web analytics

Telescópio com nova tecnologia poderá enxergar vida em mundos alienígenas

enxergar vida em mundos alienígenas

Uma equipe internacional de cientistas lançou uma campanha para construir um telescópio capaz de espiar 209 trilhões de quilômetros espaço adentro, na esperança de encontrar sinais de vida além do nosso sistema solar.

O telescópio ELF consistirá em dezesseis espelhos de 5 metros (16,4 pés) feitos de uma tecnologia fina de “espelho impresso”, de acordo com a nova campanha no KickStarter da Fundação dos Planetas.

Em suma, terá 25 metros de largura (82 pés) quando terminado, no local proposto no deserto do Atacama, no Chile.

De acordo com os pesquisadores que estão por trás do projeto, o ELF poderá observar exoplanetas dentro dos 25 anos-luz da Terra, inclusive os mundos promissores do sistema estrelar Alpha Centauri.

O sistema possui duas estrelas, Alpha Centauri A e Alpha Centauri B, e uma pequena e fraca anã vermelha chamada Alpha Centauri C, ou Proxima Centauri.

E, ao circular por essa anã vermelha, os cientistas descobriram recentemente o que poderia ser um planeta rochoso na zona habitável.

Com o telescópio ELF, os pesquisadores planejam investigar este mundo próximo e outros por assinaturas de energia da vida na atmosfera, como a água, o oxigênio, o metano e o ozônio.

Ou, eles dizem que poderiam até detectar colônias de organismos fotossintéticos, ou resíduos térmicos na superfície, provenientes de civilizações alienígenas avançadas.

O Dr. Svetlana Berdyugina, Diretor do Instituto Kipenheuer para Fundação Solar e Fundador da Fundação dos Planetas, disse:

Pretendemos encontrar a vida em planetas próximos fora do sistema solar, também conhecidos como exoplanetas.

Criamos um telescópio revolucionário com uma série de metamateriais, tornando nossos espelhos incrivelmente leves e também reduzindo o custo de nossos telescópios por um fator de 10.

Nosso novo e poderoso telescópio ExoLife Finder, ou ELF, poderá ver planetas até 209 trilhões de quilômetros de distância, e irá visualizar oceanos, continentes e vida em exoplanetas.

A equipe já levantou mais de US$ 16.000 para o objetivo de US$ 35.000, que eles esperam agregar até outubro.

Isso permitirá que os pesquisadores avancem e criem um protótipo totalmente funcional do sistema avançado de atuador de polímero, sobre o qual os espelhos revolucionários de 2 centímetros de espessura dependerão.

Eles também revelaram uma série de presentes da ciência para os patrocinadores do projeto, inclusive uma “luz cósmica” tardígrado, e um relógio modelado com base na sonda espacial Voyager I.

(Fonte)

n3m3

Colaboração: Osnir Stremel Jr

Termos recém pesquisados por leitores:

Loading...

ATENÇÃO: Os comentários abaixo são de responsabilidade única e exclusiva de seus próprio autores e o site OVNI Hoje não se responsabiliza por quaisquer inconveniências por eles causados, como também reserva o direito aos seus moderadores de banir qualquer usuário que bem determinarem. Ao usar a área de comentários abaixo, você concorda com esses termos.

Assim, seja civilizado ao comentar e reporte abusos, marcando tais comentários como 'inapropriados', acessando a pequena flecha apontada para baixo no lado direito de cada comentário.

Obrigado.

Ad Blocker Detectado

Olá leitor. O OVNI Hoje depende dos anúncios aqui publicados para que seja possível pagar sua hospedagem e trazer notícias a você de forma gratuita. Por favor, considere nos apoiar desabilitando o seu bloqueador de anúncios. Obrigado

Refresh