web analytics

A Estação Espacial Chinesa pode cair no Brasil neste feriado de Páscoa

Estação Espacial Chinesa pode cair no Brasil

Visão de radar da estação espacial chinesa Tiangong-1, vista pelo sistema de radar de rastreamento e imagem do Instituto Fraunhofer de Física de Alta Freqüência e Técnicas de Radar, perto de Bonn, na Alemanha. Tiangong-1 estava voando a 200 quilômetros de altura, no momento.
Crédito: Fraunhofer FHR

Como já foi mencionado anteriormente aqui o OH, a estação espacial chinesa deverá cair de sua órbita em alguma data ao redor deste final de semana, entre 30 de março e 2 de abril, e agora o site revistagalileu.globo.com publicou um artigo mostrando que há uma chance, embora pequena, de que ela caia no Brasil.

Neste momento, a estação espacial Tiangong-1, que foi lançada em 2011, já deve estar a menos de 200 quilômetros de altura, vindo em direção à Terra. A nave que está desgovernada desde 2016, está desabitada desde 2013. 

O site revistagalileu.globo.com informou que, segundo o astrônomo amador Marcelo Zurita, diretor técnico da Bramon (Rede Brasileira de Monitoramento de Meteoros), “A margem de erro ainda é muito grande”, e somente de dois a três dias antes do evento que as previsões se tornarão mais precisas. 

O diretor Zurita lidera um grupo criado na Bramon para monitorar reentradas que possam ocorrer nos céus do Brasil, e este parece ser o caso da estação espacial chinesa. Segundo ele, a estação espacial pode cair em qualquer lugar entre as latitudes 43º Norte e 43º Sul, o que torna todo o território brasileiro como sendo seu possível local de impacto. Os cálculos da Bramon indicam uma chance de 2,28% da estação chinesa se despedaçar nos céus do Brasil.

Área em que Tiangong-1 pode cair, densidade populacional e risco de impacto por região (Foto: ESA)

Dentro da possível área onde a Tiangong poderá cair, de acordo com os Zurita, 68% é oceano e 32% é terra firme. Assim, segundo a Revita Galileu, eles descobriram a chance de queda no Brasil e em cada estado.

Mapa com as probabilidades da Estação Espacial atingir cada região do Brasil. A região norte seria a mais provável. (Uma pena Brasília não estar mais para o norte. Que me desculpem os amigos que moram por lá, a quem tanto estimo.) Foto: BRAMOM

Devido às suas dimensões, com cerca de 10 metros de comprimento, 3 metros de largura e 8,5 toneladas no lançamento, é reportado que destroços podem chegar intactos à superfície. Porém, as chances de acertarem uma pessoa são muito pequenas: 0,02%. 

O astrônomo Zurita afirmou:

Acho que a principal lição é o cuidado que as agências espaciais devem ter com os objetos que colocam em órbita. É importante que se discuta o assunto para que, em um futuro não tão distante, essa e outras reentradas possam ser controladas e ocorram sem risco para as pessoas aqui na Terra.”

n3m3

Colaboração: Diana Artemis

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh