web analytics

NASA recebe resposta de nave que está a 21 bilhões de quilômetros da Terra

nave que está a 21 bilhões de quilômetros da Terra

As coisas ficaram muito empolgantes depois que a NASA recebeu uma resposta do grande vazio. A espaçonave Voyager 1 da NASA disparou seu propulsor, depois de ficar inativa por 37 anos. Este triunfo significa que a Voyager 1 é mais uma vez capaz de se comunicar de mais de 20 bilhões de milhas de distância, com a Terra.

A Voyager 1 é a espaçonave mais rápida e mais distante, e tem sido o único objeto feito por humanos no espaço interestelar. O Voyager é capaz de viajar a mais de 56.000 quilômetros por hora, e isso significa que ele viaja cerca de 1.340.000 quilômetros mais longe da Terra a cada dia. Isso é aproximadamente o mesmo que 36 vezes a circunferência da Terra.

A Voyager 1 cruzou a borda da heliosfera, então entrou no espaço entre as estrelas, uma região onde nenhuma outra espaçonave humana viajou antes.

A equipe por trás da Voyager surgiu com uma solução que era um tanto incomum, e isso era tentar fazer funcionar, ou dar orientações, aos propulsores que permaneciam sem uso por 37 anos. O engenheiro-chefe disse que a equipe havia analisado dados com décadas de idade e deram uma boa olhada no software que havia sido codificado em uma linguagem assembler, que estava fora de moda, a fim de testar com segurança os propulsores.

Quatro dos propulsores foram acionados pelos engenheiros, e eles esperaram até que os resultados dos testes percorressem o espaço, algo que levou 19 horas e 35 minutos para chegar à antena da Deep Space Network, da NASA, na Califórnia. Para o espanto dos engenheiros, o teste foi um sucesso. A equipe de Pasadena, na Califórnia, agora pode usar quatro propulsores de backup que dormem desde 1980.

O time ficou cada vez mais empolgado com cada um dos testes mais importantes dos propulsores, e houve um clima de alegria e incredulidade quando a equipe viu os propulsores darem a partida, como se fosse só ontem eles foram dormir. A equipe disse que com os propulsores trabalhando eles esperavam prolongar a vida da Voyager 1 por mais dois ou talvez três anos.

Acredita-se que o teste dos propulsores tenha corrido tão bem, que outro teste semelhante será realizado nos propulsores da Voyager 2. Acredita-se que a Voyager 2 esteja entrando no espaço interestelar nos próximos anos.

(Fonte)


É realmente impressionante como, após tanto tempo, as intempéries do espaço não afetaram o funcionamento desta antiga sonda espacial.

Para que não lembra, em outubro de 2016 foi anunciado que os cientistas descobriram que algo havia mudado o sistema de comando da sonda Voyager 1, com pode ser lido abaixo. Pelo visto, o sistema não só foi corrigido, como também a sonda permanece muito saudável ainda.

Algo mudou o sistema de comunicação da sonda Voyager-2 enquanto ela saia do Sistema Solar

n3m3

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh