web analytics

Sim, ETs existem! Não se deixe enganar

O comentário abaixo é de Alan Chartock, Professor da Universidade de Nova Iorque. O título original do artigo é “Transparency not an alien concept” (Transparência não é um conceito alienígena):

Sim, ETs existem! Não se deixe enganar

Cena do filme “A Chegada”.

Claro que existem outras formas de vida além de nós. Você está de brincadeira? Quão egoísta devemos ser para pensarmos que estamos sozinhos no cosmos? Dê uma olhada no céu noturno e leia a literatura enquanto descobrimos constelação após constelação, universo após universo. Você pensaria que podemos admitir a nós mesmos que não temos ideia de onde tudo começa e onde para? E, no entanto, há aqueles que têm a arrogância egoísta para sugerirem que só há nós. Ah, que é isso?!

Voltando a 2004, alguns pilotos de caças americanos viram algo incomum e um registro foi feito, mas mantido em segredo. Foi dito, ‘não é da Terra’. O vídeo foi tornado público e agora descobrimos que o Pentágono estava estudando fenômenos extraterrestres através de um programa agora descontinuado, que o ex-senador Harry Reid havia insistido. É claro que, como a nossa abordagem governamental tem conduzido este tipo de estudos e programas em segredo, não temos uma ideia real de como a pesquisa foi realizada e de quais dados foram coletados. Então, entramos em uma negação formulada de que não há mais nada lá fora. Evidências muito específicas são ignoradas e é difícil entender o porquê disso.

O governo teme que o compartilhamento de informações causará pânico e que o corpo político realmente não pode ser confiado com qualquer informação que tenhamos agregado? Ninguém quer ser considerado como um maluco da conspiração. É muito mais fácil sugerir que as pessoas que relatam avistamentos não são nada mais do lunáticos em busca de publicidade. Na verdade, isso pode ser verdade, mas, novamente, talvez não.

Tudo isso foi explorado em um filme após o outro e as pessoas estão entusiasmadas com a ideia de que há civilizações por aí que são muito mais avançadas do que nós. Muitos de nós adoram a ideia de que filmes como ‘O Dia em que a Terra Parou‘ possam ser bastante reais – que outros seres têm a capacidade de estudar nosso planeta e, ao contrário de nós, reconhecem que a maneira como estamos fazendo as coisas por aqui pode resultar na destruição do nosso mundo. Recentemente, houve reportagens impressos de que o ditador maníaco norte-coreano, Kim Jung Un, afirmou que tinha o botão nuclear em sua mesa e o presidente dos Estados Unidos contestava, alegando que seu botão nuclear era maior. O que poderia dar errado?

Então, por que houve muitos avistamentos ao longo dos anos? Poderiam ter sido voos por extraterrestres? E se eles estão por aí, por que eles não se mostram? Estamos enviando nossas próprias sondas através do espaço para ver o que está lá fora. O que faríamos se encontrássemos outras civilizações? Nós faríamos com eles o que fizemos com as populações nativas americanas? Será que vamos estuprar e saquear? Se outras civilizações são muito maiores do que nós, por que não nos conquistaram? Talvez estejam conscientes dos perigos de tais ações.

Muitas vezes penso na forma como as células cancerosas podem se metastizar através do corpo, causando estragos ao destruírem um órgão após o outro. Existe sempre a possibilidade de que as civilizações extraterrestres, ou mesmo nós mesmos, sejam assim. Vamos à Lua e logo a Marte e depois a Deus sabe onde. Pode muito bem ser que a nossa insistência em gastar dinheiro nesses programas secretos, que poderiam ter sido destinados aos cuidados de saúde e educação, pode levar à erradicação de tudo o que aconteceu até agora na Terra. Realmente precisamos pensar isso. Se estamos gastando o dinheiro, por que estamos fazendo isso? Tem que haver transparência. Sem isso, não pode haver democracia. Claro, não estamos sozinhos e, uma vez que descobrimos isso, é melhor ter um plano.

Alan Chartock é professor emérito na Universidade Estadual de Nova Iorque, editor da Legislative Gazette e presidente e CEO da WAMC Northeast Public Radio Network.

(Fonte)

n3m3

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh