web analytics

Batalha de Los Angeles: O exército dos EUA atirou contra OVNI e 5 civis acabaram mortos, diz especialista

Entre 24 e 25 de fevereiro de 1942, algo inusitado ocorreu nos céus da cidade de Los Angeles, nos Estados Unidos, e aquele governo, como sempre tem feito desde aquela época, tentou acobertar o caso que acabou tendo 5 vítimas civis: 

O exército dos EUA atirou contra OVNI e 5 civis acabaram mortos

De acordo com especialista, os militares norte-americanos atiraram contra um enorme OVNI iluminado por várias horas, enquanto a nave sobrevoava Los Angeles, mas o caso foi acobertado. O objeto desconhecido apareceu movendo-se lentamente sobre o horizonte da Califórnia, em Culver City e Santa Monica, segundo o especialista em OVNIs Jason Gleaves.

Ele analisou uma fotografia do evento bizarro que, segundo ele, foi acobertado por autoridades, que o explicaram como sendo um balão meteorológico.

A pesquisa de Gleaves foi publicada no livro UFO PHOTO, publicado pela Flying Disk Press.

Ele disse:

O Exército dos EUA começou seu bombardeio constante, sem parar, disparando milhares de rodadas de artilharia contra o objeto desconhecido, tudo sem sucesso.

Os primeiros tiros começaram a ser lançados na noite de 24 de fevereiro e continuaram até a madrugada do dia 25.

Às 03h16, a 37ª Brigada de Artilharia Costeira começou a disparar metralhadoras calibre 50 e munições antiaéreas de 12,8 libras no objeto não identificado e, no total,  mais de 1.400 projéteis foram disparados contra o objeto.

Os pilotos da Força Aérea dos EUA, do 4º Esquadrão de Comando Interceptor foram alertados e colocados em estado de alerta, mas suas aeronaves permaneceram em solo.

O fogo da artilharia continuou esporadicamente até as 04h14, quando o ‘tudo limpo’ foi finalmente soado e a ordem total de apagão foi levantada às 07h30.

Vários edifícios e veículos foram severamente danificados pela queda de fragmentos de projéteis e cinco civis morreram como resultado indireto do fogo antiaéreo: três mortos em acidentes de carro no caos que se seguiu, e dois ataques cardíacos atribuídos ao estresse da ação.

Considerando a duração que se passou e milhares de pessoas que testemunharam o evento inesquecível, não há muitas fotografias de qualidade clara disponíveis para análise.

A única imagem verdadeiramente detalhada disponível havia sido tirada na época por um fotógrafo de jornal que trabalhava para o Los Angeles Examiner.

O especialista em OVNIs analisou detalhadamente esta fotografia para o livro.

Ele disse:

Ao analisar a melhor a imagem de melhor qualidade disponível em mais detalhes, usando software de aprimoramento digital atualizado, ela traz à vida e aprimora os detalhes nunca antes vistos do objeto, revelando seus recursos detalhados em torno da estrutura, que, de forma importante, levantam mais questões quanto à sua origem.

A fotografia do incidente inicial foi tirada sobre a área de Los Angeles à noite, em uma área estimada de cinco milhas (8 km).

Luzes de busca de aeronaves padrão, foram colocadas em locais estratégicos da cidade, devido à alta ameaça de ataques aéreos.

Central na imagem original que foi analisada está um grande objeto iluminado que parece estacionário, mas temos a confirmação de testemunhas de que ele estava se movendo a uma velocidade e trânsito constantes. Também mostram na imagem original vários flashes menores de luz (projéteis de artilharia explodindo) em torno de sua totalidade, juntamente com os inúmeros feixes de holofotes cruzando o céu, possivelmente à procura de objetos aéreos desconhecidos.

O objeto desconhecido acabou se movendo a uma velocidade constante sobre a vizinha Long Beach, e sumiu de vista sobre as colinas de Palos Verdes quando as armas finalmente ficaram em silêncio.

Gleaves disse antes do “acobertamento” que o incidente foi notícia de primeira página ao longo da costa do Pacífico dos EUA, quando aconteceu no dia 24 de fevereiro, apenas três meses depois que os EUA entraram na Segunda Guerra Mundial em dezembro de 1941.

Ele disse que eles inicialmente presumiram que estavam sendo atacados pela Força Aérea Japonesa ou pela Luftwaffe alemã.

Ele disse:

Mal sabiam eles que o objeto poderia ter vindo de um lugar mais distante, talvez de fora deste mundo.

Apesar de milhares de testemunhas, uma conferência de imprensa subsequente minimizou os eventos.

O Sr. Gleaves disse:

O secretário da Marinha, Frank Knox, chamou o incidente inacreditável de ‘falso alarme’, tentando minimizar o evento.

Alguns anos depois, ao documentar o incidente dramático, a United States Coast Artilery Association identificou o objeto desconhecido como um balão meteorológico liberado à 01h00, que “iniciou todo o tiroteio” e concluiu que “uma vez iniciada o bombardeio, a imaginação criou todos os tipos de alvos no céu e todos se juntaram.

Muito mais tarde, em 1983, o Departamento de História da Força Aérea dos Estados Unidos atribuiu o incidente a um caso de ansiedade óbvia e ‘nervosismo de guerra’, desencadeado por um relato de um balão meteorológico perdido e exacerbado por tochas de luz e explosões de projéteis de terra adjacentes.

Apesar da pesquisa, o Sr. Gleaves diz que o caso permanece sem solução.

Ainda hoje o objeto não é identificado. Eu inverti e filtrei a imagem original disponível para análise e aprimorei os detalhes usando técnicas de aprimoramento atualizadas.

(Fonte)


O evento conhecido como a Batalha de Los Angeles é somente um dos vários incidentes com OVNIs onde o governo dos Estados Unidos tentou “tapar o Sol com uma peneira”.  Basta dizer neste caso que seria impossível que um balão aguentasse por tanto tempo o ataque de milhares de projéteis o atingindo.

n3m3

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh