web analytics

A comunicação telepática é só uma questão de tempo – Gêmeas siamesas revelam como

Muitos supostos contatados – aqueles que alegam ter tido comunicação direta com alienígenas – dizem que conseguiam “conversar” com os visitantes através de telepatia. Este fato por si só tem sido usado como forte argumento por aqueles que duvidam da visita extraterrestre ao nosso planeta, pois dizem que este tipo de comunicação é impossível.

Contudo, a ciência agora começa mostrar que esta é uma real possibilidade. Mesmo que isto não prove que aquelas pessoas realmente tiveram contato com alienígenas, pelo menos num futuro próximo será algo que os céticos não poderão usar como  argumento.

Veja abaixo um artigo interessante sobre gêmeas siameses que, embora seus cérebros sejam separados, conseguem comunicação telepática e assim mostram aos cientistas como transformar isto em realidade para todos nós:

comunicação telepática

O documentário da CBC capturou um dia na vida das gêmeas colombianos britânicos Tatiana e Krista. (Website: cbc.ca)

Apesar de terem cérebros separados, as gêmeas no Canadá podem comunicar pensamentos e ver ou sentir a entrada sensorial da outra, mesmo que seus olhos estejam fechados, despertando assim a atenção de cientistas de um desenvolvedor de inteligência artificial (IA).

O Dr. Phillip Alveda, diretor executivo fundador da Corticol.ai, disse que a ressonância magnética funcional (FMRI) mostrou que os cérebros das gêmeas estavam conectados através de uma única passagem que levava a cada tálamo.

Ele disse:

É através de cerca de dois milhões de neurônios, apenas dois milhões, que podem transmitir emoção, consciência, sensação, visão, audição.

Agora temos um projeto para uma interface direto de um cérebro para outro.

Ele disse que sua equipe já havia apontado o tálamo como um alvo potencial para uma interface de implante quando eles se depararam com os gêmeos siameses em um documentário da CBC.

O Dr. Alveda disse:

Encontrar os gêmeos e ver o código entre os diferentes hemisférios do cérebro e dizer: ‘Oh meu Deus, se conseguirmos replicar apenas esse código, poderemos transmitir o código com certeza’, é como uma validação.

Interface será implantada dentro de dois anos

Falando na conferência tecnológica Hybrid World Adelaide desta semana, na Austrália, o Dr. Alveda disse que uma equipe universitária de Rice e Yale criou uma interface com a consistência de lenço de papel que poderia ser colocada sobre o cérebro abaixo do crânio para decodificar e ativar os neurônios.

Financiado pela US Defence Advanced Research Projects Agency – DARPA (Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa dos EUA), onde o Dr. Alveda era um ex-diretor de programa, o trabalho é voltado para compensar a cegueira ou a surdez de uma pessoa ao entregar informações digitais diretamente em partes do cérebro que a processam.

Ele disse que a tecnologia foi implantada em roedores e ‘primatas quase humanos’ e, dentro de dois anos, estaria operando nos primeiros pacientes humanos.

O Dr. Alveda disse que tal trabalho estava ajudando os cientistas a compreenderem como a visão ou a audição era representada através de ‘código’ no cérebro e movia o trabalho para o “sonho de poder ver com os olhos de outra pessoa”.

Se eu tivesse um implante e você tivesse um implante, você poderia dizer: ‘Ei, eu não consegui chegar ao recital da minha filha, querida, então você pode ligar o implante para que eu possa assistir?’

Os implantes serão menos invasivos

O Dr. Alveda disse que validar a perspectiva de uma interface do tálamo significava que é “apenas uma questão de tempo” até que o hardware “se torne mais miniaturizado e mais facilmente implantável”.

Podemos ter comunicação telepática, não apenas de visão, mas de toda a nossa consciência cognitiva.

Imagine essa situação. Não é uma questão de se, é uma questão de quando.

O Dra. Alveda disse que os regulamentos da Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA) significa que implantes ‘invasivos’ que requeriam que um crânio fosse aberto só poderiam ser usados ​​para beneficiar pessoas que estivessem dispostas a correr riscos cirúrgicos para superar um ‘déficit sério’.

Ele disse:

Eles vão estar dentro de pessoas dentro de dois anos.

Mas para você e eu, temos que esperar mais algumas gerações para se tornar menos invasivo.

Talvez seja em um boné de beisebol ou uma tiara ou óculos, mas a cada seis meses, temos uma nova geração que é menor e mais poderosa.

Eu acho que a interface geral vai acontecer no meu tempo de minha vida.

Entre outros assuntos, o Dr. Alveda falou sobre o projeto de sua equipe para desenvolver um cerebelo sintético.

Sua equipe tem foco na criação de Inteligência Artificial (IA) antropomórfica, ou humanizada, e está trabalhando para criar personalidades sintéticas nas quais as pessoas possam confiar.

Suas primeiras aplicações seriam usadas para medicina e cirurgia e para cuidar dos idosos, com a versão inicial do Corticol.ai prevista para ser operada em cerca de seis meses…

(Fonte)


Será que já não possuímos esta condição sem a necessidade de implantes, mas ela não foi “treinada” para ser usada efetivamente, ou talvez necessite de algum tipo de amplificador? Seria possível que estes alienígenas que supostamente se comunicam de forma telepática servem de amplificadores, permitindo assim que os humanos se comuniquem com eles por este meio?

Tudo isso é especulação, mas levando em consideração que nossa tecnologia está prestes a fazer este grande salto em comunicação telepática, não é de se duvidar de nada mais.

n3m3

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh