web analytics

O carro não foi a única coisa estranha que Elon Musk enviou ao espaço

escreveu um artigo para o site mysteriousuniverse.org, nos contando de forma humorística o que estava escondido junto com o automóvel que foi enviado ao espaço por Elon Musk:

Elon Musk enviou ao espaço

Nada atrai teorias de conspiração como um lançamento de foguete da SpaceX. Desde avistamento de OVNI em lançamentos fracassados, até rumores de espionagem corporativa, todos os tipos de especulações foram lançadas contra o enigmático Elon Musk e seu programa espacial privado, às vezes secreto. Depois de Musk e companhia terem lançado recentemente o primeiro foguete Falcon Heavy ao espaço que carregava o automóvel roadster Tesla vermelho de Musk e seu suposto motorista de traje espacial vazio, a internet percebeu que, bem, você sabe, que poderia haver um corpo nesse traje e nunca saberíamos. Mas vamos lá, Elon faria algo assim? Quero dizer, se alguém tivesse coragem de colocar um cadáver em órbita na TV ao vivo,  o cara seria ele. O lançamento do Falcon Heavy não contou apenas com o traje de astronauta vazio. Voando ao lado do conversível estava um disco de cristal de quartzo contendo um holograma, sobre o qual foi gravada uma enorme biblioteca de dados codificados, usando alguns dos métodos de armazenamento mais avançados possíveis, todos projetados para durar bilhões de anos. Mais estranho, ninguém realmente sabe o que exatamente está escrito neles.

Eu aposto que quem está neste traje espacial sabia.

O disco faz parte do chamado Arch, criado pela The Arch Mission Foundation, um grupo sem fins lucrativos que afirma que seu objetivo é “arquivar permanentemente o conhecimento humano por milhares de bilhões de anos. Nós existimos para preservar e disseminar o conhecimento da humanidade ao longo do tempo e do espaço, em benefício das futuras gerações”. Para isso, a fundação ajudou a desenvolver um método de “armazenamento óptico 5D”, usando discos de cristais de quartzo inscrito com nanoestruturação a laser para criar um holograma dentro da estrutura do disco de cristal. Sim, estamos vivendo no futuro. Esses discos serão legíveis por 14 bilhões de anos e podem conter 360 terabytes de dados, ou cerca de 7.000 discos Blu-Ray.

Além disso, eles parecem ter vindo direto do filme Blade Runner.

De acordo com a Fundação Arch, o primeiro disco contém a Fundação Isaac Asimov, uma épica série de romances profundamente filosóficos de ficção científica. Ao longo desses romances, o protagonista procura preservar o conhecimento da humanidade diante de um iminente desastre galáctico. A Arch Mission Foundation diz que vivemos em uma era incerta onde o caos planetário e o desastre parecem mais prováveis. Assim, a necessidade de preservar o conhecimento coletado da humanidade é crucial. E, claro, dispare isto no espaço em um foguete realmente grande que faz buuummm. Ah, e da maneira mais americana possível, colocando-o em órbita ao lado de um conversível vermelho pilotado por um único traje espacial, tornando-o o mais conspícuo possível no espaço:

Esta biblioteca Arch orbitará o Sol por pelo menos milhões de anos ao lado do Tesla Roadster de Elon. O Roadster provavelmente será o objeto mais estranho no sistema solar e, portanto, é o lugar perfeito para colocar uma biblioteca Arch para que possa ser notada e recuperada no futuro distante.

Claro, isso pode parecer como uma pedra para qualquer alienígena que passe. É feito de metais. Embora os objetivos da Arch Mission Foundation soem como algo bem intencionados (pelo menos na superfície), chamar qualquer conjunto de dados, o “conhecimento coletado da humanidade” faz você realmente se perguntar quem escolheu o que incluir nessa biblioteca e o que não incluir. O fundador do grupo afirmou que quer “colocar a Wikipedia no espaço”. Parece ótimo. Tenho certeza de que o povo Pirahã da Amazônia adorará ter sua existência inteira sendo resumida em 1600 palavras. As fotos na página ‘tripulação’ do site da fundação não representam exatamente a demografia coletiva de toda a raça humana, se é que você entende o que quero dizer.

Também faz você se perguntar o que poderia estar nesses discos que não conhecemos. Toda a série da Fundação não levaria mais de algumas centenas de megabytes, no máximo. E as outras centenas de terabytes? Algum grupo está tentando semear o espaço com uma visão muito específica do que o conhecimento humano deve ser preservado no espaço e criar uma nova civilização humana onde você pode, eu não sei, casar com seus primos atraentes? Elon Musk está tentando enviar uma mensagem para seu planeta natal, depois de pousar aqui e benevolentemente nos dar a tecnologia do futuro? Ele vai voar para longe com toda a nossa água?

Elon Musk

Quero dizer, se alguém é um alienígena, é esse cara. É como se ele nem tentasse mais esconder isso…

(Fonte)

Colaboração: Osnir Stremel Jr.


Só como observação, há que diga que o lançamento do foguete com o automóvel a bordo foi uma farsa produzida em um estúdio, como auxílio de computação gráfica.

Particularmente penso que seria uma impossibilidade, dado o número de pessoas que acompanharam o projeto até o seu lançamento. A não ser, é claro, que Elon Musk seja, além de bilionário, o mestre dos ilusionistas.

n3m3

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh