web analytics

Abdução alienígena: 45 anos depois, homem quebra seu silêncio

Em 11 de outubro de 1973, Calvin Parker, Jr. e Charles Hickson relataram terem sido abduzidos por alienígenas em Pascagoula, Mississippi, nos EUA. Décadas mais tarde, em uma rara entrevista à Associated Press, Parker rompe seu silêncio e mantém sua história.

Foi um evento que ele relutou em falar, mas moldou grande parte de sua vida. Calvin Parker, agora morando em Moss Point, junto com o amigo Charles Hickson, afirmou que eles foram abduzidos por alienígenas enquanto pescavam no rio Pascagoula, e agora Parker escreveu um livro que ele espera que esclareça o registro.

Abdução alienígena: 45 anos depois, homem quebra seu silêncio

Nesta foto de 9 de outubro de 2013, Calvin Parker, Jr., posa para uma foto em sua casa em Moss Point, Mississipi. Parker e seu colegamCharles Hickson foram supostamente abduzidos por alienígenas em 11 de outubro de 1973, nas margens do rio Pascagoula. O incidente fez manchetes, provocou avistamentos de OVNIs em todo o país, e se tornou um dos casos mais amplamente examinados. (Foto: Arquivo/AP)

“Pascagoula — The Closest Encounter, My Story” (Pascagoula – O Contato Mais Imediato, Minha História – título em tradução livre, n3m3) foi recentemente publicado. Ele contém o primeiro relato completo do evento dado por Parker e como isso afetou sua vida. O livro inclui fotos, documentos e artigos de jornal escritos ao longo dos anos. Ele também marca a primeira vez que uma transcrição de uma sessão de hipnose com Parker foi publicada.

Parker espera que isso deixe as coisas claras.

Ele disse:

Era 11 de outubro de 1973. Nós saímos do trabalho naquele dia e um amigo meu, ele e eu, fomos pescar.

O antigo estaleiro abandonado; eles tinham um pequeno cais na frente e estávamos naquele cais. Vou adivinhar que eram cerca de seis horas da noite. Começara a escurecer, mas havia uma Lua brilhante.

Parker disse que notou a luz azul refletida na água e seu pensamento inicial foi de que policiais chegaram para dizer aos dois pescadores que precisavam deixar a propriedade.
No entanto, quando olhou para cima, Parker percebeu que a luz vinha de uma nave como nada que ele já tivesse visto.

Ele informou:

Uma grande luz saiu das nuvens. Era uma luz ofuscante.

Era difícil dizer com as luzes tão brilhantes, mas parecia que tinha a forma de uma bola de futebol. Eu diria, apenas estimando, (tinha ) cerca de 80 pés (24 metros). (Emitiu) muito pouco som. Foi apenas um ruído sibilante.

Então a situação se tornou mais surreal. Parker disse que três criaturas sem pernas flutuaram da nave. Um não tinha pescoço com pele cinza enrugada. Outro tinha um pescoço e parecia mais feminino. Parker descreveu as mãos como se fossem em forma de luvas de dois dedos, ou garras de caranguejo.

Quando uma das criaturas colocou uma de suas garras ao redor de seu braço, Parker disse que estava aterrorizado, mas então outra sensação veio sobre seu corpo.

Ele disse:

Acho que eles nos injetaram algo para nos acalmar. Eu estava meio entorpecido e acompanhei o programa.

Parker disse que as criaturas flutuaram ele e Hickson até a nave e realizaram exames físicos nos dois.

Então eles foram levados de volta para a margem do rio.

Parker disse que não queria contar a ninguém o que aconteceu, mas Hickson o convenceu do contrário. Os dois contataram a Base Aérea Keesler, mas foram informados de que deveriam chamar as autoridades locais. Então, eles contataram o escritório do xerife do condado de Jackson.

Segundo Parker, os dois passaram em testes de sobriedade, assim como testes de polígrafo. Parker disse que também passou por um teste de estresse de voz.

A provação parecia ter acabado, mas para Parker, estava apenas começando. A notícia se espalhou pelo mundo e, de acordo com as notícias, Hickson não se esquivou da atenção. Parker, por outro lado, não queria isso. Nos anos que se seguiram, ele disse que mudou de emprego e se mudou para outras cidades quando as pessoas perceberam quem ele era.
Era apenas algo que ele não queria discutir.

Ele declarou:

Serão 45 anos em outubro. Eu nunca falei sobre isso, nem queria falar sobre isso.

Tenho muito poucos amigos, mas eles são verdadeiros amigos. Eles nunca perguntaram sobre isso e eu nunca falei sobre isso. Minha família nunca fala sobre isso.

Depois de décadas, em grande parte não discutindo sobre o evento, Parker começou a mudar de ideia depois de assistir a um funeral, onde ele entrou em contato com pessoas que ele não via há muitos anos e sentia que eles concentravam mais atenção nele do que no falecido.

Ele disse:

Eu assinei a lista de visitas no funeral e as pessoas reconheceram o nome. Por respeito à família, simplesmente fui embora.

Minha esposa disse-me a caminho de casa: “Você precisa escrever sobre isso”.

Parker considerou o que aconteceu no funeral, os anos de especulação sobre o que aconteceu naquela noite no rio e sua saúde.

Ele finalmente concordou:

Senti que todos mereciam uma explicação.

Todo mundo tem uma data de validade e eu queria mostrar isso antes de morrer. Tive algumas experiências de quase morte e estou com má saúde. Eu só queria fazer isso.

Para Parker, o livro é provavelmente um peso tirado de seus ombros. Para amigos, familiares e outros interessados ​​em seu lado da história, deve ser esclarecedor.

No entanto, Parker disse que há algumas perguntas que podem nunca ser respondidas:

Eu me pego pescando à noite, olho para cima e me pergunto de onde vieram e até onde viajaram e por que precisaram me abduzir.

(Fonte)


Talvez o caso mais emblemático de abdução alienígena tenha sido o de Betty e Barney Hill, onde até mesmo um mapa estelar teria sido mostrado pelos alienígenas à Betty, o que, entre outras coisas, respalda a veracidade dessa abdução.

Para saber mais detalhes sobre o caso de Betty e Barney Hill, acesse o artigo abaixo:

Conheça o caso de abdução de Betty e Barney Hill

n3m3

Loading...

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh