web analytics

Estaria o mistério das mortes no Passo Dyatlov prestes a ser desvendado?

Em 28 de janeiro de 1959, dez esquiadores, oito homens e duas mulheres, saíram para uma expedição de esqui na Montanha Otorten, situada na região norte dos Urais, na Rússia. Yury Yudin (o único sobrevivente), ficou doente durante a última parada antes de seu destino e deixou o grupo.  Essa seria a última vez que ele viria vivo o grupo de amigos .

Assim começou um artigo publicado aqui no OH em abril de 2013, relatando a história das misteriosas mortes que ocorreram na Rússia, naquele fatídico dia de 1959.

Mas como para todo o mistério há uma solução, agora há pistas sobre o que poderia ter acontecido àquelas pessoas.

Veja:

mistério das mortes no Passo Dyatlov prestes a ser desvendado

Uma descoberta interessante feita no Passo Dyatlov da Rússia pode lançar uma luz sobre o mistério do que matou nove pessoas naquele local.

Localizada nos Montes Urais, a área remota do sertão russo, tornou-se famosa no folclore paranormal depois de um incidente de 1959 que viu uma grupo de caminhada perecer em circunstâncias bizarras. Apesar de uma investigação contemporânea de autoridades russas e décadas subsequentes de estudo de pesquisadores independentes, a causa do estranho evento nunca foi totalmente determinada.

No entanto, uma descoberta feita por um turista que visitou a área poderia ser uma pista no caso ou ainda outro lampejo de falsa esperança para aqueles que desejam ver o mistério resolvido.

O indivíduo não identificado teria encontrado uma peça intrigante de metal enquanto visitava a área em 2008.

Notavelmente, a descoberta só foi confirmada recentemente, depois que uma expedição finalmente saiu para o local específico para verem o objeto por si mesmos e trazê-lo de volta à civilização para ser estudado.

Pesquisadores da Rússia dizem que o misterioso fragmento de metal, que mede cerca de um metro de comprimento por 90 centímetros de largura, parece ser algum tipo de entulho de um míssil intercontinental. Embora seja difícil entender que uma prova do incidente do Passo de Dyatlov poderia ter sobrevivido aos montes Urais por quase sessenta anos, a natureza extremamente remota do local deixa em aberto esta possibilidade.

Presumivelmente, um exame do metal permitirá que ele seja identificado, por sua vez, colocando-o dentro de um período de tempo que revelará se ele está ou não conectado ao caso.

Se for provado que o metal veio de um míssil sendo usado ou testado no momento em que os alpinistas morreram, ele acrescentaria uma força considerável à longa suspeita de que aquelas pessoas foram vítimas de algum tipo de arma que era clandestina na época.

(Fonte)


Para saber os detalhes sobre o mistérioso ‘Caso Dyatlov’, acesse o artigo abaixo:

Você conhece o mistérioso ‘Caso Dyatlov’?

n3m3

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh