web analytics

Logo descobriremos mundos com formas de vida estranhas – DNA e RNA totalmente diferentes

mundos com formas de vida estranhas

Em 2016, a NASA sequenciou DNA no espaço pela primeira vez, mas a vida alienígena que poderemos descobrir em breve, pode ser muito diferente em outros planetas e luas, particularmente à medida que expandimos nossos esforços para explorar mundos oceânicos em nosso sistema solar e além. “A maioria das estratégias de detecção de vida depende da descoberta de características conhecidas, como as associadas à vida da Terra, como classes particulares de moléculas”, escreveram os pesquisadores.

DNA e RNA são os blocos de construção da vida na Terra, mas as moléculas da vida podem diferir substancialmente em outro planeta. Um novo artigo de cientistas da Georgetown University (EUA), publicado on-line este mês (março 2018) na revista Astrobiology, sugere um método para identificar a vida alienígena, usando a moderna tecnologia de sequenciamento do genoma e quimiometria, um campo que usa uma grande quantidade de protocolos estatísticos de reconhecimento de padrões para analisar dados químicos. Neste caso, os componentes do DNA e RNA.

“Em última instância”, escreve a equipe de Georgetown, “as impressões digitais quimiométricas de sistemas vivos, que podem diferir significativamente de sistemas não-vivos, poderiam fornecer um meio empírico e agnóstico de detectar a vida”.

Ácidos nucleicos, como o DNA, formam estruturas que se ligam inerentemente a uma série de materiais e formas, inclusive em moléculas orgânicas, minerais e até metais. No sistema que os pesquisadores propõem, relata Kristen V. Brown para o Gizmodo, uma técnica às vezes usada na detecção do câncer, chamada “evolução sistemática de ligantes por enriquecimento exponencial”, criaria ácidos nucleicos que podem se ligar às moléculas orgânicas que são indicadores de vida. Os ácidos nucleicos teoricamente atuariam como um tipo de sensor que pode ser amplificado, e os padrões de ligação analisados, para revelar um tipo de assinatura bioquímica – uma “impressão digital”, como os pesquisadores colocam. A bioquímica da vida alienígena pode ser completamente diferente de qualquer coisa que vimos na Terra, mas se as estruturas moleculares identificadas são complexas, é um bom sinal de que é realmente a vida.

Como os ácidos nucleicos são amplificados exponencialmente pela reação em cadeia da polimerase, mesmo sinais de entrada muito pequenos podem ser traduzidos em uma saída legível robusta. As sequências derivadas podem ser identificadas por um dispositivo de sequenciamento portátil pequeno ou por captura e imagem óptica em um microarray de DNA.

Sem pressupor qualquer estrutura molecular específica, essa abordagem agnóstica à detecção de vida poderia ser usada desde Marte até os confins do Sistema Solar, tudo dentro da estrutura de um instrumento que atrai pouco calor e energia.

Os pesquisadores de Georgetown propõem apenas uma ideia de como identificar as formas de vida de alienígenas, mas é um sistema muito menor e menos complicado do que outros métodos para detectar sinais moleculares da vida, como os sistemas de espectroscopia de massa a bordo do jipe-sonda Curiosity em Marte. Os pesquisadores ressaltam que os esforços para miniaturizar sequenciadores de genoma, como o MinION, da Oxford Nanopore, que cabe na palma da mão, podem um dia resultar em métodos extremamente pequenos e leves para os astronautas detectarem formas de vida no espaço.

(Fonte)


A questão é: se encontrarem vida alienígena, mesmo sendo microbiana, irão contar às massas?

n3m3

Loading...

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh