web analytics

Ilha desaparece das imagens de satélite. Mas será mesmo que desapareceu?

Ilha desaparece das imagens de satélite. Mas será mesmo que desapareceu?

O desaparecimento da ilha tem sido questionado (Imagem: Science Channel)

O desaparecimento de uma ilha japonesa não habitada fez com que os teóricos da conspiração acreditassem que ela não foi simplesmente submersa, mas acabou sendo excluída das imagens de satélite.

A ilhota desabitada de Esanbehanakitakojima foi usada para delinear as águas territoriais do Japão.

De acordo com a Guarda Costeira do Japão, a Esanbehanakitakojima foi pesquisada em 1987 e registrada como estando a apenas 1,4 m acima do nível do mar.

Tomoo Fujii, um alto funcionário da guarda costeira, disse aos repórteres:

Há uma possibilidade de que a ilhota tenha sido corroída pelo vento e pela neve e, como resultado, tenha desaparecido.

Ela estava localizada a cerca de 500 metros da costa da aldeia de Sarufutsu, perto da ponta norte de Hokkaido.

Como a região da ilha aparece agora nas imagens de satélite.

Esanbehanakitakojima era uma das 158 ilhas desabitadas que receberam nomes pelo governo do país em 2014 para marcar claramente as águas territoriais japonesas.

De acordo com as leis internacionais, as ilhas só podem ser assim chamadas se puderem ser vistas acima da superfície do mar, mesmo em marés altas.

Mas alguns acreditam que ela não pode estar submersa, pois um transmissor climático na ilha ainda está transmitindo.

Em um vídeo na página do Youtube do Science Channel, um narrador explica:

O desaparecimento de uma ilha inteira pode às vezes ser o resultado de um evento vulcânico cataclísmico.

O estranho é que há uma estação meteorológica na ilha que ainda está transmitindo dados. Não estaria fazendo isso se a ilha estivesse submersa.

O narrador acrescentou:

Talvez a ilha não tenha desaparecido, apenas uma prova fotográfica.

Alguns acreditam que uma agência governamental decidiu que ela não deveria mais existir em imagens de satélite.

(Fonte)


Interessante que a ilha, supostamente, não era habitada, mas parece que tinha um aeroporto nela. Provavelmente aquele governo não quer que ninguém saiba que ela ainda está lá. Só pode ser isso.

n3m3

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh