web analytics

Os alienígenas poderiam nos ajudar a salvar a Terra?

O artigo abaixo foi escrito por Vikram Zutshi para o site opendemocracy.net, o qual apresenta sua visão da situação do mundo atual e do porquê uma ajuda vinda de fora da Terra pode ser importante para todos nós neste momento.

Os alienígenas poderiam nos ajudar a salvar a Terra

Imagem meramente ilustrativa, é óbvio. Crédito: exonews.org

Alguns anos atrás, visitei uma velha amiga em sua casa na província patagônica de Santa Cruz, na Argentina. Além de sua vastidão de tirar o fôlego, a região é conhecida por um motivo mais inesperado: os residentes locais relataram observações frequentes de fenômenos aéreos não identificados (mais conhecidos como OVNIs), entre os mais altos do mundo.

A região tornou-se um centro popular para os entusiastas de OVNIs desde que surgiram centenas de aparições em meados da década de 1990. Tão generalizado é o fenômeno, que uma nova agência governamental denominada ‘Comitê de Estudos de Fenômenos Aéreos Anômalos‘ foi estabelecida para investigar OVNIs na região, sob os auspícios da Força Aérea do Chile.

Meu anfitrião, Guillermo, teve sua própria história para contar. Ao andar com seus cães de ovelhas ao redor da área no ano anterior, ele observou um fenômeno climático que nunca tinha visto antes – uma parede de nevoeiro que se estendia do céu para as planícies e horizontalmente até onde os olhos podiam ver.
Um som agudo surgiu do nevoeiro e, de repente, do nada um grande disco oval com cerca de cem metros de diâmetro voou e pairava diretamente acima, manobrando de volta ao nevoeiro alguns minutos depois.

Como muitos outros que testemunharam tais fenômenos, Guillermo ficou desconfortável para falar sobre sua experiência, agudamente consciente do perigo de parecer se como um maluco. Mas os dias de ficarmos envergonhados com os OVNIs podem estar chegando ao fim. Em 16 de dezembro de 2017, o New York Times publicou uma matéria sobre uma iniciativa secreta do Departamento de Defesa dos EUA chamada Advanced Aviation Threat Identification Program que ficou ativa de 2007 a 2012, dedicada à investigação de objetos voadores não identificados.

A reportagem bombástica, de co-autoria por três jornalistas experientes, inclusive dois vencedores do prêmio Pulitzer, inclui declarações de Luis Elizondo, o homem que dirigiu o programa, vídeos de possíveis OVNIs filmados pelo Pentágono e confirmação das atividades do governo dos EUA pelo ex-senador Harry Reid, que destinaram US $ 22 milhões para eles no Congresso. “Muito progresso foi feito com a identificação de várias descobertas altamente sensíveis e não convencionais relacionadas ao âmbito aeroespacial”, disse Reid em uma carta a um vice-secretário de defesa da época.

Em julho de 2015, um grupo liderado pelo físico Stephen Hawking lançou ‘Breakthrough Listen‘, uma iniciativa que se afirma ser o maior programa de pesquisa científica que visa encontrar evidências de civilizações além da Terra. Durante o lançamento da iniciativa na Royal Society em Londres, Hawking expressou seus medos sobre o que poderia acontecer em qualquer encontro e porque a humanidade precisa estar muito melhor preparada para o que eles poderiam trazer: “Se você olha para a história, o contato entre seres humanos e organismos menos inteligentes tem sido muitas vezes desastroso do ponto de vista dos menos inteligentes, e os encontros entre civilizações com tecnologias avançadas versus tecnologias primitivas foram maldosos para os menos avançados”.

A jornalista de ciência Ann Druyan – que fazia parte do painel de anúncios – parecia mais otimista:

Podemos chegar a um período em nosso futuro onde superaremos nossa bagagem evolutiva e evoluiremos para nos tornarmos menos violentos e menos míope. Minha esperança é que as civilizações extraterrestres não sejam apenas mais proficientes tecnicamente do que nós, mas também mais conscientes da raridade e preciosidade da vida no cosmos.

Seja você otimista ou pessimista sobre as possibilidades de vida em outros planetas, ela está aqui, e o interesse real está além de todos os detalhes técnicos sobre OVNIs e ‘Ameaças Avançadas à Aviação’ e o que exatamente foi testemunhado por quem.

Indo diretamente ao ponto, se os seres humanos são tão ineficazes para enfrentar os problemas planetários, não devemos procurar ajuda onde quer que possamos encontrá-la, mesmo que venha de uma fonte interplanetária?

Com o chauvinismo religioso e étnico em ascensão, as corporações egoístas causando estragos ao meio ambiente e demagogos populistas que dominam partes significativas da população, é claro que a humanidade precisa de um alerta urgente – algo que nos sacuda da complacência e miopia e nos obrigue a reconhecer que todos compartilhamos uma relação simbiótica uns com os outros e com esse planeta frágil.

A Breakthrough Listen e outras iniciativas semelhantes podem ser um sinal de que este ponto de inflexão está se aproximando, ou pelo menos que a humanidade está se tornando mais séria em sua busca por ajuda. Outros governos e acadêmicos já estão estudando fenômenos semelhantes aos OVNI no Reino Unido, no Peru, na França, na Bélgica, na Espanha, na Suécia, no Chile, no Brasil, no Uruguai, no México, no Japão e na ex-União Soviética.

O Instituto SETI na Califórnia (abreviatura de ‘Procura por inteligência extraterrestre’) está ganhando crescente credibilidade sob a liderança do Dr. Seth Shostak, um astrofísico da CalTech, enquanto na Índia, Kumaresan Ramanathan, engenheiro técnico sênior com a empresa de TI Chennai, recentemente tornou-se o primeiro ‘investigador de OVNIs certificado naquele país. Ramanathan faz parte da MUFON (a Mutual UFO Network), uma das mais antigas e maiores organizações civis sem fins lucrativos que investiga OVNIs com milhares de membros em todo o mundo, que foi fundada em 1969. Ele recebeu 60 casos de avistamentos de OVNI credíveis em todo o país quando começou a trabalhar.

Depois de uma década estudando o fenômeno, Leslie Kean, uma das autoras da reportagem do New York Times, publicou os resultados de seu trabalho como um livro em 2010 intitulado “UFOs: Generals, Pilots and Government Officials Go on the Record.” Auxiliada pelo ex-chefe da equipe da Casa Branca, John Podesta, Kean examinou resmas de documentos do governo, relatórios de aviação, dados de radar e estudos de caso corroborados por evidências físicas, inclusive fotografias cientificamente analisadas.

O livro de Kean contém relatos pessoais detalhados de avistamentos de OVNI por uma série de fontes de alto nível, incluindo generais da Força Aérea dos EUA, Fife Symington III (o ex-governador do Arizona) e Nick Pope, ex-chefe da Unidade de Investigações de OVNIs do Ministério de Defesa britânico. Refletindo a crescente seriedade desta cobertura, os recentes lançamentos de Hollywood, como o filme ‘A Chegada‘ de Dennis Villeneuve, com ênfase em novas formas de comunicação não-verbais sofisticadas entre humanos e alienígenas, podem ajudar a apoiar um debate mais inteligente sobre o que pode ser aprendido dos professores extraterrestres.

A constatação de que não estamos sozinhos no universo pode ser exatamente o que é necessário nesta fase da nossa evolução para ajudar a nos unir em um propósito comum e atualizar o potencial total de nossa humanidade compartilhada. Com a constatação de que talvez somos apenas uma das muitas civilizações em uma vasta galáxia vem a necessidade de uma visão mais abrangente e envolvente do futuro. isto pode ser o catalisador necessário para que nossa espécie desenvolva uma consciência planetária e descarte as antigas e redundantes afiliações que já não servem mais.

(Fonte)


Na direção em que a humanidade se encontra encabeçada neste momento só pode ter um resultado: catástrofe! E esta virá muito mais cedo do que se imagina. A ganância e o egoísmo individual e de grupos humanos têm arruinado todas as chances de uma prosperidade auto-sustentável para todo o planeta.

Embora sejam os adultos que estão causando todo este dano, não só à própria raça humana, mas também a todos os seres vivos do planeta, eles ainda são como crianças mimadas e estragadas sem a imposição das regras rígidas de seus pais. E assim, ou nós mesmos nos indireitamos, ou necessitaremos de uma intervenção externa, seja ela alienígenas ou espiritual.

A primeira condição parece ser muito difícil, pois embora estejamos avançando a passos largos tecnologicamente, nossa falta de consciência para com o próximo, o egoísmo e o emburrecimento geral da população, induzidos e encorajados pelos veículos principais da mídia, avançam de forma ainda mais galopante.

Nestes momento, a segunda condição parece ser a mais fácil de se concretizar. Mas isto não significa que ocorrerá, pois quem é que quer lidar com um bando de macacos beligerantes, teimosos ao extremo, com suas cabeças introduzidas nos seus próprios retos e insistindo nos mesmo erros por séculos?

Então, o que poderá acontecer se nenhuma dessas condições vingar? Será que somos um caso perdido, fadados à extinção por “não termos dado certo”?

Quem viver, verá.

n3m3

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh