremos várias empresas competindo em custo e inovação para entregar cargas úteis à superfície da Lua – agora mesmo estamos falando apenas de instrumentos científicos, não grandes cargas úteis, mas construindo a capacidade que, então, crescerá para grandes naves de pouso que incluiriam seres humanos.

O movimento é parte da Diretiva de Políticas Espaciais do Presidente Trump, que apela à revisão da exploração da Lua.

Bridenstine enfatizou a importância da diretriz de Trump, dizendo que construir uma presença sustentável e contínua na Lua representa um “campo de testes” para futuras explorações espaciais.

Ao contrário de Marte, ele disse que a Terra e a Lua estão sempre do mesmo lado do Sol. Marte, por outro lado, está no mesmo lado da Terra apenas uma vez a cada 26 meses, o que significa que os astronautas terão que ficar em Marte por dois anos antes de poderem completar sua missão e voltar para casa.

Ele ainda informou:

A Lua representa um campo de provas; ela é a maneira pela qual podemos reduzir o risco, podemos provar a tecnologia, podemos provar a fisiologia humana. Podemos desenvolver as capacidades de utilizar os recursos da Lua para sobreviver na sua superfície e então pegarmos todas essas capacidades, replicando-as em Marte .

O anúncio vem dias depois que a InSight Mars da NASA pousou em Marte…

Bridenstine disse que o pouso da InSight representou a oitava vez na história da humanidade que qualquer um fez uma aterrissagem suave na superfície de Marte, com a capacidade de continuar.

(Fonte)

Colaboração: Lênio


Já passou da hora disso ocorrer. Aliás, tem gente que acha que já existe uma presença humana na Lua há muito tempo.

n3m3

Loading...

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh