web analytics

Resolvido o mistério da pequena múmia “alienígena” do Chile (Comentário final atualizado)

Resolvido o mistério da pequena múmia "alienígena" do Chile

Menor que uma boneca Barbie, com um crânio alongado e outras anomalias, o esqueleto mumificado conhecido como “Ata” foi encontrado em uma cidade mineradora abandonada no Deserto do Atacama, no Chile, em 2003. E desde então, não houve escassez de teorias sobre o que poderia ser. Muitos deles sugerem uma origem sobrenatural. Um estudo hoje responde a várias das questões que circulam em torno destes restos mortais.

Você pode ter se familiarizado com o “alienígena” do Atacama através do documentário Sirius de 2013, que se concentrou em diversas conspiração centradas em alienígenas e OVNIs. O pesquisador Garry Nolan, da Stanford University, e seus colegas fizeram um exame e algumas análises de DNA no esqueleto ,e estabeleceram que era humano, embora na época não conseguissem explicar seu tamanho e outras múltiplas anomalias físicas.

Hoje, graças ao DNA de alta qualidade extraído da medula óssea, Nolan e seus colegas descrevem inúmeros novos detalhes sobre o indivíduo, determinados pelo sequenciamento completo do genoma.

Um dos mistérios sobre a Ata era seu tamanho (sim, ela era do sexo feminino), especialmente depois que a análise da idade óssea sugeria que o indivíduo tinha de 6 a 8 anos de idade na hora da morte. Outro aspecto marcante: o esqueleto parecia ter um crânio afetado por turricefalia, ou alongado, em forma de cone. Entre as anomalias menos imediatamente óbvias, Ata tinha 10 pares de costelas em vez das habituais 12.

Decifrar o DNA através do sequenciamento revelou novas mutações em vários genes da Ata, especificamente COL1A1, COL2A1, KMT2D, FLNB, ATR, TRIP11 e PCNT. Embora seu conjunto particular de variantes seja único, pesquisas anteriores, não relacionadas à Ata, associaram os genes à “doenças de pequena estatura, anomalias de costelas, malformações cranianas, fusão articular prematura e osteocondrodisplasia (também conhecida como displasia esquelética)”, segundo os autores do estudo de hoje. Com base em evidências genéticas de aparente envelhecimento prematuro dos ossos, os autores agora acreditam que Ata foi ‘um nascimento prematuro’, ao invés de uma criança.

Como parte de todo o sequenciamento do genoma, a equipe foi capaz de determinar que Ata era provavelmente de ascendência chilena, baseada em assinaturas específicas em seu genoma. Os pesquisadores usaram vários conjuntos de dados diferentes, inclusive do Projeto 1000 Genomas, para descobrir seus parentes genéticos mais próximos: três indivíduos do Chile andino.

O tempo em que Ata viveu permanece um ponto de interrogação. Pesquisadores procuraram responder, determinando a quantidade de degradação em seu material genético. Assim que um organismo morre, micróbios e outros contaminantes começam a aparecer, que com o tempo degradam o DNA. Com base nas taxas conhecidas desse decaimento, a equipe estimou uma idade inferior a 500 anos para os restos mortais.

Ata foi encontrada, observam os pesquisadores, em La Noria, uma cidade mineradora de nitrato do século XIX, agora abandonada. Isso levanta a possibilidade de que a exposição ao nitrato no útero possa ter levado a novas mutações vistas em seu DNA.

(Fonte)

Colaboração: André Machado, Sr. Spock, Emulouco


Incrível, não?

n3m3

…em tempo, embora eu não ia me alongar em meu comentário, vale citar que o Dr. Nolan, responsável pelo estudo do pequeno ser acima, é associado à To The Stars Academy, que tem divulgado os vídeos de OVNIs liberados pelo Pentágono recentemente. E, para quem não sabe, o Dr Greer, que divulgou sobre a Ata em seu documentário Sirius, tem atacado a To The Stars Academy, dizendo que a liberação dos vídeos de OVNIs faz parte de uma operação de bandeira falsa, projetada para controlar a humanidade.

Também lembrei que há um outro caso na Rússia que se assemelha ao da Ata. Será que se trata do mesmo fenômeno mencionado acima?

Alegado ET encontrado na Rússia em 1996 é similar ao que está sendo estudado pelo Dr. Greer

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh