web analytics

Podem existir formas de vida camufladas em nossos céus

Além dos OVNIs tradicionais que são reportados quase todos os dias pelo mundo afora, há também um outro tipo de avistamento que tem deixado os pesquisadores perplexos. Este fenômeno parece ser a manifestação de algum tipo de vida em forma de plasma em nossos céus.

Seria possível que em nossa atmosfera, logo acima de onde nossas aeronaves voam, vivem essas formas de vida estranhas?

Pois há um grupo especializado na investigação deste fenômeno anômalo, e até agora o que descobriram os deixou ainda mais intrigados:

formas de vida camufladas em nossos céus

O Plasmoid Anomalies Study Group é um canal de pesquisa e seus passos sistemáticos na observação de anomalias de plasma são:

1. Ondas curtas de rádio ou de infravermelhos.
2. O uso de ampliação óptica muito alta, capaz de detalhar objetos distantes.
3. Sinalização direta às anomalias avistadas. As anomalias mudam seu comportamento e a geometria de seu corpo em resposta aos sinais ‘inteligentes’.

Da mesma forma que as estrelas são mascarados pela dispersão da luz visível no céu diurno, muitos pequenos objetos na atmosfera também são mascarados.

Este efeito de mascaramento é menor na parte infravermelha do espectro e ainda mais baixo na porção de onda curta de rádio, de modo que a detecção de pequenos objetos no ambiente é mais eficaz no infravermelho ou na porção de ondas curtas de rádio (radar) do espectro, do que em luz visível.

A camuflagem adaptativa/dinâmica é usada por cefalópodes em ambientes marinhos, mas estes fenômenos (anomalias) são os verdadeiros reis de camuflagem.

Algumas anomalias respondem com ‘tochas’ para direcionar os sinais de luz durante o dia ou à noite, claramente mostrando com isso o seu caráter anômalo. Algumas anomalias haviam respondido através da transformação em formas de dígitos correlacionados com os sinais enviados a elas.

Os dados das observações disponíveis sobre anomalias plasmóides e os resultados das pesquisas recentes sobre a física dos plasmas complexos sugerem fortemente que algumas anomalias de plasma poderiam ser formas de vida com base no plasma, mas estudos mais abrangentes são necessários, de acordo com o Grupo de Estudos.

(Fonte)

No ano passado, astrônomos disseram que há uma grande possibilidade de que as estrelas anãs marrom podem ter formas de vida em suas nuvens. Então, por que seria tão impossível assim a existência de criaturas em nossa estratosfera, ou mesmo na ionosfera, ainda não confirmadas pela ciência de tendência predominante?  Afinal de contas, ainda hoje estamos descobrindo espécies em nossas florestas e no fundo do mar que nem sequer sonhávamos que existiam há um ou dois anos.

n3m3

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh