web analytics

Tempestade em Marte intensifica. Poderá cobrir todo o planeta!

Tempestade em Marte intensifica

Esta série de imagens mostra visualizações simuladas de um céu marciano escurecendo o Sol do ponto de vista do jipe-sonda Opportunity da NASA, com o lado direito simulando a visão atual do Opportunity na tempestade de poeira global (junho de 2018). À esquerda começa com um céu brilhante no meio da tarde, com o Sol aparecendo. À direita mostra o Sol tão obscurecido pela poeira que parece um buraco de agulha.
NASA / JPL-Caltech / TAMU

A grande tempestade de poeira em Marte se espalhou para cobrir um quarto do planeta. E o jipe-sonda Opportunity ficou em silêncio.

Os engenheiros da NASA tentaram entrar em contato com o Opportunity em 12 de junho, mas não o ouviram, provavelmente porque a carga em suas baterias caiu abaixo de 24 volts. Nesse ponto, o jipe-sonda entra no modo de baixa energia, onde tudo está desligado, exceto o relógio da missão.

O relógio está programado para despertar o computador, para que ele possa verificar os níveis de energia. Se não houver o suficiente, o jipe-sonda voltará a dormir até a próxima verificação.

O satélite Mars Reconnaissance Orbiter da NASA fotografou a tempestade de poeira no início de junho. A tempestade continua a se espalhar e pode cobrir todo o planeta. Sistemas de Ciência Espacial da NASA / JPL-Caltech / Malin

A cobertura de poeira agora é extrema na localização do Opportunity, com a tempestade igual à área combinada da América do Norte e da Rússia. Os engenheiros da missão acreditam que pode não haver luz solar suficiente para carregar as baterias nos próximos dias. A preocupação é que, sem energia da bateria, o jipe-sonda não conseguirá manter seus componentes eletrônicos vivos. Felizmente, a estação é primavera no hemisfério sul do planeta, e as temperaturas estão se aquecendo. Os cientistas da missão pensam que, mesmo que a tempestade continue a escurecer o céu e roubar a luz solar necessária para produzir eletricidade, as temperaturas não cairão abaixo da temperatura mínima permitida do Opportunity.

O céu diurno no Opportunity parece tão preto quanto a noite. De volta à Terra, uma série de características marcianas desapareceram de vista através do telescópio. Nas tempestades de poeira globais anteriores, o planeta parece ficar todo alaranjado. Grandes tempestades como essa levam de várias semanas a vários meses para serem eliminadas. É uma chatice se você estiver esperando ansiosamente pela aproximação mais próxima de Marte com a Terra em 15 anos. .

Closeup da órbita de uma tempestade de poeira em Marte em novembro de 2007. NASA

Mas vamos ser otimistas. As diferenças de temperatura e pressão atmosférica geram ventos. Ventos levantam poeira e fazem o processo funcionar. Mas uma vez que a atmosfera está carregada de poeira, essas variações se acalmam, as temperaturas se estabilizam e a tempestade se deteriora. Com a velocidade do vento caindo, a poeira cai  e o céu fica claro. Logo, esperamos!

(Fonte)


Imaginem só: mesmo com a atmosfera extremamente rarefeita, como a NASA diz que ela é, Marte ainda sofre com esses eventos climáticos.

Muito interessante.

n3m3

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh