web analytics

Segundo cientista afirma que as múmias anômalas de Nazca são reais

Esta é a última notícia que está sendo divulgada na internet sobre as agora famosas e ainda supostas múmias anômalas de Nazca, que arqueólogos de tendência predominante dizem ser uma farsa, mas que a equipe por detrás da suposta descoberta defendem o contrário.

Antes disso, no mês passado foi publicado aqui no OH que testes indicando que 70% do DNA das supostas múmias anômalas não era humano. Mesmo assim, a briga continua:

as múmias anômalas de Nazca são reais

Os supostos restos mumificados descobertos em Nazca, Peru, criaram um debate enorme entre os aqueles que acreditam se tratar de múmias alienígenas e pesquisadores ao redor do globo.

A comunidade científica ficou horrorizada quando os caçadores de OVNIs e um grupo de pesquisadores divulgaram um comunicado afirmando que haviam encontrado os restos mumificados de vários corpos de alienígenas em uma caverna em Nazca, no Peru.

Logo após a declaração foi feita, a comunidade científica contestou as alegações e marcou a coisa toda como uma farsa, dizendo que as supostas múmias eram na verdade fabricadas.

Estes comentários foram feitos apesar do fato de que os cientistas céticos nunca terem analisado as múmias de perto.

No entanto, como a comunidade científica se levantou contra as múmias, a maioria das pessoas acha que elas provavelmente são uma farsa, apesar do fato de que o Sr. Jaime Maussan, pesquisador UFO e jornalista do México e sua equipe forneceram evidências sugerindo que os restos mumificados encontrados no Peru não eram de seres humanos comuns.

Agora, meses depois das múmias terem sido encontradas e analisadas por laboratórios independentes ao redor do globo, um segundo cientista estudou os corpos descobertos no Peru e disse que eles não são uma farsa.

Dr. Jose Benitez, um médico de medicina forense, e membro da equipe de estudo dos supostos restos mumificados fez declarações chocantes sobre os restos misteriosos descobertos no Peru.

Benitez é o segundo cientista a colocar sua reputação em jogo, dizendo que os restos mumificados poderiam ser de fato extraterrestres ou pelo menos uma nova espécie não temos encontrada antes na Terra.

O primeiro cientista a fazer as mesmas declarações foi o Dr. Edson Vivancoa, especialista esquelético, concluindo depois de estudar os restos mortais que eles não eram humanos.

No entanto, os resultados de DNA sugerem o contrário.

De fato, um conjunto de resultados de DNA retornaram que os restos mumificados foram de 100 por cento humano, enquanto que outros conjuntos de resultados de DNA mostraram resultados inconclusivos.

Daí a confusão.

Tanto o Dr. Vivancoa quanto o Dr. Benitez fazem parte do grupo de pesquisadores liderado pelo investigador mexicano Maussan.

O Dr. Benitez analisou as descobertas anteriores em conjunto com o Sr. Maussan. Em 2015, eles examinaram as imagens do que alguns sugeriam poder ser um corpo não-humano, que mais tarde acabou sendo uma criança mumificada.

O médico foi recentemente entrevistado pelo ovniólogo britânico Steve Meera, que viajou ao Peru para investigar as alegações.

O Dr. Benitez disse:

Eu encontrei um monte de características que tornam este corpo inteiramente diferente.

À primeira vista, parecia um corpo normal mas, olhando atentamente para cada parte do corpo, encontramos várias anormalidades. Por exemplo, a cabeça é maior, ele tem olhos maiores, um nariz menor, e não tem ouvidos. Ele tem menos vértebras que um ser humano comum. A estrutura óssea é diferente; é mais larga. Há apenas três dedos [em cada mão e cada pé]. Estas são as distinções mais notáveis que poderíamos encontrar. Há um pouco mais, como o número de articulações dos dedos e as unhas.

A poeira branca que cobre os restos mumificados é um material especial conhecido como solo diatomáceas. Este solo tem uma origem única, com características extraordinárias. Ele seca, desidrata e preserva o tecido, e também tem a característica invulgar de ser um repelente de insetos, dissuadir insetos. Ela ajuda o processo de desidratação e incentiva o processo de mumificação natural.

Todas estas conclusões feitas pelo Dr. Benitez, e apresentadas em um documentário produzido por Steve Meera sugerem que os restos mumificados encontrados no Peru são tudo menos humano.

Benitez concluiu:

É essencial; somos confrontados com a possibilidade de descobrir um orgânico muito semelhante aos seres humanos, mas diferente ao mesmo tempo. Precisamos dar um passo adiante para determinar o que é e de onde ele veio.

(Fonte)

Veja no vídeo abaixo o Dr. Benitez dando uma breve explicação sobre o que descobriu:

Esta história das múmias ainda vai dar muito pano para manga, e não vai acabar tão logo. Enquanto isso, o OH irá continuar divulgando as notícias sobre esta suposta descoberta, pois ainda há muito que ser clarificado, sendo as supostas múmias falsas ou não.

Recentemente, até mesmo houve uma acusação de que o governo do Peru estava tentando acobertar o caso, como pode ser visto abaixo:

Governo peruano é acusado de tentar acobertar o caso das Múmias de Nazca

n3m3

Termos recém pesquisados por leitores:

"

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh