web analytics

Passagem de meteoro causa tremor de terra em região do estado de São Paulo

Vários leitores esta manhã avisaram que um meteoro foi visto sobre o estado de São Paulo.

Abaixo está um artigo publicado no site fmmundial.com.br  sobre o incidente.

Veja:

Passagem de meteoro causa tremor de terra

Habitantes de Pirassununga e várias cidades da região levaram um grande susto durante a noite de ontem. Pouco antes das 22 horas, um forte tremor foi sentido no solo e janelas dos imóveis. Foi confirmado tratar-se de um meteoro, que passou pelo estado de São Paulo e que explodiu na região de Descalvado. Não houve contato com o solo e nem vítimas.

De acordo com o Brazilian Meteor Observation Network – Bramon (entidade que monitora corpos celestes e meteoros em todo o território brasileiro), um grande bólido foi observado sobre todo estado na noite dessa quinta feira (24). A instituição recebeu vários relatos e durante a madrugada disponibilizou a análise do que seria o objeto.

As estações da Bramon em Nhandeara-SP (região de São José do Rio Preto), em Patos de Minas-MG e Jaguariuna-SP registraram diretamente o bólido. Outras três estações registram também o clarão gerado pela passagem atmosférica do meteoro, em Rio Claro, em Bilac-SP (região de Araçatuba), e em Batatais-SP.

De acordo com a Bramon, após a análise inicial foi concluído que o objeto que gerou o meteoro visto em várias cidades do interior de São Paulo essa noite provavelmente tinha o tamanho de uma bola de gude, um pouco mais de 2 centímetros de diâmetro e 20 gramas de massa.

Mas como pode um objeto tão pequeno causar essa enorme bola de fogo que assustou os paulistas essa noite? Os observadores explicam que o meteoro é nada mais é do que um fenômeno luminoso causado pela passagem de um fragmento rochoso em altíssima velocidade pela atmosfera. A atmosfera freia esse fragmento, e converte sua energia cinética em outras formas de energia das quais, percebemos apenas uma pequena parte dessa energia na forma de luz.

Logo, se a energia liberada foi grande, e a massa era pequena, certamente a velocidade do meteoro era bastante alta. De acordo com os dados coletados nas estações de monitoramento de meteoros, a velocidade de entrada foi de 35,11 km/s, o que equivale a absurdos 126.396 km/h.

Essa velocidade ocorre graças a órbita alongada que o meteoroide possuía antes de atingir a Terra. O meteoro iniciou sua fase luminosa exatamente às 21h41min54s (Horário de Brasília) sobre o município de Descalvado a 77 km de altitude. Em pouco mais de 2 segundos, ele percorreu 67,9 km de atmosfera em direção ao oeste até sua explosão final entre Araraquara e Porto Ferreira, a 18,6 km de altitude.

Essa altura final é relativamente muito baixa, por isso, a luminosidade foi mais intensa nas proximidades de Araraquara e Porto Ferreira. Em Porto Ferreira e nas localidades vizinhas, houveram diversos relatos de barulho de explosão e de vibração, fenômenos que são sentidos devido a onda de choque gerada pela energia liberada durante a passagem atmosférica.

De acordo com a Bramon, vale lembrar que apesar de assustador, um meteoro como esse é um fenômeno que não oferece riscos à população. Entretanto, serve de alerta, de que é necessário aumentar o monitoramento de asteroides próximos à Terra. Para que, quando vier um objeto maior, haja ao menos tempo para proteção.

Não houve explosão
Nas redes sociais, foram diversas fotos a respeito de explosões e de que a caldeira de uma usina teria explodido. Nada disso ocorreu. O Corpo de Bombeiros de Pirassununga e de cidades da região não confirmaram a ocorrência. Todas as fotos e relatos publicados a respeito de explosões e incêndios são falsas.

Confira o vídeo produzido pelo Bramon:

(Fonte)

Colaboração: Vários leitores. Obrigado a todos.

n3m3

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh