web analytics

Os robôs irão matar, escravizar… ou salvar a raça humana?

Os robôs irão matar, escravizar... ou salvar a raça humana

Essa pergunta fica mais difícil de responder todos os dias à medida que novas notícias são divulgadas sobre conquistas robóticas e avanços na inteligência artificial. Há pouco tempo, vimos um cão robótico realista que pode abrir uma porta e lutar contra um humano que tenta detê-lo, um robô humanoide realista que apaga incêndios, um alerta para equipar robôs com interruptores (para desliga-los caso se revoltem), um aviso que os robôs usarão seres humanos como cobaias e um alerta para sermos cautelosos.

Boston Dynamics, líder mundial em robótica, lançou dois vídeos de uma das últimas invenções: um robô SpotMini de quatro patas que pode abrir uma porta com a boca. O primeiro vídeo popular mostra o quão fofo o animal de estimação robótico parece, quando ele agarra maçaneta sem a habitual baba canina, enquanto o segundo, que é chamado de ‘Testing Robustness‘ (Testando a Robustez), mostra o robô metido a pitbull lutando contra um humano que tenta detê-lo. Aqui está uma declaração expressiva do comentário do segundo vídeo:

A capacidade de tolerar e responder automaticamente a perturbações como estas melhora a operação bem sucedida do robô. (Nota: Este teste não irrita ou prejudica o robô.)

E quanto a irritar ou prejudicar humanos?

Em seguida, o Instituto Italiano de Tecnologia (IIT) lançou um vídeo de seu robô humanoide WALK-MAN realizando uma operação simulada de resgate de desastres numa instalação industrial, onde ele entra numa sala, desliga uma válvula de gás que está vazando, limpa o ambiente e opera um extintor de incêndio. Embora não seja totalmente autônomo (ainda), tudo o que será necessário é para um WALK-MAN resgatar um bebê em um incêndio, para fazer com que os humanos o abracem como o Sony Walkman dos anos 80 e 90 (o que acabou por controlar a forma como os humanos ouvem música … coincidência?).

Precisamos colocar um ‘kill switch‘ (interruptor para desligar) ou um ‘kill chip‘ no cérebro dos robôs para detê-los antes que a IA ser revolte contra seus soberanos humanos (se e que eles ainda existirão) e mate seus criadores? O futurista Dr. Michio Kaku disse em uma sessão Reddit de perguntas e respostas que ele pensa que é imperativo fazer isso … e aqui está o porquê.

Eu acho que devemos “chipar” seus cérebros para desligá-los se eles tiverem pensamentos assassinos.

Pensamentos assassinos em robôs! O enredo de muitos filmes de ficção científica, que o Dr. Kaku não vê acontecer até 2100. Mas e neste meio tempo? O futurólogo Dr. Ian Pearson tem sua própria visão distópica do futuro. Ele disse ao The Sun que acredita que os robôs irão atuar como países mal-intencionados e, à medida que ganham mais inteligência do que humanos, nos transformarão em cobaias escravizadas.

Teremos os treinado para serem como nós, para sentir emoções como nós, mas não serão como nós. Serão um pouco como alienígenas da série Jornada nas Estrelas – mais inteligente e mais calculistas em suas ações. Serão insensíveis aos humanos, nos verão como bárbaros. Então, quando decidirem realizar suas próprias experiências, com vírus que criaram, nos tratarão como cobaias.

Cobaias de robôs! Outro grande enredo de ficção científica que parece terrivelmente próximo da realidade – muito mais cedo do que 2100. Existe alguma esperança para os humanos contra robôs e seus cérebros assassinos e malvados de IA?

O que nos enfrentamos, sugere esta lista, não é uma ameaça existencial para a humanidade, mas formas mais nítidas dos problemas com os quais já estamos lutando. A IA deve ser vista não em termos de máquinas super inteligentes, mas como bits inteligentes de software que, dependendo dos humanos que os exercitam, podem ser usados ​​para o bem ou o mal.

Isto acima vem do novo relatório, “The Malicious Use of Artificial Intelligence: Forecasting, Prevention, and Mitigation” (O Uso Malicioso da Inteligência Artificial: Previsão, Prevenção e Mitigação), que diz que devemos nos preocupar menos com os próprios robôs e mais com os seres humanos em pânico sobre o avanço dos referidos robôs.

Isso é uma boa ideia? Nós, humanos, tendemos a entrar em pânico facilmente.

Então, novamente, como sabemos que esse relatório não foi escrito por um robô como o próximo passo em nos levar de forma complacente ao seu covil de cobaias?

(Fonte)


Estas discussões sobre robôs e a inteligência artificial irão durar até que nós humanos fiquemos confortáveis com esta nova tecnologia que, neste ponto, parece ser irreversível. Somente o tempo nos dará a resposta para essas dúvidas.

n3m3

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh