web analytics

Estranho som é gravado vindo de plataforma de gelo na Antártica

som é gravado vindo de plataforma de gelo na Antártica

Cientistas que monitoram a plataforma de gelo de Ross, na Antártica Ocidental, capturaram a estranheza acústica. Usando uma série de sensores sísmicos ultra-sensíveis, eles gravaram um som que se encaixaria perfeitamente em uma casa assombrada de Halloween, ou como a trilha sonora de um filme B dos anos 1950 sobre alienígenas que chegam à Terra. Mas além de assustadores, os sons revelam como vários processos, desde os ventos até o aquecimento, estão mudando o gelo da Antártica.

Em 2014, pesquisadores estavam instalando equipamentos sísmicos na plataforma de gelo Ross, o maior bloco de gelo flutuante da Antártica, para estudar a crosta e o manto abaixo dela. Eles esperavam encontrar respostas para as mudanças sazonais na massa da plataforma de gelo, “e em vez disso encontraram estranhas anomalias espectrais que não tinham explicações fáceis, sugerindo ondas sísmicas presas de alta frequência nos dois primeiros metros de neve”.

Em essência, mudanças na superfície ficam presas como ondas sísmicas que ondulam através da plataforma de gelo. A equipe documentou essas ondas em um artigo da Geophysical Research Letters divulgado na terça-feira (16). Eles também publicaram alguns dos sons que capturaram ao longo de mais de dois anos de gravação contínua:

Esses dois metros de neve e gelo soltos são chamados de firn e são muito vulneráveis ​​ao que está acontecendo acima do superfície, de mudanças no vento a mudanças na temperatura. E, com o equipamento sísmico sensível enterrado abaixo da superfície, os pesquisadores foram capazes de documentar intimamente muito mais do que apenas mudanças sazonais.

A frequência da melodia mudou depois que as tempestades passaram, o que por si só é interessante. Mas o que realmente se destacou foi um período quente de janeiro de 2016, quando as temperaturas subiram acima do congelamento. O tom da melodia caiu durante esse trecho, indicando que a neve e os pedaços de gelo derreteram, diminuindo a propagação das ondas sísmicas através da firn. Mais importante, a queda do tom não se inverteu depois que as temperaturas esfriaram, indicando mudanças permanentes ou semipermanentes na camada de firn

…Esse tipo de monitoramento poderia fornecer mais conteúdo para trilha sonora de filmes de terror, embora, se estamos sendo reais, o que está acontecendo na Antártica é assustador o suficiente por si só.

(Fonte)


O continente antártico tem, desde que foi descoberto, surpreendido os cientistas com os mais variados fenômenos estranhos, nunca antes vistos em outras partes do planeta. Não é para menos que muitos teóricos da conspiração surgiram com teorias extraordinárias sobre a Antártica.

Quem sabe se eles não estão corretos em pelo menos algumas dessas teorias?

n3m3

Loading...

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh