web analytics

Pedaço de OVNI foi mesmo examinado em Las Vegas, afirma físico que o examinou

Pedaço de OVNI foi mesmo examinado

Imagem meramente ilustrativa (Suposto pedaço de um outro caso, não relacionado ao caso de Las Vegas).

LAS VEGAS – Quando se trata de histórias de OVNIs, todas as estradas levam a Las Vegas, certo?

As revelações recentes sobre um estudo secreto do Pentágono sobre OVNIs levantaram muitas questões, incluindo esta – os cientistas do governo têm um pedaço de um disco voador? De acordo com uma história do New York Times, cientistas do sul de Nevada tiveram a chance de estudar um pedaço de metal misterioso que tinha algumas propriedades incomuns.

Quando o senador de Nevada, Harry Reid, e alguns colegas conseguiram silenciosamente o financiamento em 2007 para um estudo sério do Pentágono sobre intrusos aéreos desconhecidos, também conhecidos como OVNIs, um dos objetivos era mover o assunto além da longa sombra do chamado incidente de Roswell, uma história controversa sobre um objeto misterioso que caiu no Novo México em 1947.

O ex-senador Harry Reid disse:

Se você está aqui para descobrir onde os homenzinhos do Novo México, no final da Segunda Guerra Mundial, estão armazenados em algum cofre, em algum lugar, [ou] você quer despender seu tempo falando sobre discos voadores que levaram as pessoas a algum lugar, não sou a fim disso.

Quando o New York Times publicou a história em dezembro, e uma organização chamada To The Stars Academy lançou vídeos do Pentágono mostrando encontros com naves desconhecidas, uma linha separada de pesquisa também foi desencadeada. Existe, como o Times relatou, um pedaço de metal ou material que não pôde ser identificado pelos cientistas?

Durante três anos, uma organização privada chamada BAASS (Bigelow Aerospace Advanced Space Studies), sediada na Bigelow Aerospace em North Las Vegas, coletou e analisou arquivos de OVNIs e dados em nome da agência de inteligência de defesa, (Defense Inteligence Agency – DIA).

O fundador da empresa, Robert Bigelow, construiu instalações especiais seguras dentro de sua planta para abrigar o programa, seus arquivos e, de acordo com notícias, um material desconhecido, segundo um relatório, um composto com propriedades especiais. O senador Reid, por um lado, disse que não tem conhecimento de tais materiais exóticos.

Eu não sei nada sobre materiais exóticos, mas (tem havido) muita conversa sobre isso.

O assunto não é novo nos círculos relacionados aos OVNIs. As propriedades dos metais misteriosos supostamente recuperados têm sido debatidas on-line há anos. O pesquisador de OVNIs, Tom DeLonge, especulou no ano passado sobre os possíveis efeitos anti-gravidade de uma liga. Nick Pope, ex-funcionário do estudo sobre OVNIs do Ministério da Defesa do Reino Unido disse acreditar que tal material existe. Mas e o homem chave para o programa OVNI do Pentágono, Luis Elizondo?

Luis Elizondo disse:

Então, agora, teoricamente, podemos distorcer o tempo-espaço de maneira que possamos ir de A para B um pouco mais rápido.

Reporter George Knapp, do I-Team:

Precisamos de materiais especiais?

Luis Elizondo:

Bem, materiais especiais são importantes, não importa o que você faça. Em um carro, você pode querer titânio. Tudo exige materiais especiais.

Elizondo é a pessoa mais diretamente responsável pela liberação ao público dos vídeos agora onipresentes, o chamado OVNI gimbal e o encontro Tic Tac. Ele acha que essas máquinas são capazes de dobrar espaço-tempo com uma tecnologia além de qualquer coisa conhecida na Terra. Mas, seria esta tecnologia dependente do metal misterioso, e os Estados Unidos têm um pedaço dele nas instalações de Bigelow?

Elizondo afirmou:

Infelizmente, não posso discutir isso. Você precisaria perguntar ao governo dos EUA. Mas já disse antes, quando você está coletando dados especiais, sempre há sinais sobre como algo funciona através de sua assinatura.

Alguns que leram a história especularam que o material contém um elemento desconhecido. Não é verdade, dizem aqueles que trabalharam no programa, mas várias fontes nos confirmaram que havia uma peça estranha nas instalações de Bigelow.

O físico Dr. Hal Puthoff foi um dos principais cientistas do estudo BAASS. Ele confirmou no mês passado que examinou o “material incomum” que era “muito complexo”. Puthoff implicou que o material foi projetado por meios desconhecidos, em camadas, de maneiras que produziram características incomuns. Mas ele não disse muito mais do que isso sobre o material.

Estudo OVNI do Pentágono em 28 de janeiro de 2018, Coast to Coast, hospedado por George Knapp

Dr. Hal Puthoff disse:

A prova detalhada de que acidentes ocorreram seria uma peça de dados altamente classificada. Houve um documento vazado – como ele vazou, nunca vou saber – o qual está lá fora, que fala sobre alguns acidentes que pudemos verificar … era um documento real. Minha opinião é que provavelmente há pelo menos materiais. Agora, não seria necessário detonar uma nave inteira, mas poderia ser uma peça explodida, seja lá por meio de um raio ou de um míssil, ou qualquer coisa. Então não estou surpreso ao descobrir que há uma discussão sobre material disponível. Tivemos a oportunidade de ver algum material incomum, e acho que essa é uma grande área que se tornará mais significativa à medida que o tempo passa. E o interessante foi que não consegui descobrir o que era esse material muito complexo. Quando você fala com pessoas que estão fazendo esse tipo de pesquisa … [conhecemos] todos os elementos na tabela periódica, então você não está encontrando algum elemento novo que você não percebeu que está na tabela periódica. Não, é mais como colocar camadas de vários tipos de materiais que você não esperaria poder ser em camadas, e o resultado no final do dia é que ele tem certas características incomuns que você não teria previsto de antemão, então é o tipo de coisa que, para um físico, é o mais interessante.

Elizondo deu uma outra pista tentadora:

Você pode chamá-lo de material ou meta-material, mas se algo for deixado para trás ou resgatado, você gostaria de estudá-lo como em uma cena do crime.

Ninguém disse no registro como a peça de material foi obtida, ou onde foi levada uma vez que o estudo de Las Vegas terminou em 2012.

(Fonte)

E assim o mistério do material supostamente alienígena continua, mas agora temos afirmações um pouco mais concretas de um físico dizendo que este é um caso real, e não somente algo inventado.

A novela continua e, esperançosamente, algo de novo virá em breve.

Mais 24 vídeos de OVNIs serão liberados pelo Pentágono, disse homem por detrás das liberações, em resposta aos céticos

n3m3

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh