web analytics

Toda missão da NASA deverá procurar por vida alienígena, segundo relatório encomendado pelo Congresso – EUA

 

Toda missão da NASA deverá procurar por vida alienígena

A busca por sinais de vida alienígena deve fazer parte de todas as missões futuras da NASA, escreveram pesquisadores em um novo relatório.

De autoria por 17 cientistas, o relatório obrigatorio encomendado pelo Congresso foi revelado em 10 de outubro pelas National Academies of Sciences, Engineering, and Medicine (NASEM). O relatório enfatizou a importância de incluir a astrobiologia – o estudo de como a vida se originou na Terra e como ela poderia evoluir em outras partes do universo – em todas as fases de todas as missões da NASA destinadas ao espaço, “desde a concepção e conceituação, até o planejamento e desenvolvimento, às operações.”

Por que agora? Nos últimos anos, os astrofísicos detectaram milhares de exoplanetas e os biólogos estão descobrindo novos conhecimentos sobre a complexidade e a diversidade da vida na Terra, disseram os autores em um comunicado. Essas descobertas reforçam a possibilidade de que a vida possa existir em outros mundos e, portanto, todas as missões de exploração espacial devem incorporar tecnologia para encontrar vestígios de organismos alienígenas, de acordo com o relatório.

Nossa visão atual do universo é mais apinhada com planetas do que nunca; os 2.300 exoplanetas confirmados, descobertos pela missão Kepler da NASA, levaram a estimativas de que seis de cada 10 estrelas poderiam hospedar planetas semelhantes à Terra, disse Alan Boss, astrônomo do Instituto Carnegie para a Ciência, em Washington, DC, e co-autor do relatório.

O grande número de exoplanetas conhecidos oferece oportunidades interessantes para encontrar bioassinaturas – marcadores químicos que indicam sinais de vida, explicou Boss.

A astrobiologia representa uma gama de disciplinas científicas, como física, química, biologia, astronomia e ciência planetária, de acordo com o relatório. Individualmente e juntos, essas áreas de especialização ajudam a reunir o quebra-cabeça de como a vida poderia emergir e evoluir em mundos diferentes da Terra, e avanços recentes no campo – particularmente nos últimos três anos – exigem uma nova estratégia que fortaleça o papel da astrobiologia nas missões da NASA, representantes do NASEM disseram em um comunicado.

No relatório, os cientistas recomendaram que a NASA acelere o desenvolvimento de tecnologias para detectar organismos microscópicos, citando a atual falta de um único ‘instrumento pronto para voar’ que possa viajar para um mundo distante e medir a composição de seus elementos, minerais e matéria orgânica.

O relatório também sugeriu que os sistemas de imagem direta que suprimem a luz das estrelas devam ser usados ​​fora do nosso sistema solar, para melhorar a detecção de bioassinaturas de planetas que possam orbitar essas estrelas. A NASA também pode planejar mais missões que espiem sob a superfície de exoplanetas – mundos rochosos, gelados ou oceânicos – para encontrar vida alienígena subterrânea, segundo o relatório. Entretanto, os esforços para localizar nossos vizinhos extraterrestres, seja em nosso próprio sistema solar ou a anos-luz de distância, precisarão de mais do que apenas tecnologia. Promover a colaboração e cooperação com agências espaciais internacionais, pessoas físicas e instituições filantrópicas será tão importante para a NASA quanto desenvolver e implementar recursos tecnológicos, e essas parcerias “têm o potencial de avançar rapidamente na busca por vida”, escreveram cientistas no relatório.

(Fonte)


Realmente não custava nada para a NASA já ter enviado em todas as suas sondas para planetas em nosso sistema solar um instrumento para medição de organismos microscópicos… ou será que já não tem feito isto por muito tempo, e simplesmente está ocultando o resultado do público em geral?

Na verdade, a agência espacial já o fez sim, e depois que seu cientista descobriu vida microbiana em Marte, ela simplesmente contestou os resultados e declarou o caso como sendo encerrado. E, supostamente, nunca mais enviou um instrumento para conferir se aquele resultado estava mesmo equivocado.

Quando se trata de uma questão tão impactante quanto a comprovação de vida fora da Terra, a NASA é a primeira a contestar tudo que é descoberto. Não esperem muito como resultado do relatório encomendado pelo Congresso dos EUA.

Sim, a NASA ocultou a existência de vida em Marte!

n3m3

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh