web analytics

Não basta os Chemtrails. Agora tem também os Aquatrails

Você já ouviu falar de chemtrails, certo? (Se não sabe o que são chemtrails, clique aqui). Pois agora há um outro “fenômeno”, que estão chamando de aquatrails.

Joseph P. Farrell, escreveu o artigo abaixo para o site theeventchronicle.com falando a respeito deste novo possível fenômeno:

aquatrails

O fenômeno dos chemtrails tem sido pesquisado por algum tempo na comunidade de pesquisa alternativa e, previsivelmente, é um desses tópicos que a mídia corporativa gosta de denunciar como sendo ‘teoria da conspiração’ e sem evidência. Na verdade, eu mesmo estava cético quanto aos chemtrails, até que dois incidentes me fizeram mudar de idéia. O primeiro incidente, pelo menos, me abriu à possibilidade de alguém estar manipulando o meio ambiente em grande escala, e talvez até por tecnologias de natureza exótica. Este incidente ocorreu quando eu estava visitando minha mãe alguns anos atrás. Saindo fora para fumar cachimbo, olhei para cima … e parei, o fósforo a caminho de acender o cachimbo. Lá no céu havia nuvens parecendo ser do tipo cirro. Mas, ao contrário das nuvens cirro normais, elas estavam dispostas no padrão quadriculado mais bem desenhado que eu já havia visto. Não havia aviões visíveis em qualquer lugar, exceto a formação de nuvens, claramente estranha e não natural.

O segundo incidente foi muito mais substancial. Em 2014, eu dirigi com dois amigos meus do alto deserto do sul da Califórnia para a conferência do Programa Espacial secreto em San Mateo, na área da baía de San Francisco. Saímos cedo, a fim de percorrer a maior parte de carro na parte da manhã, antes de se tornar demasiado quente. Como dirigimos para baixo das montanhas em Bakersfield, a nuvem cobriu quase todo o extremo sul do Vale San Joaquin, tanto quanto pudemos ver. Pensamos que era simplesmente nevoeiro de manhã cedo, embora tinha uma espécie de cor marrom-acinzentado.

No entanto, enquanto dirigíamos em direção à nuvem, logo ficou claro que não era nevoeiro; havia um odor acre-metálico. Finalmente, conseguimos dirigir através da nuvem, só para ver dois ou três (não me lembro o número exato) de grandes aviões a jato cruzando o vale, a pulverizar… alguma coisa. Também ficamos chocados com o estado da agricultura no vale do sul, pois, pelo que eu lembrava do vale de minhas viagens de infância para a Califórnia para visitar parentes da minha mãe, o vale era um tapete exuberantemente rico da agricultura. Não mais … foi assolado, com apenas alguns pomares ainda evidentes. A maior parte do restante era campos vazios e canais de irrigação desabados. Eu imaginei se o que tinha visto (e cheirava!) tinha algo a ver com a quase completa ausência de agricultura.

Seja qual for a resposta a essa especulação, eu não mais duvidava da existência de chemtrails, embora não seja um tema que eu tenha dedicado muito tempo aqui neste site. Há outros pesquisadores que seguiram a história muito mais de perto ao longo dos anos.

Mas agora você pode adicionar um outro fenômeno à mistura dos chemtrails, um fenômeno que, aparentemente, tem ocorrido desde a década de 1990, mas que só agora está recebendo alguma atenção: “aquatrails.”Afinal de contas, se pode-se pulverizar combustível de avião, ou mesmo produtos químicos a partir dos aviões, por que não fazer o mesmo desde as entranhas de navios que cruzam os oceanos?

Bem, de acordo com este artigo compartilhado comigo por alguns de vocês esta semana passada, sito é realmente o que está acontecendo:

Chemtrails Of the Ocean: Government Launches New Toxic AquaTrails

O que é interessante aqui é que o fenômeno tenha chegado ao conhecimento do Instituto de Tecnologia de Wyoming, embora cientistas quiseram descartar a coisa toda como mais uma teoria da conspiração:

Uma comunidade online premiada, chamada THE WELL, relatou na década de 1990 que as emissões ímpares tinham sido vistas flutuando atrás navios de grande porte, que não dissipam normalmente de acordo com padrões de onda Kelvin. Oceanógrafos do Instituto de Tecnologia de Wyoming cunharam essas dispersões de “Aquatrails”. Outros cientistas foram rápidos em descartar os relatórios, citando o “choro” habitual conspiratório, semelhante aos chemtrails.

Grande parte do artigo é consumido por várias teorias de geoengenharia através de emissões de partículas pelos navios, concentrando-se nas nuvens que se formam a partir da queima de combustíveis dos navios, e realmente não ligam o fenômeno aos chemtrails, além de defender que precisa ser trazido à atenção do povo, e considera isto um problema tão grande quanto os chemtrails.

Isto deixa em aberto a possibilidade para alguma especulação de alta octanagem. Vamos supor que a agenda ou agendas por detrás dos aquatrails é a mesma que aquela ou aquelas por detrás dos chemtrails. A questão então é, o que poderia ser isso? Se, como alguns propõem, há uma infinidade de agendas por detrás dos chemtrails – de geoengenharia para o controle da população, até a de melhorar a condutividade elétrica da atmosfera por qualquer motivo, então parece-me possível que seria ainda mais imperativo instituir um programa semelhante com base em navios que navegam no oceano, se pelo menos consideramos que os oceanos cobrem 2/3 da superfície do planeta e, portanto, qualquer que sejam os efeitos se esteja esperando na execução de geoengenharia, ela simplesmente não será eficaz se apenas as áreas acima da terra sejam efetuadas.

Em outras palavras, o efeito a ser destinado, a seja lá o que for, exige uma distribuição mais ou menos uniforme, impedindo variações locais de sistemas meteorológicos e assim por diante. E ainda uma outra possibilidade se abre aqui: e se a agenda aqui também é fazer a engenharia dos oceanos por material particulado que cai nos oceanos, um pouco como a nuvem que meus amigos e eu vimos no vale sul de San Joaquin?

De qualquer forma, há um fenômeno novo no radar, e vale a pena vigiar, para que possa proporcionar ainda outra fonte de pistas os misteriosos chemtrails e sua agenda.  – Joseph P. Farrell

(Fonte)

n3m3

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh