web analytics

A IA é nossa Amiga ou Inimiga – Uma Análise

A IA é nossa amiga ou inimiga

IA: Amiga ou inimiga?

O potencial da IA é incrível. Ela mudará o mundo para melhor ou o futuro de nosso planeta será como um pesadelo de ficção científica?

A Inteligência Artificial (IA) é apenas uma área da tecnologia avançada em que a ficção científica encontra a realidade, e, como pode-se imaginar, as opiniões a respeito são altamente divididas. Pode ser que os próprios filmes de ficção científica que inspiraram, em parte, a continuidade da pesquisa e do desenvolvimento na área tenham condicionado os comentaristas. Ou pode ser que existam aqueles que temem que as máquinas possam dominar o mundo e se opõem firmemente a isso.

A questão é: A IA é uma amiga ou uma inimiga? Será ela a salvação da humanidade moderna ou se sairá como em um dos melhores filmes a mostrar o descontrole da IA, O Exterminador do Futuro?

Causa para Preocupação

O desenvolvimento da IA não é a primeira vez em que o mundo enfrenta o dilema de lidar com o avanço tecnológico. Durante a Revolução Industrial, a vida como as pessoas a conheciam foi virada de cabeça para baixo, principalmente para aqueles nas áreas da agricultura e do campo.

Onde equipes de trabalhadores costumavam arar, semear e colher, semeadeiras e colheitadeiras automatizadas agora faziam o trabalho. Trens, caminhões e carros também substituíram os que dirigiam veículos puxados por cavalos ou bois para transportar mercadorias por longas distâncias, tornando-os redundantes.

O Instituto Global McKinsey informou que a transformação vivida pela sociedade moderna graças à IA é 3000 vezes mais impactante do que a transformação vivida pelas pessoas durante a Revolução Industrial. Resta pouca dúvida de que, com a expansão do alcance da IA, o desemprego também crescerá. É inevitável.

A questão da ética e da moral é outra que surge no contínuo debate sobre a IA. Pessoas são pessoas e, quer elas desenvolvam ou condenem os robôs, elas acabarão levando a IA para dentro do quarto. Alguns desenvolvedores estão trabalhando em robôs com os quais as pessoas possam fazer sexo ou, pelo menos, algo similar. Uma das principais causas para preocupação nesse departamento, segundo alguns opositores, é que uma pessoa em uma relação séria estaria traindo seu parceiro se fizesse sexo com um robô.

Isso já deixou professores, sexólogos e conselheiras sentimentais em busca de respostas, tendo os mais liberais entre eles dito que não seria traição porque não seria sexo de verdade para começo de conversa. Outros afirmam que qualquer atividade sexual fora dos limites do relacionamento seria considerada traição, muito à semelhança do consumo de pornografia.

 

Há Esperança

É o efeito sobre as taxas de emprego, e não as ameaças de cibercrime ou dominação mundial no estilo Skynet, que representa a maior ameaça imposta pela IA. Entretanto, talvez nem tudo esteja perdido.

Embora os efeitos negativos da Revolução Industrial nunca devam ser esquecidos, muitos desses efeitos resultaram em coisas positivas. Sim, as habilidades próprias para o trabalho no campo tornaram-se amplamente redundantes, mas as novas fábricas nas cidades precisavam de mãos para operar o maquinário, trabalhar nas linhas de produção, dirigir trens, carros e caminhões, e manter e aperfeiçoar a tecnologia.
Novos mundos se abriram, e não apenas em termos de um novo mercado de trabalho. Viajar ficou mais barato, a educação se tornou mais acessível, e o mundo foi capaz de avançar mais rápido do que nunca.

Com o desenvolvimento da IA, alguns trabalhos se tornarão redundantes, mas novos trabalhos e outras oportunidades empolgantes serão criadas. A era da internet já provou isso. O antigo carteiro pode ter menos trabalho para fazer hoje em dia, mas há muito mais trabalho para engenheiros técnicos, desenvolvedores de programas e criadores de jogos online, desenvolvedores de sites, equipes de suporte, técnicos e mais.

Em última análise, a IA só será o fim do mundo se nós permitirmos. Governos e empresários têm a responsabilidade de garantir que cidadãos não sejam deixados para trás pela tecnologia. Educação e treinamento relevantes para as novas habilidades é o que precisamos para garantir que a IA seja realmente usada em nosso favor.

Podemos ser amigos da IA?

É traição se for com um robô?

Fontes:
http://www.moonoia.com/blog/artificial-intelligence-friend-or-foe
http://www.cmo.com/opinion/articles/2016/8/15/artificial-intelligence–friend-or-foe.html#gs.OUBAIQ8
http://www.yourcommonwealth.org/editors-pick/artificial-intelligence-is-it-our-friend-or-foe/
https://www.quora.com/Will-sex-with-robots-generally-be-considered-cheating-or-infidelity

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh