web analytics

Possível sonda alienígena está coberta de material orgânico

sonda alienígena está coberta de material orgânico

Oumuamua. Imagem meramente ilustrativa.

Lembra do Oumuamua, aquele objeto misterioso de 400 metros de comprimento que adentrou nosso sistema solar há algumas semanas, vindo provavelmente de outro sistema solar, e os cientistas cogitaram que poderia ser uma sonda alienígena? Pois agora, após mais estudos, os cientistas descobriram que ele está envolvido com o que parece ser uma gosma rica em material orgânico. 

Segundo os cientistas, essa gosma pode estar escondendo a presença de gelo abaixo de sua superfície, isto é, se é que se trata de um cometa.

Alan Fitzsimmons, autor do estudo, disse:

No final, este foi um bom resultado porque esperamos que a maioria dos objetos que visitariam nosso sistema solar seria de natureza gelada.

Foi um enigma que esse objeto parecia um grande pedaço de rocha. Nosso estudo diz que esse objeto poderia muito bem ser de natureza gelada, mas não detectamos esse gelo devido ao fato de ter sido assado pela radiação energética entre as estrelas por centenas de milhões de anos, ou mesmo bilhões de anos.

Contudo, não se sabe exatamente ainda do que é feito o interior do objeto.

Fitzsimmons ainda disse:

O que não vimos é a assinatura das rochas que você costuma encontrar na Terra, ou no cinturão de asteroides interno que cercam nosso sol.

Embora os cientistas ainda continuem chamando o objeto de asteroide ou possível cometa, como eles ainda não sabem o que está no interior dessa “gosma”, não se pode descartar a possibilidade de que seja uma sonda alienígena que foi abandonada há milhões de anos, pois nem asteroides, nem cometas possuem uma gosma orgânica os envolvendo.  E por que então, se for uma sonda artificial, ela estaria coberta de material orgânico?

Bem, a resposta é muito simples: 

Foi descoberto recentemente na Estação Espacial Internacional, que tem estado em órbita da Terra por poucos anos, bactérias proliferando no seu casco externo. Essas bactérias, segundo o cosmonauta Anton Shkaplerov, podem muito bem terem vindo do próprio espaço. Assim, o ponto que quero chegar é que, como todos os barcos deixados muito tempo no oceano agregam algo chamado de ‘craca’, ou thoracica, em seu casco, por que não uma nave espacial abandonada no espaço por milhões de anos não poderia agregar em sua fuselagem uma crosta de bactérias da mesma forma?

Talvez você pense que isso seria algo impossível de ocorrer, mas o quanto realmente sabemos dos mistérios do Universo para descartarmos de pronto esta possibilidade?

É só juntar as peças do quebra-cabeças para se chegar à uma tese assim, embora ainda precise de muitos mais estudos para que algo seja confirmado.

A única certeza que temos neste momento, somente analisando o número de galáxias, estrelas e possíveis planetas, é que é muito mais provável que o nosso Universo esteja repleto de vida – inclusive inteligente – do que o contrário.

Seguimos…

Enquanto isso, abaixo está o artigo sobre as bactérias que foram encontradas no exterior da Estação Espacial Internacional:

Vida extraterrestre encontrada na ISS (Estação Espacial Internacional)… novamente?

n3m3

(Fonte das informações)

Termos recém pesquisados por leitores:

Loading...

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh