web analytics

Inteligências cósmicas podem estar combatendo a expansão da energia negra

Embora esta assunto já tenha sido tratado aqui no OH anteriormente, desta vez ele está apresentado com um pouco mais de detalhamento.

Se este cientista estiver certo, então outros astrônomos poderiam localizar de forma mais assertiva se certas regiões a galáxia contêm civilizações alienígenas super avançada.

Veja:

Inteligências cósmicas

“A presença de energia escura em nosso universo está fazendo o espaço se expandir em um ritmo acelerado … (e) nos próximos 100 bilhões de anos, todas as estrelas além do Grupo Local … se tornarão não apenas inobserváveis, mas inteiramente inacessíveis. … (Para contrabalançar a perda de estrelas, poderia haver) assinaturas observáveis ​​de uma civilização em outras partes do universo que está atualmente em um estado de colheita estelar ”. – Dan Hooper, Ph.D., Fermi Nat’l. Accelerator Laboratory, Center for Particle Astrophysics, Batavia, Illinois

Em 13 de junho de 2018, no repositório público da Universidade de Cornell, arXiv, num arquivo de livre acesso a e-papers científicos, havia o provocativo título de Dan Hooper, o qual também faz parte do Departamento de Astronomia e Astrofísica da Universidade de Chicago e no Kavli Inst. para a física cosmológica.

O artigo também foi submetido ao JCAP, Journal of Cosmology e Astroparticle Physics para publicação.

Dan Hooper, Ph.D., Astrofísico

Em seu resumo de abertura, o Prof. Hooper escreve:

A presença da energia escura em nosso universo está fazendo com que o espaço se expanda em um ritmo acelerado. Como resultado, nos próximos 100 bilhões de anos, todas as estrelas que residem além do Grupo Local estarão além do horizonte cósmico e tornar-se-ão não apenas inobserváveis, mas inteiramente inacessíveis, limitando a quantidade de energia que um dia poderá ser extraída delas (sóis)..

[Nota do Editor: O Grupo Local astronômico é a parte do nosso universo que contém a Via Láctea e outras 54 galáxias, a maioria delas galáxias anãs.]

Aqui, consideramos a provável reação de uma civilização altamente avançada a esta situação. Em particular, argumentamos que, para maximizar seu acesso à energia utilizável, uma civilização suficientemente avançada escolheria expandir-se rapidamente para fora, construir Esferas de Dyson ou estruturas semelhantes em torno de estrelas encontradas e usar a energia que é aproveitada para acelerar essas estrelas longe do horizonte que se aproxima e em direção ao centro da civilização.

Numa escala Kardashev (de 1964) de civilizações cósmicas e suas produções energéticas, o astrônomo soviético Nikolai Kardashev propôs que existissem civilizações do Tipo I capazes de colher toda a energia que chega ao seu planeta habitado a partir de sua estrela hospedeira. As civilizações do tipo II podem aproveitar a energia total da estrela-mãe de seu planeta com uma tecnologia mostrada aqui na ilustração conceitual chamada ‘Esfera de Dyson’. As faixas de ouro circundantes abrangem toda a estrela e transferem a energia da estrela para o planeta da civilização Tipo II. Uma civilização ainda mais avançada do Tipo III pode coletar energia estelar suficiente para toda uma civilização galáctica.

… (Isto) poderia levar à colheita de estrelas dentro de uma região estendendo-se a várias dezenas de milhões de parsecs (Mpc) em raio, aumentando potencialmente a quantidade total de energia que está disponível para uma civilização futura por um fator de vários milhares. Também discutimos as assinaturas observáveis ​​de uma civilização em outras partes do universo que atualmente está nesse estado de colheita estelar.

Alguma Evidência da Colheita Estelar Atual?

Em uma seção de seu artigo intitulado “New Observational Signatures of Advanced Civilizations”  (Novas Assinaturas Observacionais de Civilizações Avançadas), o Prof. Hooper escreve:

Realizamos nossos cálculos para o caso de uma civilização avançada que se expande para fora da Via Láctea (ou Grupo Local) começando no tempo atual. É claro que é possível, no entanto, que a vida já tenha evoluído em outras partes do nosso universo e que civilizações muito mais avançadas do que a nossa já possam existir dentro do nosso volume do Hubble. Se este for o caso, então elas já começaram a coletar estrelas de seu ambiente cosmológico circundante, alterando a distribuição de estrelas e levando a assinaturas potencialmente observáveis ​​de tais evidências de coleta de estrelas.

O Prof. Hooper propõe que, se as Civilizações do Tipo II e III estão deslocando estrelas para a coleta de energia, a propulsão estelar seria visível:

Essa aceleração dos sóis exigiria necessariamente grandes quantidades de energia e provavelmente produziria fluxos significativos de radiação eletromagnética.
… O espectro de luz das estrelas de uma galáxia que teve suas estrelas úteis colhidas por uma civilização avançada seria dominado por estrelas massivas que atingem picos de comprimentos de onda maiores do que de outra forma seria o caso.”

Assim, as buscas por estrelas em movimento que gerariam grandes fluxos de radiação eletromagnética, além de espectroscopia detalhada de galáxias próximas, poderiam encontrar evidências de que algumas estrelas neste universo estão sendo colhidas para energia, a fim de suportar planetas e galáxias, enquanto a energia escura continua empurrando as estrelas do universo uma para longe da outra.

(Fonte)


Cientistas humanos vislumbram tais teses, mas talvez a realidade do nosso cosmos seja ainda mais estranha do que conseguimos imaginar.

n3m3

Loading...

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh