web analytics

A Lua passou na frente do Sol duas vezes no mesmo dia. Mas isto tem algo a ver com o fechamento do Observatório Solar?

Veja abaixo a nota liberada pela NASA sobre dois trânsitos lunares que ocorreram no mesmo dia. E qual é a diferença disso para um eclipse?  Explicarei no final do artigo:

Lua passou na frente do Sol duas vezes no mesmo dia

Em 9 de setembro de 2018, o Solar Dynamics Observatory da NASA, SDO, viu dois trânsitos lunares quando a Lua passou em frente ao Sol. Um trânsito acontece quando um corpo celeste passa entre um corpo maior e um observador. Este primeiro trânsito lunar durou uma hora, das 16h30 às 17h30. EDT (horario da Costa Leste dos EUA) e obscureceu 92 por cento do Sol no pico de sua jornada. O segundo trânsito aconteceu várias horas depois às 21h52. e durou um total de 49 minutos, terminando às 22h41 EDT. Esse trânsito apenas obscureceu 34% do Sol em seu pico.

Assista ao filme aqui para ver como – da perspectiva do SDO – a Lua parece ir em uma direção e depois mudar de direção para cruzar a Lua novamente. A Lua, na verdade, não muda de direção, mas parece que a perspectiva da SDO é baseada no fato de que a órbita da espaçonave basicamente alcança a Lua durante o primeiro trânsito.

Como a Lua não tem uma atmosfera, quando ocorre um trânsito lunar, nenhuma luz do Sol é distorcida, permitindo uma visão distinta da superfície da Lua. Embora pareça lisa de longe, a superfície da Lua é acidentada, polvilhada de crateras, vales e montanhas.

O SDO capturou essas imagens em um comprimento de onda de luz ultravioleta extrema que mostra o material solar aquecido a mais de 10 milhões de graus Fahrenheit. A luz ultravioleta extrema é tipicamente invisível ao olho humano, mas satélites como o SDO nos permitem observar o movimento rodopiante na atmosfera do Sol visível apenas nesses comprimentos de onda.

(Fonte)


Como este fenômeno não pôde ser visto aqui na Terra, projetando uma sombra na superfície do nosso planeta, mas foi visto a partir de um satélite que estava em órbita do Sol, ele não é um eclipse. 

Mas voltando ao que realmente interessa, este evento causou muita estranheza junto aos teóricos da conspiração, que o associaram à evacuação e fechamento pelo FBI do Observatório Solar Nacional dos EUA e uma agência de correios próxima, no estado do Novo México, no dia 6 de setembro, sem que fosse dada qualquer satisfação aos funcionários daquelas instalações.

Como era de se esperar, agora há muitos vídeos publicados no YouTube e no Facebook, dizendo, ou que ocorreu uma super ejeção solar, ou que há objetos (naves) ao redor do Sol, e por isso o FBI teria fechado aquelas instalações.

É claro, isto é algo dúbio, pois há muitos mais observatório solares ao redor do mundo, e se algo tivesse sido detectado ao próximo do Sol, algum outro astrônomo teria dado com a língua nos dentes.

Assim, o caso do fechamento daquelas instalações pelo FBI continua sendo um mistério.

E retornado ao trânsito lunar, é interessante como a Lua no gif acima passa em uma direção na primeira vez, e na segunda vez vem ao contrário. Se algum leitor tiver uma explicação para isso, a área de comentários fica à disposição.

n3m3

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh