web analytics

A procura por extraterrestres e os sinais interestelares perigosos

O artigo abaixo, publicado no site messagetoeagle.com, demonstra perfeitamente o estado mental humano sobre o contato com civilizações de fora da Terra.

Mas será mesmo que este é o nosso estado mental geral, ou é algo que aqueles que estão no poder querem incutir em nossas cabeças?

Veja:

A procura por extraterrestres e os sinais interestelares perigosos

Em um mundo distante, em algum lugar, poderia haver seres alienígenas esperando por nossa transmissão. Como eles reagirão quando um dia ouvirem algo vindo de nós?

O espaço é vasto. Eles podem estar lá fora, esquadrinhando os céus e ouvindo. Queremos que eles nos ouçam?

Vários anos atrás, captamos um sinal misterioso do espaço que nunca foi explicado. O sinal foi ouvido em três ocasiões diferentes e se originou em uma região do espaço entre as constelações de Peixes e Áries.

Podemos supor que as civilizações extraterrestres avançadas podem apreciar os benefícios da transmissão para o espaço, como um bom meio de estabelecer comunicação com outra forma de vida alienígena inteligente.

Nós, humanos, também estamos ansiosos para aprender sobre outras civilizações alienígenas, e uma forma de contatar outras culturas alienígenas é através de sinais interestelares.

No entanto, devemos nos perguntar se a transmissão de mensagens de rádio para o espaço representa um risco para a civilização humana?

De acordo com cientistas do Blue Marble Space Institute of Science, da Universidade da Califórnia, em Los Angeles, e da Universidade do Estado da Pensilvânia, há vários fatores que devemos considerar ao enviar sinais ao espaço.

Jacob Haqq-Misra, Michael Busch, Sanjoy Som e Seth Baum, escrevem em seu artigo de ciência “The Benefits and Harms of Transmitting Into Space”  (Os Benefícios e Danos da Transmissão Para o Espaço) que mensagens para inteligência extraterrestre (METI) poderiam ser prejudiciais para nós, se não tivermos sorte.

Os benefícios da comunicação de rádio na Terra provavelmente superam os danos potenciais de detecção por observadores extraterrestres; no entanto, a incerteza em relação ao resultado do contato com seres extraterrestres cria dificuldade em avaliar se deve-se ou não engajar em METI de longo prazo e em larga escala.

Esforços para enviar mensagens a potenciais observadores extraterrestres levantaram preocupações de que tais ações possam provocar atenção indesejada.

Transmissões similares no espaço, apesar de não intencionais, ocorrem como resultado da comunicação por rádio na Terra e representam riscos semelhantes. As ondas eletromagnéticas têm sido usadas para se comunicar por mais de cem anos.

Transmissões de televisão, conversas por telefone celular, transmissões via satélite e radares militares, civis e astronômicos usam parte do espectro eletromagnético – particularmente rádio e microondas – para transmitir informações codificadas de um remetente para um observador.

Essas tecnologias transformaram a comunicação em todo o mundo e permitiram o vôo espacial humano e a exploração robótica do sistema solar. Quase todas as transmissões eletromagnéticas terrestres usadas para comunicação também irradiam para o espaço.
Embora esses sinais diminuam de intensidade à medida que se afastam da Terra, essa radiação de vazamento pode ser detectada em distâncias interestelares com um telescópio suficientemente sensível.

Ambos os sinais deliberados de METI e radiação de fuga não intencional contribuem para a emissão global de rádio da Terra.

Tem havido a preocupação de que essa assinatura de nossa civilização tecnológica possa constituir um risco, pois revela nossa localização na galáxia para quaisquer civilizações extraterrestres potencialmente hostis.

Tem havido muito debate se devemos tentar entrar em contato com outras espécies alienígenas inteligentes ou não. Obviamente, as opiniões estão divididas.

Alguns argumentaram que “as transmissões METI não representam um risco significativo, porque qualquer observador extraterrestre seria capaz de estabelecer a presença de vida na Terra pelo espectro da luz solar ultravioleta, óptica e infravermelha refletida no espaço a partir da superfície e da atmosfera. Um observador extraterrestre também poderia aprender sobre nossa civilização tecnológica detectando a iluminação noturna artificial de grandes áreas urbanas.

Os otimistas sugerem que o contato com extraterrestres poderia trazer grandes benefícios para a humanidade, enquanto outros observam que o contato com as civilizações tecnológicas muitas vezes resultou no colapso das sociedades da idade da pedra na Terra.

O contato com extraterrestres pode resultar em várias consequências, portanto, se o risco de transmissão para o espaço for diferente de zero, então as transmissões para o espaço devem ser permitidas, regulamentadas ou banidas?

Se as atividades humanas podem ser detectadas em distâncias astronômicas, a humanidade deveria cessar ou tentar disfarçar tais ações?

O METI aumenta significativamente os riscos para a Terra e para a civilização humana?

Como nosso conhecimento de civilizações alienígenas inteligentes avançadas é inexistente, não há como responder a essas perguntas. Não sabemos como os observadores extraterrestres reagiriam se interceptassem uma mensagem proveniente da Terra.

Talvez eles sejam hostis, mas poderiam ser igualmente compassivos e tolerantes com outras espécies. Só podemos especular, porque nos falta os meios para entrar na mente dos alienígenas.

No entanto, conhecemos nossa própria raça e sabemos que sem curiosidade científica não há progresso. Os humanos sempre foram curiosos e nós assumimos os riscos. Se nunca nos encontrarmos ou entrarmos em contato com qualquer outra espécie alienígena inteligente, independentemente do resultado, nunca obteremos uma resposta para uma das perguntas mais importantes que tem nos assombrado por um longo tempo: ‘Estamos sozinhos no Universo?’

O dia em que tivermos a prova definitiva de que não estamos sozinhos, tudo vai mudar. O momento do primeiro contato provavelmente significará o fim do mundo como o conhecemos.

(Fonte)


Interessante que os cientistas da tendência predominante vivem dizendo que as viagens interestelares são proibitivas para qualquer um, devido às vastas distâncias entre sistemas solares.  Então por que se preocuparem tanto a respeito de uma civilização hostil escutar nossas transmissões?

De qualquer forma, alguém de fora de nossa Terra já está aqui, pois o fenômeno dos OVNIs já foi comprovado sem sombra de dúvida. Resta saber, quem está pilotando esses objetos.

Isto significa que alguém já sabe – por centenas, ou talvez milhares de anos, como mostram os registros – que estamos aqui. E se eles quisessem fazer uma invasão estilo Hollywood, já o teriam feito há muito tempo, antes mesmo de termos a chance de desenvolvermos os armamentos nucleares que temos hoje.

Mas é claro, isto não significa que já não fomos invadidos de alguma outra forma que nem sequer podemos imaginar.

Mas isto é assunto para outra matéria…

n3m3

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh