web analytics

Manuscrito Sibiu, de 500 anos, já mencionava a construção de foguetes de múltiplos estágios

Manuscrito Sibiu

O manuscrito Sibiu, descoberto em 1961, é uma coleção de cerca de 450 páginas que incluem, entre muitas outras coisas, detalhes de foguetes de três estágios e voo de foguete tripulado.

A maioria de nós desconhece o fato de que há inúmeros manuscritos antigos espalhados por todo o mundo, descrevendo o que muitos consideram como realizações improváveis ​​do passado.

O que você diria se eu lhe dissesse que existe um manuscrito antigo de quase 500 anos, o qual descreve combustível líquido, foguetes de vários estágios e até mesmo foguetes tripulados?

Você diria que eu sou louco, ou que é apenas uma notícia falsa.

* Você já notou como as pessoas hoje em dia chamam de notícia falsa (fake) qualquer coisa que elas acham difícil de acreditar ou vai contra seu sistema de crenças?

De qualquer forma, o manuscrito Sibiu é real, não é uma notícia falsa, e, de fato, descreve, entre outras coisas, foguetes com combustível líquido e de vários estágios, e foi oficialmente publicado no século XVI, embora muitos acreditem que foi escrito usando textos encontrados ainda antes no passado.

O manuscrito Sibiu foi encontrado em 1961 por Doru Todericiu, professor de Ciência e Tecnologia da Universidade de Bucareste. O manuscrito continha cerca de 450 páginas que foram recuperadas dos arquivos da cidade de Sibiu, na Romênia.

Para a surpresa de Todericiu, o documento antigo estava inundado com desenhos e dados técnicos sobre artilharia, balística e descrições detalhadas de foguetes de vários estágios.

Referido como o manuscrito Sibiu desde então, acredita-se que o texto antigo tenha sido escrito por um homem chamado Conrad Haas, entre 1550 e 1570.

Acredita-se que Conrad Haas tenha sido um engenheiro militar que trabalhou para o Reino da Hungria e o Principado da Transilvânia.

As origens do manuscrito antigo não são muito claras, nem as origens de seu autor, o qual, segundo os historiadores, nasceu na Áustria ou na Transilvânia e se tornou o chefe do arsenal do Império Austríaco sob o Rei Ferdinand I.

Descrição de um foguete de Conrad Haas. Crédito de imagem: Wikimedia Commons

O manuscrito de Sibiu, escrito inteiramente em alemão, foi considerado um tratado teórico sobre a construção de diferentes tipos de armas, inclusive – pela primeira vez na história – tecnologia de foguete de multi-estágios. Ele também inclui detalhes sobre a combinação de fogos de artifício com armas, o projeto de barbatanas no formato de uma asa delta, bem como a criação de misturas de combustível com o uso de combustível líquido.

Isto continua a ser um mistério, independentemente de Haas ou não ter conseguido usar seus projetos e pôr em prática, mas alguns afirmam que um lançamento de foguete foi realizado em Sibiu em 1550, mas não há provas documentais para apoiar essas reivindicações.

Sabemos da história que Johann Schmidlap, um fabricante de fogos de artifícios da Bavária, no século XVI, e pioneiro de foguetes, foi o primeiro a experimentar com foguetes de dois e três estágios em torno de 1590.

Antes da descoberta do manuscrito de Sibiu, os primeiros detalhes de um foguete de três estágios foram atribuídos a Kazimierz Siemienowicz, um especialista polonês em artilharia, que publicou detalhes sobre a engenharia de foguetes em seu tratado artístico Magnae Artilleriae Pars Prima de 1650.

Conrad Haas escreveu algumas frases interessantes em seu manuscrito em que ele fala sobre o uso militar de foguetes (traduzido):

Mas meu conselho é para mais paz e não a guerra, deixando os rifles calmamente armazenados, então a bala não é disparada, a pólvora não é queimada ou molhada, então o príncipe mantém seu dinheiro, o mestre do arsenal [mantém] sua vida; esse é o conselho que Conrad Haas dá.

(Fonte)

E você pensava que os foguetes de vários estágios foram inventados pela NASA ou pela Agência Espacial Russa, não é mesmo? 

Parece que muito da nossa história é omitido propositalmente. E com algo tão simples como o que se leu acima sendo omitido dos livros de história, então imaginem só o que os donos do mundo fazem com as coisas que desafiam ainda mais o status quo.

Ah, claro, eles dizem e eu aceito: Essas são somente lendas e fábulas de um povo da antiguidade que só sabia inventar mentiras cabeludas.”

OVNIs / UFOs visitaram o nosso planeta há 6.000, de acordo com textos da antiga Índia

n3m3

"

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh