web analytics

Sob hipnose: “Fui abduzida por reptilianos que me estupraram”

abduzida por reptilianos

Uma antiga funcionária da Força Aérea dos EUA afirmou ter sido abduzida por alienígenas reptilianos, que a estupraram na Lua inúmeras vezes.

Niara Terela Isley, que trabalhou como oficial de controle de radar, disse que foi abduzida por um “humanoide com uma cauda” e levada para uma base secreta no lado oculto da Lua.

Enquanto estava lá, ela disse que teve que fazer sexo com alienígenas e carregar caixas.

Niara disse que trabalhava na Área de Testes de Tonopah, no estado de Nevada, mas que não poderia recordar muito sobre o tempo que lá ficou.

Ela alegou que guardas de segurança a estupraram na frente de uma audiência, depois que ela foi espetada no pescoço com uma droga misteriosa enquanto estava em um abrigo subterrâneo.

Niara Terela Isley trabalhava o Tonopah Test Range (imagem: NASA)

E então ela foi estuprada na Lua, disse Niara.

Ela descreveu os eventos bizarros e chocantes sob hipnose.

Em entrevistas gravadas com a aquarianradio (mais informações também no vídeo abaixo), ela alegou ter sido levada para o espaço oito a 10 vezes ao longo de vários meses, quando ela tinha 25 anos de idade.

Ela disse que os alienígenas colocavam-na para trabalhar, tendo que operar máquinas eletrônicas para escavar as partes mais escuras da Lua.

Descrevendo como ela foi usada para o sexo quase toda noite que esteve na Lua, ela disse que foi passada regularmente entre os reptilianos.

Além disso, ela disse que “alienígenas cinzas” (grays) estiveram presentes, ajudando com o trabalho, bem como “equipes” de humanos, que também foram obrigados a ajudar os reptilianos com seu serviço na Lua.

Após a abdução, ela disse que não se lembrava muito do que tinha acontecido, inclusive aspectos de seu trabalho, levando-a a pensar que a memória dela havia sido apagada.

Os incidentes cessaram em 1980, ela disse.

Ela buscou hipnose na tentativa de preencher as lacunas em sua memória e ajudar a descobrir mais detalhes sobre o abuso pelo qual passou na Lua.

Descrevendo o seu raptor, ela disse:

Ele era humanoide e tinha uma cauda.

Ela disse que ele tinha olhos amarelos com pupilas de fenda vertical.

No “lado escuro” da lua, ela disse:

Havia um monte de abuso sexual.

Também disse que havia trabalho de escavação para expandir a “base militar”.

Foi então que ela teve que realizar o trabalho manual, inclusive “mover caixas”.

Niara, que tem uma filha e agora mora no estado do Colorado, disse:

À noite eu não podia dormir e fui passada de mão em mão para mais sexo.

Eu estava com medo. Eu sabia que tinha de voltar para minha filha, então eu era muito complacente. Eu não queria fazer nada que causasse a minha morte.

Muitas teorias de conspiração alienígenas sugerem que o governo dos EUA está envolvido em abduções, muitas vezes ajudando “os grays” fazerem o trabalho.

Teóricos dizem que é por isso que as autoridades não investigam totalmente as alegações de seus próprios funcionários e ex-funcionários.

(Infelizmente o vídeo abaixo da entrevista de Niara no Project Camelot não conta com legenda em português)

(Fonte)

Realmente difícil até de comentar este caso. Embora Niara alegue ter passado por regressão hipnótica para relembrar o ocorrido, há ainda que se confirmar se a pessoa responsável pela regressão era mesmo alguém confiável, sem interesses escusos.

Fica aqui o registro dessas alegações que, como sempre, estão aqui para informar o que está ocorrendo no mundo da ovniologia, mas não para afirmar que se trata de um caso fidedigno.

De qualquer forma, abaixo está um artigo interessante sobre sintomas reportados pelas pessoas que alegam ter sido abduzidas:

72 possíveis sinais de abdução alienígena

n3m3

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh