web analytics

NASA descobre dados importantes sobre possibilidade de vida em lua de Júpiter

Ontem, 13 de maio, foi anunciado aqui no OH que a NASA estaria promovendo um bate-papo científico hoje a respeito da lua Europa de Júpiter.

Veja abaixo o que foi anunciado no evento da NASA:

possibilidade de vida em lua de Júpiter

Sonda Galileo em primeiro plano, próxima da Lua Europa, com Júpiter ao fundo. Crédito: NASA

Uma nova análise dos dados antigos está dando aos cientistas uma nova razão para considerar a lua Europa de Júpiter, como um dos principais candidatos na busca de vida além da Terra, com evidências de jatos d’água ejetando para o espaço. Uma curva no campo magnético de Europa, observada pela sonda Galileo, da NASA, durante um sobrevôo de 1997 parece ter sido causada por um gêiser jorrando através de sua crosta congelada de um oceano abaixo da superfície, disseram pesquisadores que reexaminaram os dados do Galileo na segunda-feira (14).

Galileo estava passando uns 200 km acima da superfície de Europa quando aparentemente voou através do jato d’água.

A cientista planetária Elizabeth Turtle, do Laboratório de Física Aplicada da Universidade Johns Hopkins, disse num evento da NASA:

Sabemos que a lua Europa tem muitos ingredientes necessários para a vida, certamente para a vida como a conhecemos. Há água. Há energia. Há uma certa quantidade de material de carbono. Mas a habitabilidade de Europa é uma das grandes questões que queremos entender.

E uma das coisas realmente empolgantes sobre a detecção de um jato d’água é que isso significa que pode haver maneiras para que o material do oceano – que é provavelmente a parte mais habitável do Europa, porque é mais quente e protegida do ambiente de radiação. pela casca de gelo – possa sair acima da camada de gelo. E isso significa que nós poderíamos provar isso.

A pesquisa, liderada pelo físico espacial da Universidade de Michigan, Xianzhe Jia, foi publicada na revista Nature Astronomy.

Os resultados confirmam outras evidências de jatos d’água da lua Europa, cujo oceano pode conter o dobro do volume de todos os oceanos da Terra. O Telescópio Espacial Hubble da NASA em 2012 coletou dados ultravioleta sugestivos de um jato d’água.

A NASA terá uma visão de perto a partir de uma nova espaçonave durante sua missão Europa Clipper, que poderá ser lançada em junho de 2022, proporcionando uma possível oportunidade de amostrar os jatos d’água em busca de sinais de vida, talvez microbianas, de seu oceano.

A lua Europa é considerada entre uma das principais candidatas à vida em nosso sistema solar, mas não é a único. Por exemplo, a sonda Cassini, da NASA, analisou os jatos d’água de Encélado, lua de Saturno, que continha hidrogênio de fontes hidrotermais, um ambiente que pode ter dado origem à vida na Terra.

Um pouco menor que a lua da Terra, o oceano de Europa reside sob uma camada de gelo de 10 a 15 milhas (15 a 25 km) de espessura, com uma profundidade estimada de 40 a 100 milhas (60 a 160 km).

(Fonte)


É quase certo que lá há vida, mesmo ser for só microbiana. Alguém quer apostar?

n3m3

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh