web analytics

NASA descobre 10 novos asteroides que podem acabar com a humanidade

Todos nós estamos cansados de saber que fenômenos catastróficos para a humanidade acontecem quando menos esperamos, e ninguém pode prevê-los.

Agora a NASA mostra para nós que há mais 10 razões para ficarmos apreensivos de que um dia desses uma enorme rocha espacial possa nos visitar de surpresa.

Veja:

10 novos asteroides que podem acabar com a humanidade

Crédito: DailyStar

Um vídeo aterrorizante mostra centenas de rochas espaciais passando pela Terra – provocando temores de que uma colisão seja iminente.

A NASA liberou a assustadora animação feita por seu Near-Earth Object Wide-field Survey Explorer (NEOWISE), ao longo de quatro anos. Ele mostra a Terra representada por um ponto azul claro.

Centenas de pontos verdes o cercam – representando asteroides e cometas que passam perto da Terra – conhecidos como Near Earth Objects  – NEOs (Objetos Próximos da Terra).

Assustador, a agência espacial disse que eles descobriram 788 NEOs e 136 cometas.

Dez dos objetos recém-descobertos foram classificados como asteroides potencialmente perigosos, com base em seu tamanho e suas órbitas.

“NEOWISE continua expandindo nosso catálogo e conhecimento desses objetos importantes e elusivos”, disse Amy Mainzer, investigadora principal do NEOWISE, do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, em Pasadena, Califórnia.

“No total, o NEOWISE já caracterizou tamanhos de mais de 1.300 objetos próximos à Terra desde que a espaçonave foi lançada, oferecendo um recurso inestimável para entender as propriedades físicas dessa população, estudando do que são feitos e de onde vieram .

Desde que a missão foi reiniciada em dezembro de 2013, o caçador de asteroides e de cometas verificou completamente os céus quase oito vezes e observou e caracterizou 29.375 objetos em quatro anos de operações.

Mais de 2,5 milhões de imagens infravermelhas do céu foram coletadas no quarto ano de operações pelo NEOWISE.

Originalmente chamado de Wide-field Infrared Survey Explorer (WISE), a espaçonave foi lançada em dezembro de 2009. Foi colocada em hibernação em 2011, após a conclusão de sua missão principal de astrofísica.

No início deste mês, a NASA admitiu de forma chocante que existem milhares de asteróides mortais que ainda não foram detectados.

O Congresso dos EUA encarregou a agência de detectar 90% de todos os NEOs maiores que 460 pés ( 140 metros) até 2020. Mas a agência admitiu que apenas um terço de tais objetos está sendo rastreado.

Para rastrear mais desses objetos potencialmente perigosos, a NASA precisaria de um telescópio espacial dedicado para essas missões.

(Fonte)


Um dia desses, de surpresa, outro evento como o de Chelyabinsk irá ocorre, ou pior, como o de Tunguska.

Tunguska: Teriam alienígenas evitado uma catástrofe mundial?

n3m3

Termos recém pesquisados por leitores:

Loading...

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh