web analytics

Misteriosos sinais de rádio chegam do espaço a cada segundo

Rádio Telescópio Parkes, que captou as Rajadas Rápidas de Rádio. (Credito: CSIRO)

As Rajadas Rápida de Rádio (RRRs) são um dos tópicos mais quentes na astronomia agora. Essas rajadas curtas, mas extremamente poderosas, duram apenas milissegundos, mas liberam enormes quantidades de energia durante esse período de tempo. Desde a publicação de sua descoberta inicial em 2007 (a rajada ocorreu em 2001), pouco mais de 25 dessas fontes foram identificadas, com apenas um repetidor. Mas agora, astrônomos do Centro Harvard-Smithsoniano para Astrofísica estimaram que, apesar de só haver um punhado de RRRs em nossos registros atuais, tais eventos podem estar ocorrendo tão frequentemente quanto uma vez por segundo.

Anastasia Fialkov e Avi Loeb publicaram suas descobertas em 10 de setembro no The Astrophysical Journal Letters. O título diz tudo: “Uma Rajada Rápida de Rádio ocorre a cada segundo em todo o universo observável”. Seu trabalho é baseado em observações de uma única rajada de rádio, a FRB 121.102, que foi rastreada até uma galáxia 3 bilhões de anos-luz de distância. Devido ao fato que a 121102 repete, os astrônomos foram capazes de obter informações sobre ela com mais detalhes do que em outros eventos. E se essa RRR estiver realmente exibindo um comportamento normal para essas fontes, então Fialkov e Loeb estimam que “no tempo que você leva para beber uma xícara de café, centenas de RRRs podem ter ido para algum lugar no Universo”.

O que isso realmente significa?

Ele disse:

Se pudermos estudar até mesmo uma fração delas bem o suficiente, devemos ser capazes de desvendar a sua origem.

Essa origem ainda é desconhecida, embora a maioria dos astrônomos acredita que as RRRs estejam associadas com magnetares, uma classe de estrela de nêutrons com campos magnéticos extremamente fortes. Magnetares ovens podem ter os campos mais fortes e girar mais rápido, liberando energia de forma irregular que vemos como uma RRR.

Embora nenhuma outra RRR foi captada repetindo, isso não significa que elas não estejam – mas simplesmente que não as vimos fazer isso…

 

(Fonte)

Como o artigo acima foi publicado no site do Discover Magazine, não foi ousado mencionar o fato de que também muitos astrônomos acreditam na possibilidade destes sinais serem de origem tecnológica extraterrestre. Mas isso você poderá ler no artigo abaixo:

Nova pesquisa sugere que civilizações extraterrestres podem estar enviando as misteriosas rajadas rápidas de rádio

n3m3

Termos recém pesquisados por leitores:

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh