web analytics

Confirmado: Pentágono possui ligas de metal de OVNIs, diz ex-funcionário governamental

Depois de ser muito criticado pela comunidade OVNI por sua declaração a respeito da vida extraterrestre, parece que agora o ex-agente do Ministério da Defesa do Reino Unido tenta se redimir. Pelo menos parcialmente:

Pentágono possui ligas de metal de OVNIs

O governo dos Estados Unidos armazenou os metais misteriosos supostamente vindos de OVNIs que estavam visitando a Terra, de acordo com um ex-funcionário do Ministério da Defesa (MoD) britânico.

Em dezembro, o New York Times revelou detalhes de um programa do Departamento de Defesa (DoD) de alto nível para investigar qualquer ameaça de OVNIs, o qual terminou (supostamente) em 2012 .

O relatório sobre o Programa Avançado de Identificação de Ameaças Avançadas (sigla em inglês, AATIP) de 22 milhões de dólares também afirmou surpreendentemente que o material, que se diz “desconhecido para a ciência” após testes, foi armazenado em edifícios modificados por uma empresa aeroespacial privada que foi paga grandes quantidades de dinheiro pelo DoD para investigar o fenômeno e cuidar das ‘ligas de metais’.

O AATIP foi dirigido pelo oficial de inteligência militar, Luis Elizondo, no quinto andar da ala C do Pentágono.

Elizondo renunciou ao cargo para formar o grupo de pesquisa OVNI, a To The Stars Academy, com o ex-cantor da banda Blink 182, Tom DeLonge.

A maior parte do dinheiro foi para a Bigelow Aerospace em Las Vegas, administrada pelo bilionário estadunidense Robert Bigelow, que também está trabalhando com a NASA para criar uma nova espaçonave expansível.

No entanto, nenhuma imagem surgiu do suposto material, nem detalhes de onde foi encontrado, ou qualquer relatório de testes realizados sobre ele.

Ralph Blumenthal, um dos repórteres que trabalhou na reportagem, depois esclareceu:

Eles, como relatamos no artigo, possuem algum material desses objetos que está sendo estudado para que os cientistas possam encontrar o que explica suas incríveis propriedades, a tecnologia desses objetos, seja lá o que for.

É algum tipo de composto que eles não reconhecem.

Imprimimos tanto quanto pudemos verificar. Não posso ir além disso.

Depois de uma série de afirmações sobre a exatidão do relatório gerem surgido, Nick Pope, que anteriormente investigou a ameaça potencial apresentada pelos OVNIs para o MoD britânico, se manifestou para apoiar as reivindicações do relatório.

Embora suas consultas na década de 1990 não revelam tal ameaça, e nenhum metal foi encontrado no Reino Unido (pelo que nos deixam saber), ele está convencido de que o metal misterioso está sendo armazenado nos EUA.

Ele disse:

As recentes revelações sobre o projeto OVNI do Pentágono são verdadeiras.

O projeto existiu e foi financiado com US $ 22 milhões.

Alguns dos funcionários envolvidos com este projeto chegaram a acreditar que alguns dos objetos eram extraterrestres.

Existem materiais ‘recuperados’, cujos detalhes completos ainda não foram divulgados.

Foi pedido ao Sr. Pope como ele poderia estar tão certo de que os metais existiam e estavam armazenados.

Ele disse:

Quanto a como sabemos da existência dessas ligas, existem dois pontos.

Em primeiro lugar, Luis Elizondo disse claramente ao New York Times e outros sobre esse aspecto do projeto AATIP.

Em segundo lugar, o artigo original do New York Times, em 16 de dezembro, afirma que o documento viu contratos relacionados ao projeto, talvez como resultado dos pedidos da Lei de Liberdade da Informação (Freedom of Information Act), mas possivelmente como resultado do material ter sido passado a eles por Luis Elizondo, ou por outra pessoa associada ao projeto.

A implicação no artigo do New York Times é que as ligas foram mencionadas em um desses contratos, o que teria de conter alguma explicação de como o dinheiro seria gasto.

Uma despesa específica parece ter sido a modificação de alguns edifícios da Bigelow Aerospace para armazenar essas ligas e outros materiais relacionados ao OVNI.

Ele descreveu o processo de verificação do fato pelo New York Times como ‘meticuloso’.

Ele acrescentou:

Eles estavam, obviamente, muito, muito seguros sobre esse aspecto da história.

Como eu disse anteriormente, existem vários testes que podem ser feitos em ligas, e claramente esses testes foram feitos.

Os resultados serão conhecidos. É apenas uma questão de saber se o fato de que esses testes foram feitos para o AATIP, mas realizados pela Bigelow Aerospace é suficiente para manter os resultados fora do alcance da Lei de Liberdade da Informação dos EUA.

Não sabemos como essas ligas e outros materiais foram obtidos. Dizem que eles se relacionam com OVNIs, e se eles vieram de algum tipo de encontro militar, isso é potencialmente muito significativo.

No entanto, também sabemos que a Bigelow Aerospace adquiriu todo tipo de materiais relacionados a OVNIs de grupos de pesquisa de civis, como a Mutual UFO Network (MUFON).

Imagine um cenário em que um fazendeiro veja um OVNI sobre o seu pasto de vacas, e mais tarde encontrou alguns pedaços de metal no campo. Ele presume – talvez erroneamente – que está conectado com o avistamento e o entrega a um investigador de OVNIs. Posteriormente, o metal é adquirido pela Bigelow Aerospace e acaba como parte do projeto AATIP.

Se este é a maneira pela qual esses materiais se tornaram parte do projeto AATIP, eles podem não ser exóticos ou significativos.

Richard Sachleben, um químico aposentado e membro do painel de especialistas da American Chemical Society, não está convencido.

Ele disse ao Live Science?

Minha opinião? Isso é completamente impossível.

Existem bases de dados de todas as fases conhecidas [de metal], inclusive ligas.

Não há ligas que estão em algum depósito que não podemos descobrir o que são.

Na verdade, é bastante simples, e qualquer estudante de graduação metalúrgica razoavelmente bom pode fazê-lo por você.

May Nyman, professor do Departamento de Química da Universidade Estadual de Oregon, disse que os bancos de dados incluem técnicas diretas para identificar as ligas de metais.

Ele disse que se uma liga desconhecida aparecesse, seria relativamente simples descobrir o que era feito.

(Fonte)

Como sempre, no final os professores da impossibilidade dão suas opiniões, com base nos tapa-olhos que lhes foram incutidos pela academia.

Entendo que a tabela periódica mostra tudo que nós achamos ser possível como sendo elementos químicos, mas nossa visão, por mais avançada que pensamos ser, ainda é míope comparada com aquilo que ainda temos que descobrir.

Quer um exemplo disso? Leia o artigo abaixo:

Confirmada a existência do elemento 115, alegado combustível de disco voador por Bob Lazar

n3m3

Termos recém pesquisados por leitores:

"

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh