web analytics

OVNIs penetram espaços aéreos sensíveis nos EUA

O pesquisador e escritor Nick Redfern publicou o seguinte artigo no site mysteriousuniverse.org, a respeito das tão faladas visitas de OVNIs às áreas sensíveis, nos Estados Unidos:

OVNIs penetram espaços aéreos sensíveis

Comissão de Energia Atômica em Los Alamos, Novo México, EUA.

Eu suspeito que muita atividade de OVNIs no final dos anos 1940, nos Estados Unidos, teve mais a ver com experimentos militares secretos do que com alienígenas. No entanto, não há dúvida de que houve um número significativo de relatos de OVNIs desse período que não são tão fáceis de descartar. Em muitos desses casos, os OVNIs invadiram o espaço aéreo militar/governamental nos Estados Unidos. Na última parte da década de 1940, e particularmente em 1948, um fenômeno curioso foi visto repetidamente nos céus do Novo México. Eram estranhas bolas brilhantes de luz verde que pareciam ter um interesse perturbador nos muitos estabelecimentos militares atômicos e de defesa que existiam no estado na época.

Um programa projetado para investigar os relatos, que recebeu o nome de Projeto Twinkle, foi logo colocado em prática.

Considere o seguinte, escrito pelo tenente-coronel Doyle Rees do Escritório de Investigações Especiais da Força Aérea (AFOSI) na Base da Força Aérea de Kirtland, Novo México, em 25 de maio de 1950. Isto foi endereçado especificamente para o Brigadeiro Joseph F. Carroll, Diretor de Investigações Especiais da Força Aérea dos Estados Unidos – USAF:

Em uma reunião com outras agências militares e governamentais de inteligência e investigação, em dezembro de 1948, foi determinado que a frequência de fenômenos aéreos inexplicáveis ​​na área do Novo México era tal, que um plano organizado de relato dessas observações deveria ser realizado.

A organização e a localização física das unidades deste Distrito foram as mais adequadas para coletar esses dados; portanto, desde dezembro de 1948, este Distrito assumiu a responsabilidade de coletar e relatar informações básicas com relação aos fenômenos aéreos que ocorrem nesta área geral.

E um grande corpo da, assim chamada, “informação básica” foi muito profundo, para dizer o mínimo. Um memorando do Federal Bureau of Investigation (FBI), datado de 31 de janeiro de 1949 e intitulado Protection of Vital Installations, revela o seguinte:

Durante os últimos dois meses, vários avistamentos de fenômenos inexplicáveis ​​foram relatados nas proximidades da Instalação da Comissão de Energia Atômica em Los Alamos, Novo México, onde esses fenômenos agora parecem estar concentrados [ênfase minha]. Em dezembro de 1948, os 5º, 6º, 7º, 8º, 11º, 13º, 14º, 20º e 28º avistamentos de fenômenos aéreos inexplicáveis ​​foram feitos perto de Los Alamos por Agentes Especiais do Escritório de Investigações Especiais; pilotos de empresas aéreas; pilotos militares; inspetores de segurança de Los Alamos; e cidadãos particulares. Em 6 de janeiro de 1949, outro objeto semelhante foi avistado na mesma área.

É interessante notar que a instalação de pesquisa atômica em Oak Ridge, no Tennessee, também atraiu incontáveis ​​encontros imediatos com OVNIs – no final dos anos 1940 e início dos anos 50.

Considere, por exemplo, o seguinte relatório oficial gerado em 2 de março de 1950 pela Comissão de Energia Atômica (CEA):

Há uma estação de radar perto de Knoxville que está em funcionamento há cerca de 3 semanas. Esta estação de radar está sendo operada pela estação WROL de Knoxville. Em 1 de março, às 21h35, a estação captou um objeto a 340 graus e a 18 milhas de Knoxville, a uma altitude de 40.000 pés. Direção e distância colocam o objeto diretamente sobre [ênfase minha] Oak Ridge. O Chefe da Divisão de Segurança da AEC em Oak Ridge conferiu com a Base Aérea de Smyrna, em Nashville, que informou que não tinha nenhum plano de voo para qualquer avião naquela vizinhança e altitude. Em 2 de março, a estação 1105 pegou um objeto em 335 graus e 18 milhas de Knoxville, altitude de 40.000 pés. O Chefe da Divisão de Segurança da AEC consultou a Base Aérea de Smyrna com resultados negativos.

No dia seguinte, 3 de março de 1950, surgiu um novo relatório:

Às 21h30 do dia 2 de março, a estação de radar pegou dois objetos a 310 graus, altitude de 80.000 pés, aproximadamente 18 milhas de Knoxville, na direção geral de Oak Ridge, movimento circular, mas em direções opostas.

E Oak Ridge continuou a ser um alvo para os intrusos misteriosos. Uma mensagem do FBI de 13 de outubro de 1950 refere-se à detecção de uma verdadeira esquadrilha de objetos desconhecidos rastreados sobre a instalação de Oak Ridge às 11h25, em 12 de outubro:

A instalação de radar da USAF em Knoxville captou indicações de onze objetos, e talvez mais, viajando através da área controlada da instalação da Atomic Energy em Oak Ridge. Os operadores são experientes e o radar está em perfeitas condições de operação.

Oak Ridge

Talvez o mais significativo de todos, é o seguinte documento do FBI que oferece os pensamentos e conclusões significativos do pessoal de Oak Ridge com relação às invasões de OVNIs no espaço aéreo sensível:

As opiniões da Divisão de Segurança, AEC Oak Ridge; Divisão de Segurança, Divisão NEPA [Energia Nuclear para Propulsão de Aeronaves], Oak Ridge; Patrulha de Segurança da AEC, Oak Ridge; FBI Knoxville; Radar da Força Aérea e Esquadrões de Caça, Knoxville; e o OSI, Konxville, Tennessee, não conseguiram desenvolver uma explicação adequada para OBJETOS AVISTADOS SOBRE OAK RIDGE, TENNESSEE; no entanto, as possibilidades de brincalhões, histeria em massa, balões de qualquer descrição, vôos de pássaros, folhas caídas, enxames de insetos, condições climáticas peculiares, reflexos, asas voadoras, objetos jogados do solo, objetos soprados pelo vento, insanidade e muitos outros acontecimentos naturais foram rejeitados, por causa do testemunho simultâneo dos objetos com os avistamentos de radar relatados; por causa da confiabilidade das testemunhas; por causa da descrição detalhada e similar dos objetos vistos por pessoas diferentes …

Observe que no parágrafo acima as palavras “objetos avistados sobre Oak Ridge” foram todas digitadas em letras maiúsculas, demonstrando ainda mais a preocupação com tais casos.

Não exatamente invasões definitivas, mas muito perto.

(Fonte)


E essa documentação vem a reiterar as provas de que, embora a maioria dos avistamentos de OVNIs sejam falsos por um motivou ou outro, esses objetos voadores são reais e têm estado conosco desde muito tempo. Talvez até desde o início da humanidade, se levarmos em consideração os relatos vindos desde a nossa antiguidade.

12 avistamentos fascinantes de OVNIs da história antiga

n3m3

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh